F1: Chefe da Williams diz que pode negociar com Audi para futuro

Jost Capito afirmou que ainda é muito cedo, mas não fecha portas para marca que deve chegar à categoria em 2026

F1: Chefe da Williams diz que pode negociar com Audi para futuro
Carregar reprodutor de áudio

O Grupo Volkswagen confirmou no início de maio que entraria na Fórmula 1 com a Porsche e a Audi, embora não fizessem isso como equipes oficiais.

Os dois gigantes alemães ainda não anunciaram com quais equipes vão dar o salto, então os rumores no paddock estão aumentando com o passar do tempo.

Leia também:

A princípio, especulou-se que a Porsche se juntaria a uma das equipes de maior sucesso da era moderna da categoria, a Red Bull, algo que pode se encaixar, já que o time de Milton Keynes começou com o projeto Red Bull PowerTrains, de forma camuflada a continuar com a Honda até 2026.

Como é evidente, ainda faltam muitas temporadas até que a suposta associação seja finalizada, mas a maior dúvida vem com o outro fabricante, a Audi.

A Audi já esteve relacionada a uma associação com a McLaren, mas o CEO, Zak Brown, assegurou que "tiveram conversas", mas que "não foram para frente".

Outros rumores eram envolvendo a Aston Martin e uma possível venda por Lawrence Stroll, embora nenhuma das partes tenha falado sobre isso.

Agora, o último rumor que abalou o futuro da empresa de Ingolstadt foram as declarações de outra equipe histórica no grid, que está disposta a iniciar um projeto se for atraente.

Trata-se da Williams. Os britânicos iniciaram uma parceria com a Mercedes desde o início da era híbrida, e foi bem-sucedida, terminando em terceiro em 2014, apesar de suas gloriosas memórias da era BMW.

Por cinco anos, de 2000 a 2005, os ingleses tiveram o apoio total de uma fábrica pela última vez, e quando os alemães quiseram comprar a equipe, Sir Frank Williams recusou, então a BMW foi para a Sauber.

Sem fechar a porta ao Grupo Volkswagen, o atual chefe da Williams, Jost Capito, disse ao alemão F1 Insider: “É uma oportunidade muito interessante para qualquer equipe poder trabalhar com um fabricante, mas, no momento, não temos detalhes concretos e as regras do motor ainda não foram finalizadas."

"Até onde eu sei, as decisões do Grupo Volkswagen vão depender do regulamento, mas acho que isso será esclarecido nas próximas semanas. Se puderem ser especificados, é claro que vamos negociar com eles", disse ele.

HOJE NÃO? Hoje sim... Cléber Machado revela BASTIDORES da narração ICÔNICA de Rubinho/Schumi em 2002

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

 

PODCAST #177 - Red Bull 'roubou' status de favorita ao título da Ferrari?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

 

compartilhar
comentários
F1: Ferrari deve mudar de cor para reduzir peso no GP da Espanha
Artigo anterior

F1: Ferrari deve mudar de cor para reduzir peso no GP da Espanha

Próximo artigo

F1: Presidente da FIA não descarta retorno de Masi como diretor de prova

F1: Presidente da FIA não descarta retorno de Masi como diretor de prova