F1: Ferrari prepara proposta de renovação para Leclerc e Sainz; saiba tempos de contratos

Final de temporada “caótico” fez com que escuderia atrasasse reuniões sobre renovação de dupla

Charles Leclerc, Ferrari, Carlos Sainz, Ferrari with the team

Erik Junius

O chefe da Ferrari, Fred Vasseur, culpou o final “caótico” da temporada de 2023 pelo atraso nas negociações de renovação de contrato com os pilotos Charles Leclerc e Carlos Sainz.

Ambos têm acordos em vigor até o final de 2024, mas em meio às especulações do verão de que Sainz estava enfrentando pressão para manter seu lugar, Vasseur disse que a equipe espera resolver isso no final deste ano.

Leia também:

Dada a falta de confirmação com o passar das semanas, espalharam-se rumores mais recentes de que Leclerc havia assinado um contrato de cinco anos que poderia elevar seu salário anual até 50 milhões de euros.

Mas Vasseur disse que o “grande caos” em torno de um final “muito exigente” da temporada de 2023 significou que as negociações dos pilotos foram finalmente colocadas em segundo plano e uma decisão oficial deverá ser tomada em breve.

Falando em um evento de imprensa em Maranello, ele disse: “Eles têm contrato conosco até o final de 2024. Significa que ainda temos 13 meses pela frente.

“É bastante confortável. Ainda temos muitas semanas e meses pela frente.

“Eu disse [à imprensa] que tentarei tomar uma decisão antes do final do ano. Tenho que admitir que a última parte da temporada foi um grande caos para todos. Acho que foi muito exigente.

“Tivemos reuniões e iniciamos a discussão, mas estamos atrasados em relação ao plano inicial.

“Mas isso não é um problema. Estamos muito avançados em comparação com a Mercedes [anunciando novos acordos para Lewis Hamilton e George Russell no final de agosto].

“Estamos tranquilos nisso e tomaremos a decisão em breve.”

Frederic Vasseur, Team Principal and General Manager, Scuderia Ferrari

Photo by: Ferrari

Frederic Vasseur, Team Principal and General Manager, Scuderia Ferrari

O Motorsport.com apurou que uma oferta de extensão de três anos para Leclerc e um contrato de duas temporadas para Sainz estão sendo preparados pela equipe.

Vasseur acrescentou que, apesar de Leclerc ser visto externamente como o líder da Ferrari, seus dois pilotos têm status iguais – sublinhado por um GP de Singapura, no qual Leclerc sacrificou sua escolha de pneus para se defender de Russell e ajudar Sainz à única vitória da equipe na temporada.

“Mostramos nesta temporada que temos um tratamento mais que igualitário entre os pilotos”, acrescentou Vassuer.

“Lembro-me perfeitamente que há um ano tive toneladas de perguntas sobre Charles número um e Carlos número dois e blá, blá, blá, blá…

“Não é que tenhamos o número um, o maior ativo. Temos dois pilotos. Eles estão fazendo um bom trabalho…”

“Acho que um dos pontos positivos da temporada é que eles marcaram quase o mesmo número de pontos. [Leclerc: quinto, 206 pontos; Sainz: sétimo, 200].

“Vou considerar este ano da mesma forma para dar-lhes exatamente o mesmo nível.”

Colaboraram Roberto Chinchero e Franco Nugnes

Podcast #261 - Show de Casagrande, ascensão de Massa e o futuro da Stock

 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1 - Sem favorecimentos: Ferrari não estabelece piloto nº 1 para 2024
Próximo artigo Análise técnica F1: Entenda como pequenos ganhos tornaram RB19 da Red Bull quase imbatível

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil