F1: Gasly espera lutar por títulos com a Red Bull no futuro

Um dos destaques da F1 em 2021, Gasly revela que ainda não desistiu da ideia de voltar à Red Bull

F1: Gasly espera lutar por títulos com a Red Bull no futuro

Pierre Gasly segue em um bom momento na Fórmula 1. O piloto da AlphaTauri não é eliminado no Q2 em pista seca desde o GP de Portugal de 2020 e pontuou nas seis das últimas vez corridas. No paddock, essas atuações reacendem um velho debate, sobre uma redenção do francês na Red Bull.

Em 2019, Gasly foi promovido à Red Bull para substituir Daniel Ricciardo. No entanto, decepcionou nos 12 GPs que disputou, sofrendo com a comparação a Max Verstappen e acabou sendo rebaixado para a então Toro Rosso, em uma troca de vagas com Alex Albon.

Leia também:

A má fase do tailandês poderiam ter dado a Gasly uma segunda chance. Mas a Red Bull optou por trazer, pela primeira vez desde 2007, um piloto de fora de seu programa de talentos: Sergio Pérez.

Como foi o caso com outro francês, Esteban Ocon, e a Mercedes, muitos questionaram se o futuro de Gasly não está fora do programa da Red Bull.

Perguntado pelo Motorsport.com sobre a possibilidade de deixar a Red Bull para garantir o crescimento de sua carreira a longo prazo, Gasly explicou que tinha apenas um objetivo, a conquista do Mundial, e que espera fazer isso com a marca austríaca, se possível.

"Estou na F1 para lutar pela ponta. Trabalho todos os dias para ser o melhor piloto possível para que um dia possa lutar pelo título, brigar com mais regularidade por pódios e vitórias. Esse é o meu objetivo".

"Espero que isso aconteça com a Red Bull. Estou na F1 graças à Red Bull, então sou muito grato a eles. No momento, ainda tenho um contrato com eles, então vocês sabem qual é o objetivo. Se houver vontade de trabalharmos juntos, obviamente ficarei muito feliz".

"E se não houver essa vontade, então haverão outras opções. Mas acho que, por enquanto, o mais importante é ser competitivo, conseguir um bom desempenho e obter bons resultados. Vamos deixar as oportunidades para mais tarde".

Após as duas primeiras corridas de 2021, Gasly ocupa a nona posição do Mundial, sem conseguir repetir a mesma sorte das classificações na corrida. Uma colisão na largada no Bahrein o mandou para o fundo do grid, enquanto uma escolha ruim de pneus em Ímola o colocou em dificuldades. Mesmo assim, terminou em sétimo.

"O fim de semana como um todo foi positivo, mas o domingo não foi uma corrida bem executada do nosso lado. Acho que podemos ficar felizes com o sétimo lugar, dado o início. Estamos obviamente desapontados, pois saímos em quinto e queria uma corrida limpa para pontuar. Tivemos sobre com a bandeira vermelha e recuperei posições, mas não foi fácil".

F1 2021: 'Guerra' de MOTORES entre Mercedes e Red Bull-Honda e o GP de Portugal | DIRETO DO PADDOCK

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Por que temporada de 2021 promete ser a mais equilibrada dos últimos anos?

 

compartilhar
comentários
F1: Bottas supera Verstappen e lidera primeiro treino livre para o GP de Portugal
Artigo anterior

F1: Bottas supera Verstappen e lidera primeiro treino livre para o GP de Portugal

Próximo artigo

F1: Hamilton coloca teste com pneus de 2022 como indicativo de permanência no grid

F1: Hamilton coloca teste com pneus de 2022 como indicativo de permanência no grid
Carregar comentários