F1: Ferrari minimiza vantagem sobre McLaren nos construtores e acredita que rival segue forte

Equipes disputam terceiro lugar de equipes na atual temporada e escuderia de Maranello ultrapassou a histórica rival após GP do México

F1: Ferrari minimiza vantagem sobre McLaren nos construtores e acredita que rival segue forte

O piloto da Ferrari, Charles Leclerc, acredita que a batalha acirrada pelo terceiro lugar com a McLaren no campeonato de construtores da Fórmula 1 terá como vencedora a equipe que cometer menos erros e Carlos Sainz ainda vê a rival como uma ameaça. Desde que fez a dobradinha no GP da Itália em setembro, a equipe britânica viu sua vantagem se afrouxar enquanto a escuderia de Maranello subia.

Impulsionada por um sistema híbrido atualizado em sua unidade de potência, os italianos superaram a adversária de Woking em cada uma das últimas três corridas, transformando um déficit de 17,5 pontos em uma vantagem de 13,5 após a corrida no México. Sua dupla terminou em quinto e sexto, enquanto a McLaren marcou apenas um único ponto com Lando Norris.

Leia também:

Apesar da melhora da Ferrari, Leclerc acha que a velocidade pode não ser o fator decisivo na luta: "Dependerá de qual equipe cometerá menos erros, porque somos muito, muito parecidos".

"Pode haver corridas em que estaremos um pouco à frente e outras em que eles estarão melhor, mas não acho que isso fará diferença. Creio que aquele que não cometer grandes erros vencerá, e acho que o México foi um bom exemplo disso. Conseguimos somar alguns pontos, o que acho que é um momento importante para o terceiro lugar no campeonato."

O chefe da McLaren, Andreas Seidl, sentiu que o revés do México não era motivo para a McLaren desanimar na batalha contra a Ferrari e reiterou que dias difíceis podem facilmente virar ao contrário.

Daniel Ricciardo, McLaren MCL35M, Valtteri Bottas, Mercedes W12

Daniel Ricciardo, McLaren MCL35M, Valtteri Bottas, Mercedes W12

Photo by: Charles Coates / Motorsport Images

"O mais importante é aceitar que dias como no México podem acontecer nas corridas, fazem parte do esporte", disse Seidl. "Ao mesmo tempo, pode ser com o seu concorrente. Portanto, não há motivo para desistir dessa luta. É importante seguir em frente. Felizmente há outro GP logo no próximo fim de semana, e então podemos tentar contra-atacar."

"É claro que é uma decepção marcar apenas um ponto, o que é um grande golpe nos construtores, mas novamente, o mesmo pode acontecer com nossos rivais. Nós apenas temos que manter o foco em nós mesmos e garantir que continuemos pontuando de forma consistente."

As condições de alta altitude no México fizeram as equipes executar seus pacotes aerodinâmicos de alto downforce, e Seidl reconheceu que a McLaren estava "atrasada em comparação à Ferrari". Ele acrescentou que é "muito difícil prever" qual das quatro pistas restantes pode ser mais adequada para sua equipe do que para a adversária.

"Existem muitos fatores que desempenham um papel: temperaturas, seleção de pneus, nível de força aerodinâmica e características da pista, obviamente", disse o chefe de Woking. "Já vimos isso muitas vezes este ano, que era difícil de prever e pode ser diferente do que todos esperavam."

Carlos Sainz ecoou os pensamentos de Seidl, acreditando que a batalha pelo terceiro lugar permaneceria "muito equilibrada" até o final da temporada: "Você tem um exemplo do México: na Curva 1, Daniel estava à nossa frente e isso é um fato."

"A McLaren está no bolo em todos os fins de semana. Eles têm seus pontos fortes, como largadas muito boas e um carro que é muito bom em curvas de alta velocidade. Portanto, assim que formos para pistas mais favoráveis ​​a eles, como Monza ou Sochi, onde estavam quilômetros à frente, será difícil vencê-los."

"O que esta nova unidade de força nos permitiu é nos mantermos na disputa em todos os circuitos e fazer uma boa luta, que no momento estamos executando muito bem e finalmente nos colocamos à frente no campeonato", concluiu.

F1 2021: Hamilton 'SE DESCULPA' com Bottas, Alonso usa Verstappen para 'CUTUCAR' hepta e + do GP | RETA FINAL

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #142: Verstappen e Hamilton vão bater como Senna e Prost?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
VÍDEO: Band simula pit stops nas ruas de São Paulo para divulgar cobertura de GP no Brasil
Artigo anterior

VÍDEO: Band simula pit stops nas ruas de São Paulo para divulgar cobertura de GP no Brasil

Próximo artigo

F1: McLaren diz que "não há razão para desistir" de terceiro lugar de construtores

F1: McLaren diz que "não há razão para desistir" de terceiro lugar de construtores
Carregar comentários