F1: McLaren passa a carregar o nome de Senna no halo do carro

Decisão foi tomada em conjunto com a família do tricampeão após a Williams remover a homenagem no carro de 2022

F1: McLaren passa a carregar o nome de Senna no halo do carro
Carregar reprodutor de áudio

O nome de Ayrton Senna volta a estar presente em todas a corridas da Fórmula 1. A partir do GP de Mônaco deste fim de semana, o símbolo do tricampeão brasileiro passa a figurar no halo do carro da McLaren.

Senna sempre será sinônimo de McLaren, devido ao seu sucesso com a equipe, conquistando seus três títulos lá. Mas após a morte do brasileiro, no GP de San Marino de 1994, a Williams, equipe do piloto na época, vinha carregando seu nome no bico do carro.

Leia também:

Só que, para 2022, a Williams optou por remover a marca de Senna do carro. Falando no lançamento do modelo, o CEO Jost Capito disse que a decisão foi dos novos donos da equipe, que optaram por outros modos de homenagear o brasileiro.

Senna logo on the front wing of Williams FW42

Senna logo on the front wing of Williams FW42

Photo by: Simon Galloway / Motorsport Images

A partir de Mônaco, a McLaren seguirá homenageando o nome Senna, acrescentando sua logo no halo do carro. Em um breve vídeo divulgado na sexta pela manhã, a equipe prestou uma homenagem ao brasileiro.

"Estamos honrados por levar o nome de Ayrton Senna a partir do GP de Mônaco. Sua coragem, comprometimento e talento continuam determinando o patamar de nossa equipe até hoje".

A adição do símbolo tem o apoio total da família Senna e do Instituto.

Zak Brown, CEO da McLaren, disse: "Não consigo pensar em uma corrida melhor que Mônaco para iniciar esse reconhecimento da vida de Ayrton. Tendo vencido esse GP seis vezes, mais que qualquer outro piloto, Ayrton provou suas habilidades atrás do volante de um F1, algo raramente igualado".

"Essa adição aos nossos carros de F1 será permanente, e foi feita com o apoio da família Senna. Servirá como um lembrete constante do talento sensacional de Ayrton Senna para nós como equipe e para nossos fãs ao redor do mundo".

Senna guiou pela McLaren entre 1988 e 1993, vencendo os Mundiais de 1988, 1990 e 1991. Ele venceu 35 corridas de 96 disputadas pela equipe, triunfando pela última vez na F1 com o time de Woking no GP da Austrália de 1993.

 

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #179: O que Hamilton e Russell podem conseguir com melhora da Mercedes?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Leclerc lidera o primeiro treino livre para o GP de Mônaco com Pérez em 2º
Artigo anterior

F1: Leclerc lidera o primeiro treino livre para o GP de Mônaco com Pérez em 2º

Próximo artigo

F1: FIA estende isenção de uso de joias para pilotos até o fim de junho

F1: FIA estende isenção de uso de joias para pilotos até o fim de junho