Ex-companheiros, Raikkonen e Ricciardo acreditam que Vettel dará volta por cima na Ferrari

compartilhar
comentários
Ex-companheiros, Raikkonen e Ricciardo acreditam que Vettel dará volta por cima na Ferrari
Por:

Pilotos elogiaram trabalho de Vettel e afirmaram que acreditam em uma volta à forma do tetracampeão

Desde a confirmação de sua saída da Ferrari, a temporada 2020 de Sebastian Vettel na Fórmula 1 não tem sido das melhores, com o tetracampeão sofrendo com o carro e acumulando menos pontos que seu companheiro Charles Leclerc. Mas duas pessoas que sabem muito bem como é correr ao lado do alemão, Kimi Raikkonen e Daniel Ricciardo acreditam em uma volta por cima de Vettel.

O piloto recebeu a notícia de que não seguiria na Ferrari além desse ano durante a pandemia, com a equipe optando por substituir o tetracampeão por Carlos Sainz.

Leia também:

Isso decretou o fim de um relacionamento de seis anos com a Ferrari cheio de altos e baixos, que deixou o alemão longe do pentacampeonato, que era visto por Vettel como um passo similar ao de seu ídolo de infância, Michael Schumacher. O título também era muito esperado pelos tifosi, já que a Scuderia não vencia um Mundial de Pilotos desde 2007.

A temporada final de Vettel com a equipe de Maranello tem sido a mais difícil, com o alemão sofrendo com o problemático SF1000, que deixou a Ferrari distante de suas principais rivais, Mercedes e Red Bull e ameaçada por equipes como Racing Point e McLaren.

Apesar do pior início de temporada de Vettel em 13 anos na F1, Kimi Raikkonen, que correu com o tetracampeão na Ferrari, acredita que ele conseguirá dar a volta por cima.

"Tenho certeza que ele não está feliz com como as coisas estão", disse Raikkonen antes do GP da Espanha. "Ferrari é Ferrari e as pessoas olham para coisas assim, certamente os italianos fazem. Mas eu duvido que isso afete como ele faz seu trabalho lá".

"Acredito que ele esteja no esporte tempo suficiente para saber que de vez em quando isso acontece e que precisamos dar um jeito de reverter a situação".

Raikkonen, que segue como o último piloto campeão pela Ferrari e corre agora pela Alfa Romeo, não acha que a pressão adicional da imprensa italiana e os fãs apaixonados pela equipe tenham um efeito negativo na performance de Vettel.

"Nunca achei diferente das outras equipes. Obviamente, se você ler todos os jornais fica um pouco pior, mas nunca liguei para isso. Quando eu estava lá, tivemos momentos ruins, e os italianos podem pegar pesado com você, além da imprensa. Mas é assim que esse negócio funciona".

Sebastian Vettel, Ferrari and Kimi Raikkonen, Alfa Romeo talk on the grid

Sebastian Vettel, Ferrari and Kimi Raikkonen, Alfa Romeo talk on the grid

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Já Daniel Ricciardo, que correu ao lado de Vettel na Red Bull em 2014, também espera uma melhora de Vettel, que "não foge de um problema".

"Uma coisa sobre Seb é que ele é muito apaixonado pelo esporte. Ele ama isso aqui", disse. "Ele é uma pessoa que analisa tudo e encontra uma maneira de melhorar ou encontrar uma resposta para uma questão. Não vejo ele como um cara que simplesmente foge de um problema".

"Ele se preocupa demais, seja por puro amor pelo esporte ou pelo orgulho que ele tem de si próprio. Eu espero que ele dê a volta por cima. Com certeza".

"Se ele quiser continuar, e se ele acha que pode seguir no nível mais alto que ele vem mostrando nos últimos 10 anos, então concordo 100% que ele deve seguir no esporte. Ele é bom para o esporte, mas a resposta depende dele".

Cinco motivos para acreditar que Raikkonen não estará no grid da F1 em 2021

PODCAST: O que resta para Massa no automobilismo após sair se sua equipe na F-E?

 

Williams anuncia venda da equipe de F1 para grupo de investimento norte-americano

Artigo anterior

Williams anuncia venda da equipe de F1 para grupo de investimento norte-americano

Próximo artigo

Pr1meiro Stint: entendendo o estado de saúde de Schumacher

Pr1meiro Stint: entendendo o estado de saúde de Schumacher
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel
Equipes Scuderia Ferrari
Autor Filip Cleeren