Alonso segue motivado em ficar na F1 por muito tempo: "Me sinto melhor que os outros"

Espanhol lamentou má sorte no começo da temporada de 2022, mas acredita que consegue superar rivais com "habilidade pura"

Alonso segue motivado em ficar na F1 por muito tempo: "Me sinto melhor que os outros"
Carregar reprodutor de áudio

Fernando Alonso diz continuar motivado para seguir na Fórmula 1 por se sentir "melhor que os outros” pilotos, e pararia se alguém o vencesse por "habilidade pura". O bicampeão mundial voltou à categoria no ano passado com a Alpine depois de passar duas temporadas para explorar outras divisões.

Ele conquistou seu primeiro pódio desde a Hungria 2014 no GP do Catar de 2021 e ficou frustrado com a falta de sorte até agora em 2022, acreditando que poderia ter disputado a pole na Austrália.

Leia também:

Aos 40 anos, Alonso é o piloto mais velho do grid da F1, mas já sinalizou que procurará estender sua permanência na categoria até o final do ano, quando seu contrato com a Alpine expirar.

Após a falha hidráulica na Austrália que o tirou da classificação, a difícil sorte do espanhol continuou no fim de semana passado em Ímola, quando o contato na primeira volta com Mick Schumacher o deixou com danos que acabaram com sua prova.

No entanto, ele não deu sinais de que o início de ano frustrante o faz pensar duas vezes sobre seu futuro na categoria.

Questionado sobre o que o manteve motivado para continuar na F1 mesmo com os azares recentes, Alonso respondeu: "Porque me sinto melhor que os outros".

"Se chegar alguém e eu ver que [estão] me batendo em habilidade pura, que não sou bom nas largadas, preparar o carro, ou o companheiro é um segundo mais rápido, talvez eu pensasse que seria a hora de pensar em outra coisa."

"No entanto, sinto o oposto no momento. Eu amo as corridas", complementou.

Fernando Alonso, Alpine A522

Fernando Alonso, Alpine A522

Photo by: Carl Bingham / Motorsport Images

O companheiro de Alpine de Alonso, Esteban Ocon, marcou 20 pontos para a equipe até agora este ano, contra apenas dois do bicampeão, que admitiu ser algo "dolorosa" de se ver por sua má sorte. O francês tem um contrato de longo prazo com a equipe que vai até o final da temporada de 2024.

A escuderia também tem o reserva Oscar Piastri, que conquistou o título de Fórmula 2 no ano passado e procura uma vaga na F1 na próxima temporada. A Alpine já indicou que estaria aberta a emprestá-lo a outro time.

Alonso disse no início de abril que tentaria abrir conversas com a equipe sobre seu futuro "provavelmente no meio do ano".

Conheça as origens da rivalidade entre Verstappen e Leclerc

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #175 - Como explicar desempenho constrangedor de Hamilton em Ímola?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Gasly diz que quer chances como Leclerc, Verstappen, Russell e Norris: "Quero brigar na frente"
Artigo anterior

F1: Gasly diz que quer chances como Leclerc, Verstappen, Russell e Norris: "Quero brigar na frente"

Próximo artigo

F1 pode ter mudanças nas regras de pneus para 2023; entenda

F1 pode ter mudanças nas regras de pneus para 2023; entenda