Fórmula 1
R
GP de Portugal
30 abr
Próximo evento em
19 dias
06 mai
Próximo evento em
25 dias
20 mai
Próximo evento em
39 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
53 dias
10 jun
Próximo evento em
60 dias
24 jun
Próximo evento em
74 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
81 dias
29 jul
Próximo evento em
109 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
137 dias
02 set
Próximo evento em
144 dias
09 set
Próximo evento em
151 dias
23 set
Próximo evento em
165 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
172 dias
07 out
Próximo evento em
179 dias
21 out
Próximo evento em
193 dias
28 out
Próximo evento em
200 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
245 dias

Chefe da AlphaTauri diz que Covid-19 "abriu os olhos" das equipes para modelo financeiro insustentável da F1

Franz Tost disse que, sem o impacto da pandemia, as equipes da ponta não estariam abertas a discussão de um novo modelo de negócios para a categoria

Chefe da AlphaTauri diz que Covid-19 "abriu os olhos" das equipes para modelo financeiro insustentável da F1

O chefe da AlphaTauri, Franz Tost, acredita que o impacto da pandemia da Covid-19 fez as equipes da Fórmula 1 "abrirem os olhos" para a natureza financeira insustentável da categoria, que levou a uma série de medidas de cortes de gastos para o futuro, moldando fortemente o modelo comercial do esporte.

Após um plano inicial de introduzir um teto orçamentário de R$920 milhões para a temporada 2021, as equipes concordaram com uma redução para R$770 milhões para este ano, após a pandemia causar fortes alterações no calendário.

Leia também:

O movimento veio com as equipes se preparando para uma redução drástica no fundo de prêmios da F1, como resultado da redução de renda devido à perda das taxas dos GPs. As equipes ainda optaram por adiar o novo regulamento em um ano, mantendo os carros de 2020 para 2021 e colocando o desenvolvimento do novo carro já dentro do teto.

Tost explicou como que a compreensão das equipes sobre os problemas financeiros que a F1 enfrentava como um todo levaram a um nível de colaboração que permitiu que as mudanças fossem aprovadas.

"Sobre o teto orçamentário, as equipes da ponta não seriam tão abertas a reduzir a quantidade de dinheiro que eles gostariam de gastar para R$770 milhões já de cara. Sem a Covid-19, isso não teria acontecido", disse ao Motorsport.com.

"Todo mundo percebeu o quão difíceis as coisas podem ficar no futuro. As equipes da Fórmula 1 dificilmente trabalham juntas, porque cada um tem seu próprio interesse e, infelizmente, não olham para o todo".

"Mas eu acredito que essa situação especial com a Covid-19 abriu os olhos de todos, de que, na verdade, há menos dinheiro na mesa do que o esperado. Se você tem menos dinheiro, pode gastar apenas o que tem. Portanto, acho que isso mudou a visão de alguns colegas meus".

A F1 planejava um retorno à forma com o calendário de 2021, anunciando planos para um recorde de 23 etapas começando com o GP da Austrália em março. Mas o contínuo impacto da pandemia, com restrições de entrada e saída de alguns países, forçando o adiamento da etapa de Melbourne para novembro e a suspensão do GP da China.

A F1 mantém as esperanças de completar 23 etapas em 2021, com Tost reforçando a importância de um retorno à normalidade em um futuro próximo.

"Eu realmente espero que possamos voltar a esse modo normal", disse Tost, antes do anúncio das mudanças no calendário. "Como vocês podem imaginar, a FOM não tem o dinheiro que imaginávamos no ano passado, porque não temos público e a organização não paga as mesmas taxas para a FOM. Com isso, eles não conseguem nos pagar o dinheiro que contávamos".

"Por isso eu realmente espero que consigamos manter tudo sob controle, que o público possa voltar a frequentar corridas e que o interesse pela Fórmula 1 siga. Espero que tenhamos uma temporada ainda mais forte em 2021, equilibrando a renda para o nível que deveria".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Quais pilotos da F1 tiveram os maiores salários de 2020 e os que ganharam ‘mixaria’

PODCAST: Top-3: as corridas mais marcantes da história da F1 em nossas memórias

 

compartilhar
comentários
Honda mira título com Red Bull em último ano na F1

Artigo anterior

Honda mira título com Red Bull em último ano na F1

Próximo artigo

Horner defende que Red Bull não contratou Pérez pelo dinheiro: "Não dependemos disso"

Horner defende que Red Bull não contratou Pérez pelo dinheiro: "Não dependemos disso"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes AlphaTauri
Autor Luke Smith