Fórmula 1 GP do Catar

F1: Pérez tenta justificar fracasso no Catar e detona polêmica do GP

"Uma piada", afirmou o piloto mexicano da Red Bull; saiba mais no Motorsport.com

Sergio Perez, Red Bull Racing RB19

Companheiro do tricampeão mundial Max Verstappen, da Holanda, na equipe Red Bull de Fórmula 1, o mexicano Sergio Pérez voltou a ter uma corrida difícil no GP do Catar, disputado no último fim de semana.

Ao passo que Verstappen venceu em Losail, Pérez terminou apenas em 10º, tendo sofrido com os limites de pista nas cercanias de Doha, onde 'Checo' inclusive acabou tomando uma punição tardia após a prova, o que o demoveu de nono para 10º.

O editor recomenda:

E Sergio 'disparou' contra os famigerados 'track limits' no Catar, chamando-os de "piada" depois das três penalidades recebidas na corrida do último domingo. Segundo Pérez, era difícil ver a linha branca que delimitava o limite da pista em Losail. 

Especialmente nas curvas 12 e 13, nas quais houve uma alteração dos limites decorrente das preocupações de segurança da Pirelli com os pneus. Ainda assim, nem todas as infrações de Checo aconteceram nos trechos em questão.

De qualquer forma, foi uma prova difícil para Pérez desde o princípio, uma vez que ele largou do pitlane pelo fato de a Red Bull ter tido de consertar seu carro após acidente com o alemão Nico Hulkenberg, da Haas, e o francês Esteban Ocon, da Alpine, na sprint de sábado no Catar.

Em meio à 'escalada', porém, Sergio extrapolou os limites de pista diversas vezes, o que gerou as punições na região de Doha. O mexicano argumenta que tentou evitar as penalidade, mas que de fato poderia ter feito um trabalho melhor.

"Para mim, era impossível ver", disse ele. "E eu estava tendo muita 'margem', abrindo mão de muito tempo de volta por isso, mas ainda assim... Para mim, era muito difícil julgar, mas havia pilotos que conseguiam fazer isso, então acho que não fiz um trabalho bom o suficiente nesse sentido".

"Mas também acho que foi uma piada o que acabamos fazendo com os limites de pista. Em primeiro lugar, acho que é muito ruim encontrarmos uma solução de última hora para policiar. Depois, as penalidades...".

.Sergio Perez, Red Bull Racing, with Helmut Marko, Consultant, Red Bull Racing

Sergio Perez, Red Bull Racing, com Helmut Marko, Consultor, Red Bull Racing

Foto de: Sam Bloxham / Motorsport Images

"Foi muito frustrante, como você pode imaginar. Foi uma tarde muito longa, e fiquei muito decepcionado por ter decepcionado minha equipe. Foi um fim de semana muito ruim no geral, ainda mais com o incidente de sábado, que tornou o domingo ainda pior. Há muitas coisas para analisar para garantir que colocaremos tudo em ordem para as próximas corridas", seguiu o piloto mexicano.

Vice-líder, Pérez agora tem uma vantagem de 30 pontos sobre o britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, na luta pelo segundo lugar no campeonato mundial de pilotos de F1. Checo crê que prevalecerá sobre o heptacampeão mundial.

"Sim, e esse é o objetivo absoluto", disse ele quando questionado sobre o segundo lugar na classificação. "Tive algumas corridas ruins ultimamente, mas acho que assim que corrigirmos tudo, poderei reencontrar a boa forma."

Um raro ponto positivo do fim de semana no Catar foi o fato de Pérez ter conseguido instalar uma nova unidade de potência da Honda no seu carro, de modo que uma nova penalidade é improvável até o fim do ano, uma vez que Sergio já pagou a punição largando do pitlane no Catar.

Isso deve ajudar a garantir que ele possa disputar de maneira mais competitiva os cinco eventos finais, incluindo sua corrida em casa no México, sem receber penalidades nos grids de largada. O próximo GP da F1 é nos Estados Unidos, em Austin, no próximo dia 22 de outubro, no Texas.

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior A Mercedes "não tem controle" sobre Hamilton e Russell mais, diz ex-F1
Próximo artigo F1: Proposta da Bridgestone para fornecimento de pneus incluía "tecnologias inovadoras e avançadas"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil