F1: Mazepin propõe esquema de incentivos aos membros da Haas para 2022; entenda

Dmitry Mazepin, principal patrocinador de equipe norte-americana também pensa em ter time na F1

F1: Mazepin propõe esquema de incentivos aos membros da Haas para 2022; entenda

Dmitry Mazepin, dono do Uralkali, principal patrocinadora da Haas na Fórmula 1, propôs um esquema de incentivos aos membros para o próximo ano em uma tentativa de ajudar a equipe a subir no grid.

A combinação de uma difícil temporada de 2021 para a Haas, aliada às crescentes demandas de um calendário de 23 corridas no próximo campeonato, deixou a equipe com o provável desafio de manter seu melhor pessoal entregando o seu máximo.

Leia também:

Mas com Mazepin, pai do piloto Nikita, determinado a fazer tudo o que puder para ajudar, ele apresentou um plano para incentivar a equipe a permanecer totalmente motivada.

Embora a Uralkali não vá alterar os termos de seu acordo de patrocínio para aumentar o financiamento no orçamento geral da equipe, Mazepin acredita que o novo esquema é uma boa maneira de ajudar a situação.

Em declarações ao canal russo Match TV nesta quinta-feira, ele disse: "O contrato existente é o que temos, mas para o próximo ano, estamos propondo um acordo adicional, voluntariamente, para incentivar os membros da equipe a ficarem, se envolverem mais e entenderem isso. É difícil fazer a manutenção dos carros durante 23 corridas e voar para 23 países diferentes.”

"O fator humano é muito importante aqui e é por isso que queremos aumentar a motivação dos funcionários. Nós, como patrocinadores, queremos fazer parte da equipe."

A Uralkali tem um contrato de longo prazo com a Haas, que foi garantido após a chegada de Nikita Mazepin.

Embora a temporada de 2021 vem sendo difícil para a Haas, com a equipe tendo abandonado o desenvolvimento de seu carro para se concentrar inteiramente na campanha de 2022, Dmitry Mazepin não desanima.

"Estamos satisfeitos", disse ele. “Em primeiro lugar, agradecemos à equipe que encontrámos um interesse mútuo em celebrar este tipo de acordo. A equipe tem trabalhado muito, mas vemos grandes oportunidades, que podemos concretizar através do esforço conjunto, para alcançarmos um resultado superior no próximo ano."

Equipe própria

Dmitry Mazepin, father of Nikita Mazepin, Haas F1

Dmitry Mazepin, father of Nikita Mazepin, Haas F1

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Embora a Uralkali esteja intimamente associada à carreira de Nikita Mazepin, seu pai deixa claro que as ambições da empresa na F1 não estão restritas ao jovem.

Interessado na compra da Force India em 2018, Dmitry deixou claro que continua aberto à ideia de comprar um time.

"Temos grandes ambições no automobilismo e tivemos uma tentativa malsucedida de comprar uma equipe de Fórmula 1", disse ele.

“Ainda é uma possibilidade para nós. Não está relacionado a Nikita, mas é determinado pelos nossos planos a longo prazo. Pelo contrário, queremos expandir a nossa presença na F1.”

"Temos a equipe Hitech que compete na Fórmula 4, Fórmula 3 e Fórmula 2, e a verdadeira coroa dessa jornada seria possuir uma equipe de Fórmula 1."

Questionado sobre se seus planos de propriedade na F1 giravam em torno da Haas ou não estavam específicos a uma equipe no momento, Mazepin disse: "Não específico. Atualmente não estamos em nenhuma negociação porque todos estão dando um tempo para ver como as coisas se desenrolam em 2022 em termos de qual equipe terá sucesso.”

"Se, de repente, uma pequena equipe se tornar bem-sucedida em 2022, é claro que seu valor e atratividade serão maiores."

ALONSO na RED BULL? Veja 'FLERTES' do piloto com equipes da F1 e saiba como ele quase parou na BRAWN

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #148: O jogo virou a favor da Mercedes? Quem é o favorito ao título?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

 

compartilhar
comentários
F1: Hamilton se movimenta para seguir na Mercedes mesmo após aposentadoria
Artigo anterior

F1: Hamilton se movimenta para seguir na Mercedes mesmo após aposentadoria

Próximo artigo

F1: Entenda como Tilke fez Jeddah, "um de seus projetos mais ambiciosos", em tempo recorde

F1: Entenda como Tilke fez Jeddah, "um de seus projetos mais ambiciosos", em tempo recorde
Carregar comentários