Fórmula 1 GP da Áustria

F1 - Após novas 'investidas' da Mercedes, Verstappen confirma: "Estarei pilotando pela Red Bull em 2025"

Tricampeão mundial dá a resposta mais clara até o momento sobre seu futuro na equipe de Milton Keynes, após a chocante instabilidade no início de 2024 na equipe por causa de sua situação administrativa

Max Verstappen, Red Bull Racing

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Max Verstappen insistiu que correrá pela Red Bull na temporada 2025 da Fórmula 1,  em uma troca de palavras com os repórteres após novas investidas do chefe de equipe da Mercedes, Toto Wolff

Leia também:

O desenvolvimento segue a possibilidade chocante que surgiu na rodada de Jeddah de que Verstappen poderia deixar a equipe onde conquistou seus três títulos mundiais, obteve 61 vitórias e tem um contrato para correr até o final da campanha de 2028.

Essa situação surgiu em meio à guerra de gestão da Red Bull no início de 2024 - que se seguiu à investigação sobre o comportamento do diretor da equipe, Christian Horner, em relação a uma funcionária - e como Verstappen apoiou fortemente o conselheiro de automobilismo do time, Helmut Marko.

Embora as chances de Verstappen optar por sair tenham diminuído significativamente desde o evento de Jeddah, especialmente depois que Marko resolveu seu futuro imediato com o CEO da Red Bull, Oliver Mintzlaff, desde então tem havido muito interesse nos esforços subsequentes da Mercedes para atraí-lo para longe da Red Bull.

Toto Wolff, chegou a dizer que "é um tipo de relacionamento que precisa acontecer em um determinado estágio" no evento australiano subsequente, com a situação sendo discutida novamente em sessões de mídia envolvendo Wolff e Horner no GP da Espanha do último fim de semana.

Especificamente, Wolff disse que "não há conversas em andamento neste momento - porque acho que precisamos nos concentrar em nós mesmos e em melhorar o carro".

Mas isso aconteceu depois que o CEO da Mercedes-Benz, Ola Kallenius, disse à Sky Germany que havia "uma oportunidade" de contratar Verstappen em meio às mudanças nas regras de motor da F1 em 2026 e que ele achava que o holandês "ficaria bem na cor prata".

Max Verstappen, Red Bull Racing, 1st position, celebrates in Parc Ferme

Max Verstappen, Red Bull Racing, 1ª posição, comemora no Parc Ferme

Foto de: Andrew Ferraro / Motorsport Images

Em sua participação na coletiva de imprensa pré-evento no Red Bull Ring, Verstappen foi questionado, considerando as manchetes decorrentes de tais comentários, se ele estaria preparado para encerrar a situação dizendo que estaria 100% correndo pela Red Bull em 2025?

"Acho que já disse isso antes", respondeu Verstappen. "Naturalmente, é claro que as pessoas estão falando, mas o mais importante é que tenhamos um carro muito competitivo para o futuro. No momento, é claro, está muito apertado, mas estamos trabalhando muito bem como equipe para tentar melhorar ainda mais."

"E, com certeza, eu já disse isso com a equipe, estamos trabalhando e nos concentrando no próximo ano para tentarmos ser competitivos novamente."

Verstappen foi então perguntado se ele ainda poderia decidir abandonar a Red Bull se ficasse claro para ele que a equipe não teria o melhor carro da F1 em 2025, após as fortes exibições da McLaren nas últimas corridas.

"Não acho que seja assim que a Fórmula 1 funciona - de repente, você pode dizer 'bem, tchau, pessoal'. Não é assim que funciona", respondeu Verstappen. "Tenho um longo contrato com a equipe, estou muito feliz onde estou e, como eu disse antes, estamos nos concentrando também no próximo ano com coisas que podemos implementar no carro."

Max Verstappen, Red Bull Racing RB20, George Russell, Mercedes F1 W15, Lando Norris, McLaren MCL38

Max Verstappen, Red Bull Racing RB20, George Russell, Mercedes F1 W15, Lando Norris, McLaren MCL38

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

"Então, acho que isso deve dizer o suficiente sobre onde vou pilotar no próximo ano."

Motorsport.com então pressionou Verstappen a dar uma resposta clara de "sim ou não" sobre se ele de fato correria na Red Bull em 2025, depois de ter aproveitado duas oportunidades para fazê-lo e aparentemente recusado.

A conversa foi a seguinte:

Motorsport.com: "Nós dançamos um pouco em torno do assunto hoje, se eu pudesse dizer a você, um simples 'sim ou não', você estará pilotando para a Red Bull no próximo ano, por favor?"

Verstappen: "Você não entendeu isso da minha resposta antes?"

Motorsport.com: "Você poderia dizer isso?"

Verstappen: "OK, sim. E foi isso que eu disse - já estamos trabalhando no carro do próximo ano. Acho que quando você está muito concentrado nisso, significa que você também está pilotando para a equipe."

Embora a resposta de Verstappen tenha sido a mais clara até agora sobre como ele vê seu futuro na Red Bull, isso não o impede de tentar forçar uma saída antes do fim de seu contrato em 2028, se assim desejar no futuro.

Entende-se que a chance remota de Verstappen decidir fazer isso é o motivo pelo qual a Mercedes ainda não anunciou Andrea Kimi Antonelli como substituto de Lewis Hamilton para 2025.

Motorsport Business #13 – Como manter LEGADO de AYRTON SENNA com ANA SIMÕES, da Senna Brands

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast #288 – A McLaren realmente chegou? Briatore arrumará Alpine com motores Mercedes?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Ricciardo rebate comentários de Marko sobre Lawson em 2025
Próximo artigo F1: Alpine vê Ferrari com 'bons olhos' para parceria de motores em 2026

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil