F1: Red Bull encontrou benefícios com novo motor Honda; entenda

Max Verstappen foi o mais rápido nos testes de pré-temporada no Bahrein com RB16B

F1: Red Bull encontrou benefícios com novo motor Honda; entenda

A Red Bull conseguiu projetar um novo modelo para temporada de 2021 da Fórmula 1 muito mais compacto graças à colaboração da Honda, que forneceu uma unidade de potência totalmente redesenhada. Mas será o suficiente para vencer a Mercedes?

Max Verstappen foi o mais rápido nos testes de pré-temporada no Bahrein com o RB16B, um carro que evoluiu em relação ao ano passado e que parece ter melhorado muito no inverno europeu.

Leia também:

Em Milton Keynes eles trabalharam muito para oferecer a Verstappen e Sergio Pérez uma máquina com expectativas de desafiar a atual campeã mundial.

O engenheiro Adrian Newey parece já ter recuperado o downforce perdido com a introdução dos novos regulamentos da FIA, otimizando um RB16 que já havia vencido no final do ano passado em Abu Dhabi, na corrida final da temporada de 2020.

Il retrotreno della Red Bull Racing RB16B

Il retrotreno della Red Bull Racing RB16B

Photo by: Giorgio Piola

A nova suspensão traseira foi projetada para levar os conceitos aerodinâmicos ao extremo: os braços que compõem o triângulo inferior (se ainda podemos chamar de um triângulo) foram movidos para trás em relação ao semieixo, se tornando uma espécie de corpo de asa que funciona em sinergia com o extrator.

A junta foi inclinada (e do ponto de vista puramente mecânico certamente não é uma vantagem porque está sujeita a forças de torção adicionais) graças à elevação do diferencial que permitiu criar um grande canal que alimenta o difusor com uma etapa de ar.

Em todo esse refinamento do projeto, há também o desejo da Honda de deixar a F1 até o final do ano, levando os japoneses a avançar para 2021 alguns conceitos que deveriam ter estreado no carro de efeito solo em 2022.

A Honda declarou que superou a potência do motor Mercedes do ano passado, contribuindo com cerca de vinte cavalos a mais para Red Bull e AlphaTauri, sem saber que em Brixworth aumentaram a barra em quase trinta cavalos. De todo modo, é claro que a fabricante japonesa reduziu a distância da unidade projetada pelo chefe da divisão de motores Hywel Thomas.

O descolamento da tampa do motor do RB16B que Sergio Pérez sofreu durante os testes mostrou ao mundo que o motopropulsor RA621H tem uma embalagem muito mais compacta, resultado de um motor endotérmico revisado na parte superior.

Toyoharu Tanabe, Direttore tecnico F1 Honda

Toyoharu Tanabe, Direttore tecnico F1 Honda

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

O diretor técnico da Honda, Toyoharu Tanabe, explicou claramente as intervenções que fizeram.

"Temos uma unidade de potência mais compacta com a modificação das cabeças dos cilindros, então o motor agora é menor e mais baixo."

“Também intervimos na separação dos cilindros e conseguimos compactar o motor de seis cilindros."

Tanabe acrescentou: "Com uma unidade de potência mais compacta, permitimos que a Red Bull fizesse um carro mais compacto que oferece vantagens aerodinâmicas. Em termos de sistema híbrido, trabalhamos no turbo e no compressor".

Nos testes do Bahrein, Red Bull e AlphaTauri impressionaram com os dois tempos mais rápidos e, acima de tudo, com 4.281 quilômetros percorridos sem problemas graves de confiabilidade. Em suma, o desafio para a Mercedes parece lançado.

Parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Drugovich vê pressão por título como fator positivo; saiba tudo sobre os brasileiros da F2 e F3

PODCAST: Mercedes pode ter reinado derrubado após dificuldades vistas na pré-temporada?

 

compartilhar
comentários
F1: Marido de Claire detona Drive to Survive por 'ignorar' venda da Williams
Artigo anterior

F1: Marido de Claire detona Drive to Survive por 'ignorar' venda da Williams

Próximo artigo

F1: Alpine pode enfrentar desafios após ‘extinção’ do cargo de chefe de equipe; entenda

F1: Alpine pode enfrentar desafios após ‘extinção’ do cargo de chefe de equipe; entenda
Carregar comentários