CEO da McLaren se diz surpreso com saída da Racing Point em caso de cópia de dutos

compartilhar
comentários
CEO da McLaren se diz surpreso com saída da Racing Point em caso de cópia de dutos
Por:

Zak Brown viu contradição entre o discurso de Lawrence Stroll, proprietário da Racing Point, antes da saída do time do caso dos dutos de freios da equipe copiados da Mercedes

O CEO da McLaren, Zak Brown, disse que ficou "surpreso" com o dono da Racing Point, Lawrence Stroll, que retirou seu recurso no caso da ‘Mercedes Rosa’ poucas semanas depois de prometer limpar seu nome.

A Racing Point perdeu 15 pontos no campeonato de construtores e foi multada em 400.000 euros depois de ser considerada culpada pela FIA por ter usado dutos de freio projetados pela Mercedes.

Leia também:

Essa decisão, que teve depois as rivais Renault, McLaren, Williams e Ferrari inicialmente apelando do veredito, levou a uma declaração franca de Stroll, que não aceitava a decisão da FIA.

"Não costumo falar publicamente, no entanto, fico extremamente irritado com qualquer sugestão de que tenhamos sido dissimulados ou trapaceadores", disse o canadense.

“Eu nunca trapaceei em nada na minha vida. Essas acusações são completamente inaceitáveis ​​e falsas.”

"Minha integridade - e a de minha equipe - está fora de questão. Todos na Racing Point ficaram chocados e desapontados com a decisão da FIA."

No final, a Racing Point decidiu recuar e não levar o assunto adiante.

Zak Brown, cuja equipe retirou seu próprio apelo após a FIA concordar em endurecer as regras para evitar que alguém copie novamente na medida em que o Racing Point copiou, disse que achava que Stroll seguiria com o recurso, já que ele se sentia tão fortemente desrespeitado.

“Fiquei surpreso que eles desistiram, porque ele iria prosseguir para limpar o nome deles de qualquer delito”, explicou Brown. “Tão grande mudança, eles se retiraram. Isso era inconsistente com o que ele disse sobre suas intenções.”

Brown disse estar feliz que a FIA reagiu da maneira que fez para prometer mudanças nos regulamentos em uma tentativa de impedir que imitadores se tornassem a norma na F1.

“Foi muito importante, e fico feliz em ver que eles lidaram com isso rapidamente e estão levando a sério”, disse ele.

“Mais do que tudo, você precisa saber quais são as regras. Portanto, quaisquer que sejam as regras, todos nós obedecemos a elas.”

“Acho que o problema que todos tiveram com isso foi, ‘espere um minuto: o que foi feito, acho que todos pensamos que era contra as regras ou o espírito do esporte’.”

“Então, se houver brechas, vamos acabar com elas para que não tenhamos vários campeonatos acontecendo. Acho que a FIA não gostou do que viu, eles estão no caso. E eu acho que isso é uma coisa boa.”

A posição da McLaren sobre o caso Racing Point, levou alguns a questionar por que a equipe baseada em Woking testou um bico ‘estilo Mercedes’ no GP da Toscana.

Questionado se achava que era um pouco hipócrita copiar uma ideia da Mercedes, Brown disse: “Bem, um, é um bico experimental. Dois, tudo o que fazemos na McLaren é projetado e produzido por nós mesmos.”

“Acho que todo mundo fala sobre como você se inspira e aprende com o que outras pessoas estão fazendo por aí. No final do dia, é um bico, não um carro. Tínhamos mais de 10 milhões de desenhos desse bico.”

O comentário de Brown sobre o número de desenhos está em contraste com uma das defesas da Racing Point sobre os dutos de freio, já que ele argumentou que tinha mais de 800 desenhos de seu projeto.

McLaren MCL35 (Temporada 2020)
McLaren-Renault MCL35
Motor: Renault
Combustível: Gulf Oil
Pneus: Pirelli

Pilotos:

4 - Lando Norris

55 - Carlos Sainz

 

TELEMETRIA: Novo CEO da F1, frustração para Max e Vettel comparado a Schumi; Rico Penteado comenta

PODCAST: Qual é o limite de Max Verstappen na Red Bull?

 

F1: McLaren julga hierarquia de 2021 em aberto apesar do congelamento de carros

Artigo anterior

F1: McLaren julga hierarquia de 2021 em aberto apesar do congelamento de carros

Próximo artigo

F1: Pérez se aproxima de acordo com a Haas para 2021

F1: Pérez se aproxima de acordo com a Haas para 2021
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes McLaren , Racing Point
Autor Jonathan Noble