Fórmula 1 Testes de fevereiro no Bahrein

F1 2023: No que ficar de olho nos testes de pré-temporada no Bahrein?

Participação de Drugovich, duto polêmico da Ferrari e início de 'guerras internas' são destaques, além de soluções aerodinâmicas que sempre vêm à tona; veja

Felipe Drugovich, Reserve Driver, Aston Martin

Chegou a hora! Antes do início 'pra valer' do campeonato no GP do Bahrein em 5 de março, a Fórmula 1 faz seus últimos ensaios a partir desta quinta-feira nos testes da pré-temporada 2023, justamente no circuito de Sakhir. As sessões começam às 4h da manhã do horário de Brasília (veja mais detalhes na sequência) e também são realizadas na sexta-feira e no sábado, com todas as equipes focando em colocar tudo em ordem antes da etapa inaugural do longo certame deste ano.

O editor recomenda:

Após a 'revolução' nas regras de 2022, agora as alterações regulamentárias são menores, mas importantes. O  destaque é o aumento da altura do carro em 15mm, com o objetivo de combater o porpoising. No âmbito orçamentário, o foco estará no tamanho do impacto da punição sofrida pela Red Bull pelo fato de o time taurino ter quebrado o teto de gastos de 2021, o que veio à tona em 2022 e tem como consequência corte de 10% no tempo para testes no túnel de vento em 2023.

Para além da atual bicampeã de pilotos -- com o holandês Max Verstappen -- e detentora da última taça de construtores da F1, as escuderias adotaram approaches variados nos lançamentos de seus carros para 2023: desde o show car mostrado pela equipe a ser batida até o SF-23 colocado na pista de Fiorano pela Ferrari logo após a apresentação, passando pela Alpine, que novamente lançou dois carros para o ano

De qualquer forma, impressões significativas só podem ser tiradas após a pré-temporada. Por isso, o Motorsport.com destaca a seguir os aspectos mais importantes dos testes desta semana no Bahrein:

Horários dos testes de pré-temporada

Alex Albon, Williams FW45

Alex Albon, Williams FW45

Photo by: Williams

  • De 23 a 25 de fevereiro, no circuito de Sakhir, das 4h da manhã até 13h30 de Brasília

Em cada dia, o início da sessão acontece às 4h, com parada às 8h15. Às 9h15, retornam até às 13h30 (horários de Brasília), fazendo com que, em cada dia, os testes durem oito horas e meia. No horário local, as atividades começam às 10h e terminam 19h30. Diferentemente do ano passado, quando a F1 dividiu sua pré-temporada em dois blocos de três dias, tanto em Barcelona quanto no Bahrein, em 2023 a categoria só fará as atividades em Sakhir, o que impõe mais desafios às equipes.

Posso assistir? 

Os testes podem ser vistos por meio da F1TVPro, plataforma da F1. No Brasil, o Bandsports fará a transmissão das horas finais dos três dias, além de reportagens especiais para serem exibidas na Band 'aberta'. A partir das 8h da manhã, o Motorsport.com faz cobertura em tempo real.

Quem vai pilotar nos testes? E quando? Veja pilotos e equipes

Charles Leclerc, Ferrari SF-23

Charles Leclerc, Ferrari SF-23

Photo by: Davide Cavazza

Como se sabe, Felipe Drugovich substituirá Lance Stroll na Aston Martin (veja quando 'Drugo' estará na pista na tabela abaixo), já que o canadense se machucou em acidente de bicicleta. Além do brasileiro, será interessante ver o espanhol Fernando Alonso em ação com a equipe britânica, para a qual vai após deixar a Alpine. No time francês, aliás, a expectativa é grande para a estreia do francês Pierre Gasly, novo companheiro do compatriota Esteban Ocon. Quem prevalecerá? 

Outro duelo que 'promete' desde o princípio do ano é entre o monegasco Charles Leclerc (acima) e o espanhol Carlos Sainz. Este prevaleceu sobre o companheiro em sua temporada de estreia pela Ferrari em 2021, mas o piloto de Monte Carlo foi vice-campeão em 2022. E em 2023? A propósito, a escuderia italiana já começa o ano sob suspeitas... Enquanto isso, a Mercedes busca voltar ao topo: será que o britânico Lewis Hamilton será novamente batido pelo compatriota George Russell?

Equipe Quinta-feira, 23/2 Sexta-feira, 24/2 Sábado, 25/2

Red Bull - manhã

Red Bull - tarde

Netherlands Max Verstappen

Mexico Sergio Pérez

Netherlands Max Verstappen

Mexico Sergio Pérez

Ferrari - manhã

Ferrari - tarde

Spain Carlos Sainz
Monaco Charles Leclerc
Spain Carlos Sainz
Monaco Charles Leclerc

Monaco Charles Leclerc

Spain Carlos Sainz

Mercedes - manhã

Mercedes - tarde

United Kingdom George Russell

United Kingdom Lewis Hamilton

United Kingdom Lewis Hamilton

United Kingdom George Russell

United Kingdom George Russell

United Kingdom Lewis Hamilton

Alpine - manhã

Alpine - tarde

France Pierre Gasly
France Esteban Ocon

France Esteban Ocon

France Pierre Gasly

France Pierre Gasly

France Esteban Ocon

McLaren - manhã

McLaren - tarde

Australia Oscar Piastri (novato)

United Kingdom Lando Norris

United Kingdom Lando Norris

Australia Oscar Piastri (novato)

Australia Oscar Piastri (novato)

United Kingdom Lando Norris

Alfa Romeo - manhã

Alfa Romeo - tarde

China Zhou Guanyu
Finland Valtteri Bottas
China Zhou Guanyu Finland Valtteri Bottas

Aston Martin - manhã

Aston Martin - tarde

Brazil Felipe Drugovich
Spain Fernando Alonso
? ?

Haas - manhã

Haas - tarde

Germany Nico Hülkenberg
Denmark Kevin Magnussen
Denmark Kevin Magnussen
Germany Nico Hülkenberg
Germany Nico Hülkenberg
Denmark Kevin Magnussen

AlphaTauri - manhã

AlphaTauri - tarde

Japan Yuki Tsunoda
Netherlands Nyck de Vries (novato)
Japan Yuki Tsunoda
Netherlands Nyck de Vries (novato)
Netherlands Nyck de Vries (novato)
Japan Yuki Tsunoda

Williams - manhã

Williams - tarde

Thailand Alexander Albon
United States Logan Sargeant (novato)
United States Logan Sargeant (novato) Thailand Alexander Albon

Como está a previsão do tempo?

O Circuito Internacional do Bahrein deve ter condições quentes e ensolaradas durante toda a pré-temporada, com baixíssima chance de chuva. Máximas de 25 graus Celsius são previstas na sexta-feira, com condições semelhantes esperadas nos três dias.

O que acontece nos testes? 

Como o nome indica, as equipes de F1 podem testar seus carros e executar quaisquer configurações, além de testes de peças que desejarem. A Pirelli fornece um número igual de cada composto de pneu para cada equipe, geralmente o suficiente para permitir que todas as equipes completem o máximo de voltas que desejarem, enquanto o número de voltas é teoricamente ilimitado dentro das horas em que a pista está aberta.

Embora as verificações da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) não sejam tão rigorosamente aplicadas, já que os testes não são realizados em condições de GPs, todos os requisitos normais de segurança devem ser seguidos, conforme estabelecido pelos regulamentos.

Fora isso, as equipes de F1 têm bastante liberdade com relação ao teste, incluindo simulações de corrida, uso de pneus, cargas de combustível e quais pilotos testam o carro – incluindo reservas, como Drugovich, e/ou pilotos de testes que teoricamente não competirão na temporada.

Os tempos de volta são 'realistas' pensando no campeonato?

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W14

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W14

Photo by: Mercedes AMG

Como diz o clichê, é apenas um teste, portanto, todos os tempos de volta devem ser considerados somente um 'guia aproximado', não a hierarquia definitiva para o grid da F1 2023. Isso também é verdade porque todas as equipes podem esconder sua própria capacidade de desempenho total até a primeira qualificação e corrida da temporada, a fim de manter uma potencial vantagem de ritmo desconhecida. Isso é conhecido em inglês como sandbagging (saco de areia, em tradução livre).

Os tempos de volta dos testes também são influenciados por uma infinidade de variáveis, incluindo diferentes cargas de combustível, diferentes modos de motor, diferentes compostos de pneus (a Pirelli vai disponibilizar, para a abertura da temporada, os compostos C1, C2 e C3, ou seja, jogos mais duros, enquanto todos os tipos estão liberados na pré-temporada) e distintos níveis de degradação do pneu, além das condições meteorológicas e climáticas.

Da mesma forma, algumas equipes podem optar por uma 'busca pela glória' para superar os tempos rivais no final de um dia para ganhar as manchetes, aumentando o desempenho pontual em comparação com seus rivais.

Os carros dos testes serão os carros de toda a temporada? 

Para a maioria das equipes, a resposta é não, mas em 2023 todos os times estarão muito mais próximos dos carros 'finais' em comparação com o que aconteceu nos testes da pré-temporada 2022. Isso se deve aos regulamentos menos alterados para o ano corrente, o que significa que as equipes tiveram um ano de aprendizado com as regras. Além disso, o curto intervalo de uma semana entre o teste de pré-temporada e a primeira rodada, o que limitará as mudanças possíveis.

No lado do motor, todos os fabricantes de unidades de potência estão em um congelamento de desenvolvimento, o que significa que a especificação de cada componente da unidade de potência permanecerá a mesma quando eles fizerem sua configuração final para a primeira rodada. Os fabricantes poderão alterar as especificações o quanto quiserem durante os testes, desde que sigam os regulamentos técnicos e de segurança.

O que acontece se alguém bater?

Max Verstappen

Max Verstappen

Photo by: Carl Bingham / Motorsport Images

Um piloto que bate no teste experimenta situação semelhante ao que acontece quando ele bate em qualquer outra sessão da F1, mas as consequências podem ser muito mais graves dependendo da escala do acidente.

As equipes provavelmente terão menos peças sobressalentes durante o teste, pois as peças estão sendo alteradas ou atualizadas com frequência. Se um piloto bater fortemente e quebrar uma peça importante, a equipe perde valioso tempo e provavelmente tem de revisar totalmente o cronograma.

Pierre Gasly sentiu toda a importância de um forte acidente de teste de pré-temporada em 2019 para a Red Bull, quando sua batida danificou várias peças novas essenciais para o programa de desenvolvimento da equipe. A batida também prejudicou sua confiança, o que levaria a uma queda de desempenho e ao eventual rebaixamento do francês de volta ao time júnior, a Toro Rosso (agora chamado AlphaTauri).

Comparação de testes de pré-temporada frente aos resultados em GPs na pista-sede

Abaixo você pode dar uma olhada nos resultados dos testes de pré-temporada da F1 nos últimos 11 anos, seguidos pelo tempo equivalente à pole position no GP disputado no mesmo local em que o teste aconteceu. Isso somente pode ser tomado como um guia aproximado devido aos vários compostos de pneus diferentes, cargas de combustível e condições em que cada tempo de volta foi definido.

O ano passado representou a primeira temporada desde 2019 em que uma equipe que liderou os testes de pré-temporada não conquistou a pole position na mesma pista durante a temporada, já que Verstappen liderou o último dia de testes, mas perdeu para Leclerc no quali e no GP do Bahrein.

De qualquer forma, isso acabou não sendo um sinal definitivo para a temporada, já que a Ferrari caiu de rendimento devido a problemas de confiabilidade, erros de estratégia e erros de pilotos, enquanto a Red Bull se desenvolveu e superou seus rivais.

Ano

Circuito

Piloto

Equipe

Tempo mais rápido do teste 

Piloto

Equipe

Pole position

2022 

Bahrein 

Netherlands Max Verstappen 

Red Bull 

1m31.720s 

Monaco Charles Leclerc 

Ferrari 

1m30.558s 

2021 

Bahrein 

Netherlands Max Verstappen 

Red Bull 

1m28.960s 

Netherlands Max Verstappen 

Red Bull 

1m28.997s 

2020 

Barcelona 

Finland Valtteri Bottas 

Mercedes 

1m15.732s 

United Kingdom Lewis Hamilton 

Mercedes 

1m15.584s 

2019 

Barcelona 

Germany Sebastian Vettel 

Ferrari 

1m16.221s 

Finland Valtteri Bottas 

Mercedes 

1m15.406s 

2018 

Barcelona 

Germany Sebastian Vettel 

Ferrari 

1m17.182s 

United Kingdom Lewis Hamilton 

Mercedes 

1m16.173s 

2017 

Barcelona 

Finland Kimi Raikkonen 

Ferrari 

1m18.634s 

United Kingdom Lewis Hamilton 

Mercedes 

1m19.149s 

2016 

Barcelona 

Finland Kimi Raikkonen 

Ferrari 

1m22.765s 

United Kingdom Lewis Hamilton 

Mercedes 

1m22.000s 

2015 

Barcelona 

Germany Nico Rosberg 

Mercedes 

1m22.792s 

Germany Nico Rosberg 

Mercedes 

1m24.681s 

2014 

Bahrein 

Brazil Felipe Massa 

Williams 

1m33.258s 

Germany Nico Rosberg 

Mercedes 

1m33.185s 

2013 

Barcelona 

Germany Nico Rosberg 

Mercedes 

1m20.130s 

Germany Nico Rosberg 

Mercedes 

1m20.718s 

2012 

Barcelona 

Finland Kimi Raikkonen 

Lotus 

1m22.030s 

Venezuela Pastor Maldonado

Williams 

1m22.285s 

Alpine AZUL, Alfa Romeo, McLaren e cia: MELHORES e PIORES pinturas da F1 2023; assista ao DEBATE

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #217 – Como serão as batalhas internas das equipes na F1 2023?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: McLaren 'esconde jogo' ao colocar MCL60 na pista
Próximo artigo F1: Verstappen lidera sessão da manhã no primeiro dia de testes da pré-temporada; Drugovich 'causa' bandeira vermelha

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil