F1: Norris revela que cogitou deixar McLaren após início difícil de temporada

Piloto britânico está vinculado à equipe até 2025

Lando Norris, McLaren

A McLaren voltou a apresentar um bom desempenho nas últimas corridas, mas no início da temporada da Fórmula 1 as coisas não saíram como o planejado na escuderia britânica. O início de 2023 também não foi agradável para Lando Norris, e o jovem britânico duvidou de seu futuro com a equipe.

O início da temporada da McLaren foi desastroso. Nas duas primeiras corridas, a equipe baseada em Woking permaneceu sem pontuar e, depois disso, cada ponto marcado foi valorizado. Após as atualizações na Áustria e em Silverstone, a McLaren começou a competir pelas primeiras posições, com mais da metade do total de pontos conquistados desde a corrida no Red Bull Ring.

Leia também:

Para Norris, o início dramático foi uma surpresa desagradável. O jovem britânico havia assinado uma renovação de contrato em fevereiro de 2022, vinculando-o à McLaren até 2025. Ao assinar, o piloto tinha a expectativa de competir por vitórias em um futuro próximo. Quando parecia que essa expectativa não se concretizaria após as primeiras corridas, ele teve dúvidas sobre seu futuro com a equipe.

"Um jogo de impaciência estava acontecendo na minha cabeça", disse Norris ao Sky Sports sobre suas dúvidas"Fico aqui ou é hora de procurar outro lugar? Após as boas atuações nas últimas semanas, ganhei mais confiança na escolha que fiz de ficar até 2025. Também estou mais confiante de que podemos alcançar nossos objetivos juntos."

Convicção de Brown

Além do bom desempenho, a lealdade também foi um motivo para ficar. "É claro", disse Norris. "Eu gostaria de vencer corridas com a McLaren. Quero ganhar campeonatos. Meus objetivos e meu sucesso eu quero alcançar com a McLaren. Esse tem sido meu objetivo desde o início, desde que cheguei aqui, desde que entrei na Fórmula 1. Sou uma pessoa leal, se eu tiver a oportunidade com uma equipe, quero ter sucesso com ela."

Para Norris, o desafio é maior porque sua equipe não ganha um título desde 2008: "Isso torna a história mais legal. A equipe passou por um período muito difícil nos últimos anos, lutamos para voltar e agora queremos nos tornar o primeiro time. Se pudermos competir por títulos e vitórias, teremos percorrido um longo caminho. Essa será uma ótima história daqui a 10 ou 20 anos."

VÍDEO: Max Wilson compara auges de Verstappen, Hamilton e Alonso

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate se Red Bull de 2023 pode ser comparada à McLaren de 1988

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Pérez pode ter salário reduzido devido ao mau desempenho
Próximo artigo F1- Horner: Wolff e eu somos os últimos "dinossauros" entre os chefes de equipe

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil