F1 - Montezemolo lamenta ver Ferrari celebrando terceiro lugar em corridas: "Enzo nunca aceitaria isso"

Ex-presidente da marca italiana falou sobre o momento atual da equipe italiana comparando com o período de Enzo Ferrari, cuja morte completa 35 anos

The Red Bull trophy delegate, Sergio Perez, Red Bull Racing, 2nd position, Max Verstappen, Red Bull Racing, 1st position, Charles Leclerc, Scuderia Ferrari, 3rd position, celebrate on the podium with Champagne

O ex-presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, lamentou que a Scuderia esteja "comemorando um terceiro lugar" na Fórmula 1 como o conquistado em Spa-Francorchamps, dizendo que é uma atitude que o fundador da montadora de Maranello, Enzo Ferrari, nunca aceitaria.

No GP da Bélgica, o último antes da pausa de verão, Charles Leclerc conquistou o terceiro lugar após largar da pole position, sendo rapidamente superado pelas Red Bulls e tendo que segurar Lewis Hamilton.

Leia também:

No contexto atual, é um resultado importante para a equipe, que não conseguiu aproveitar o bom momento no começo de 2022, decaindo desde então para ocupar o quarto lugar no Mundial. Em Maranello, houve também comemoração em um momento na qual a briga pela segunda força varia a cada GP, com a Ferrari nem sempre na festa.

Mas, para Montezemolo, essa atitude não cai bem para a equipe. Ele, que acompanhou a Ferrari na F1 no início dos anos 1970 como assistente de Enzo Ferrari antes de se tornar presidente da marca entre as décadas de 1990 e 2010, viveu dois períodos de sucesso da Scuderia, incluindo a era Schumacher.

Em uma entrevista ao Quotidiano Sportivo, onde falava dos 35 anos da morte de Il Commendatore, foi apontado a Montezemolo que os resultados atuais da equipe são tão "ruins" quanto há 50 anos, quando chegou à Ferrari.

"Sabe o que lamento? Ver a comemoração por um terceiro lugar, como em Spa. Não é a Ferrari, e Enzo não teria aceito isso. Nunca".

Falando sobre Leclerc e, principalmente, a incerteza que paira sobre seu futuro além de 2024, Montezemolo acredita que a renovação com o monegasco seria um acerto, insistindo que o problema não está nos pilotos.

"Charles [...] eu definitivamente renovaria com ele. Ele é bom e não acho que haja pilotos mais fortes que ele. Mas agora, quem está guiando o carro é o menor dos problemas. Como presidente, construí um time dos sonhos, com Schumi [Michael Schumacher], Jean Todt, [Ross] Brawn, [Rory] Bryne...".

"Como torcedor, sonho com uma Ferrari que nem sempre vença, mas que lute pelo título até a última corrida. Como em 1997, 1998, 1999, 2008, 2010 e 2012. Você pode perder, mas como protagonistas, não figurantes".

Depois de explicar que o atual presidente, John Elkann, "nunca" lhe pediu conselhos ou mesmo uma opinião sobre a Scuderia, Montezemolo finaliza voltando a Enzo Ferrari: "Me ensinou muito. Por exemplo, nunca descansar sobre os louros. Após uma vitória, ele imediatamente pensou na próxima corrida".

Qual a DIFERENÇA entre o domínio de Max com a Red Bull e o pico de Hamilton/Mercedes? E a McLaren?

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #243 – Quem faz da F1 em 2023 um verdadeiro fiasco?

 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Red Bull está surpresa que levou tanto tempo para rivais entenderem "segredo" do DRS
Próximo artigo Massa dá primeiro passo em ação contra FIA e F1 sobre título de 2008

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil