F1: Leclerc crê que Ferrari está “de volta à realidade” após bom desempenho em Mônaco

Segundo o monegasco, o que ocorreu no último GP da Fórmula 1 foi “único” na trajetória da escuderia de Maranello no campeonato deste ano

F1: Leclerc crê que Ferrari está “de volta à realidade” após bom desempenho em Mônaco

Na disputa com a McLaren pelo terceiro lugar na classificação de construtores da Fórmula 1, a Ferrari surpreendeu a todos com o ótimo desempenho em Mônaco. Famoso pelas curvas de baixa velocidade, o GP em Monte Carlo permitiu que a escuderia italiana quebrasse, com Charles Leclerc, um incômodo jejum de corridas sem poles, que perdurava desde o GP do México, em 2019.  De quebra, os italianos ainda viram o espanhol Carlos Sainz alcançar o pódio, o primeiro da temporada de 2021.

Leia também:

Apesar do resultado expressivo, Leclerc rechaçou qualquer possibilidade de a Ferrari entrar na acirrada disputa entre Red Bull e Mercedes pelo topo do Campeonato de Construtores.

“Iremos voltar um pouco à realidade agora”, disse o monegasco. “Mônaco foi um caso isolado. Estávamos lutando pela vitória, o que foi incrível e muito bom para a motivação de todos”, completou Leclerc.

Questionado em qual outra pista a Ferrari poderia performar tão bem, o piloto não titubeou e escolheu Singapura, esperando que o circuito de rua possa propiciar o melhor cenário para o SF21.

“Se estivermos olhando para o calendário, acho que o que poderia ser mais parecido com Mônaco é provavelmente Singapura”, respondeu Leclerc. “Mas não sei se vai ser tão competitivo, as condições são muito diferentes, muito úmida. É um pouco mais quente lá. Mas se você olhar para as características da pista, acho que Singapura é a que fica mais perto de Mônaco”, disse o piloto da Ferrari.

O GP de Mônaco simbolizou a primeira corrida em que a equipe italiana conseguiu rivalizar com Red Bull e a Mercedes em termos de desempenho – fato que não ocorria desde 2019, tendo em vista sua drástica queda de performance na temporada passada. Segundo Leclerc, a boa performance da equipe ocorreu graças ao desempenho aerodinâmico do carro SF21, que permitiu um bom equilíbrio nas curvas de baixa velocidade do circuito.

“Porém como eu disse, Mônaco é único, então nós não devemos nos deixar levar muito”, finalizou Leclerc.

Mesmo assim, a Ferrari teve um bom início de fim de semana no Azerbaijão. Charles Leclerc liderou a maior parte do TL1, sendo superado por Max Verstappen apenas nos minutos finais, enquanto Carlos Sainz não ficou longe, terminando em terceiro na classificação.

F1 2021: Max VS Lewis nos BASTIDORES, Bottas #CHATEADO, Emerson 'pistola' e mais | DIRETO DO PADDOCK

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: TELEMETRIA: O quebra-cabeças na desafiadora Baku com Rico Penteado

 

compartilhar
comentários
F1: Verstappen supera Ferraris e lidera o TL1 para o GP do Azerbaijão marcado por bandeiras amarelas
Artigo anterior

F1: Verstappen supera Ferraris e lidera o TL1 para o GP do Azerbaijão marcado por bandeiras amarelas

Próximo artigo

F1: Equipes correm contra o tempo para se vacinar até o GP da Holanda após requerimento do governo

F1: Equipes correm contra o tempo para se vacinar até o GP da Holanda após requerimento do governo
Carregar comentários