F1: Hamilton volta a ter carreira gerida por ex-piloto e amigo

Marc Hynes volta a trabalhar com heptacampeão mundial. Cooper, empresa americana que esteve com piloto, teve acordo encerrado ao final de 2023

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1, celebrates, Marc Hynes after taking his 69th F1 Pole Position

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1, celebrates, Marc Hynes after taking his 69th F1 Pole Position

Steven Tee / Motorsport Images

Lewis Hamilton encerrou seu contrato com a empresa de gestão norte-americana Copper e está mais uma vez trabalhando com seu amigo de longa data Marc Hynes.

Ex-piloto do BTCC e campeão britânico de F3, Hynes fez amizade com Hamilton quando o jovem competia pela equipe Manor de John Booth na Fórmula Renault e na F3. Hynes serviu como treinador de pilotos da Manor e permaneceu próximo de Hamilton depois que ele chegou à F1.

Leia também:

Em dezembro de 2015, ele assumiu um cargo que envolvia focar na construção da organização do Project Forty Four, criado por Hamilton um ano antes, além de cuidar de suas atividades diárias enquanto estava presente nas corridas.

Hynes deixou o cargo de Hamilton no início de 2021. Posteriormente, ele se tornou uma parte importante da equipe administrativa de Zhou Guanyu, trabalhando com seu associado de longa data e ex-colega da Manor/Marussia, Graeme Lowdon. A empresa que possuem juntos, a Equals Management, continuará a trabalhar com o piloto chinês.

De 2021 a 2023, Hamilton trabalhou com Copper e Penni Thow, concentrando-se principalmente na expansão do Project Forty Four e na busca de empreendimentos fora das corridas, incluindo a fundação Mission 44, um projeto de documentário para a Apple TV, além do filme de Brad Pitt, apoiado pela Apple, do qual Hamilton é produtor.

Penni Thow, Sports and Media Talent manager

Photo by: Sam Wallander

Penni Thow, Sports and Media Talent manager

Apesar do fim do contrato principal de gestão, Hamilton continuará trabalhando com Thow em alguns dos projetos em andamento, como o filme de Pitt.

Enquanto isso, Hynes se concentrará no trabalho diário de Hamilton nas corridas, e não em atividades de marketing, com novas nomeações esperadas para reforçar a equipe de gestão do piloto, à medida que ele continua a realizar projetos fora do esporte.

Um porta-voz de Hamilton disse ao Motorsport.com: “O acordo de gestão entre Penni Thow e sua empresa Copper com Lewis Hamilton chegou ao seu fim natural em dezembro de 2023, após o término de um prazo fixo.

"Ao longo da parceria, Penni e sua equipe apoiaram a visão empreendedora de Lewis e juntos lançaram vários empreendimentos interessantes.

“Embora o acordo de gestão tenha terminado, a Copper continuará trabalhando com Lewis em alguns desses projetos conjuntos para garantir seu desenvolvimento e sucesso contínuos.

DRUGOVICH e BORTOLETO na mesma equipe de F1? Brasileiros falam sobre 2024 e ALÉM na ASTON e McLAREN

Sai Barcelona, entra Madri: F1 muda DNA e pode perder GPs clássicos

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: Com cerca de R$ 90 bilhões, Liberty lidera lista de “impérios esportivos” do mundo
Próximo artigo F1: 'VCARB' anuncia ex-FIA e confirma Permane como diretor de corridas

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil