F1: Haas explica decisão de liberar Grosjean e Magnussen no final de 2020

compartilhar
comentários
F1: Haas explica decisão de liberar Grosjean e Magnussen no final de 2020
Por:

Gunther Steiner ainda disse que a Haas não tem pressa para decidir quais serão os pilotos de 2021

Nesta quinta, Romain Grosjean e Kevin Magnussen anunciaram que não seguirão com a Haas na Fórmula 1 após o final desta temporada. E segundo o chefe da equipe, Gunther Steiner, a decisão de liberar seus pilotos atuais foi feita há "duas ou três semanas", para dar a eles a chance de buscar outra vaga.

Os pilotos da F2 Mick Schumacher e Nikita Mazepin, que possuem boas associaçõe comerciais, são vistos como os principais candidatos para as vagas, a menos que a equipe mude de ideia e traga um nome mais experiente como Nico Hulkenberg ou Sergio Pérez.

Leia também:

"Queríamos ser justos com eles", disse Steiner. "Poderíamos ter mantido o segredo por mais tempo. Mas são pilotos que fizeram muito por nós nos últimos anos".

"Não queríamos seguir esse caminho, falamos a eles que vamos fazer mudanças e avisamos com antecedência para que pudessem buscar outros lugares. Se disséssemos apenas quando tivermos a nova dupla, eles não teriam chances de encontrar uma vaga no próximo ano".

"Acredito que essa decisão foi tomada há duas ou três semanas. Avisei eles por ligação na semana passada".

Steiner reconheceu que não foi fácil liberar dois pilotos que estavam com a equipe há tanto tempo. Grosjean corre com a Haas desde a chegada da equipe à F1 em 2016, enquanto Magnussen se uniu à estrutura no ano seguinte.

"É muito difícil. Por mais que nosso relacionamento tenha passado por altos e baixos, no final, você não fica com a pessoa por tanto tempo se não gostar deles. Por isso é sempre difícil algo do tipo".

"Mas, no final, precisamos olhar para a equipe. E ambos foram compreensíveis. Certamente não ficaram felizes. Mas também, quem ficaria? Mas eles foram compreensíveis e sabem que tivemos um bom período juntos".

"No final, não fica um clima ruim entre nós, queremos focar agora no final da temporada. Mas eu preciso pensar na equipe como um todo e é por isso que tomamos essa decisão. É parte do trabalho".

Steiner se recusou mais uma vez a comentar sobre quem ainda está na lista da equipe. Perguntado se a equipe está buscando pilotos com apoio financeiro, ele admitiu que pode ter um elemento comercial em qualquer acordo.

"Pode ser, dinheiro e talento. Aliás, o talento sempre precisa existir, não apenas o dinheiro. O talento é muito importante, talvez até mais, mas algumas pessoas trazem patrocínios com elas. Então estamos olhando as opções".

"Temos algumas opções por aí. E elas não vão sumir porque o mercado está pequeno neste ano. Demos sorte neste ano. Então por isso não temos pressa para bater o martelo".

Steiner admitiu ainda que ter dois novatos é uma possibilidade no lugar de um jovem e um com mais experiência.

"Se você tem um com experiência e um novato que sofre para encontrar seu caminho, ele pode perder confiança. E isso não é bom. Olha o que aconteceu com quem correu ao lado de Max Verstappen".

"Todos sofrem porque ele é muito bom. E você pega um novato nesta situação, não é bom para ele. Talvez dois novatos seja melhor, mas ainda não sei".

"É uma das coisas que estamos avaliando: precisamos de um com experiência ou não, podemos ir com dois novatos?".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Neste fim de semana, a F1 visita Portimão, para o GP de Portugal. E em uma prova onde adaptação é essencial, a Mercedes e Hamilton podem respirar aliviados: o piloto ou a equipe venceram a edição inaugural das quatro últimas provas novas. Ele venceu em Mugello, Sochi e Austin. Já Rosberg venceu em Baku. Parece uma aposta certa não? Quer saber mais? Confira o ThePlayer.com e não perca nada!

CEO da F1 cita outros esportes e diz que categoria não pode usar “camisa de força” contra mudanças

Podcast – O mercado da F1 para 2021 e os 30 anos do bicampeonato de Senna

 

F1: Racing Point levará advertência da FIA por caso Stroll

Artigo anterior

F1: Racing Point levará advertência da FIA por caso Stroll

Próximo artigo

Russell garante permanência apesar de rumores de Pérez: "Estarei no grid com a Williams"

Russell garante permanência apesar de rumores de Pérez: "Estarei no grid com a Williams"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Romain Grosjean , Kevin Magnussen
Equipes Haas F1 Team
Autor Adam Cooper