F1: Relembrando trajetória no automobilismo, Ocon revela que "tinha o peso da família nos ombros"

Família do piloto vendeu a casa para financiar a carreira do piloto no mundo do automobilismo

Esteban Ocon, Alpine

Alpine

De fala mansa e caráter afável longe da ação, Esteban Ocon construiu uma reputação bastante diferente entre seus colegas da Fórmula 1. O piloto de 27 anos é conhecido por sua atitude direta e sem concessões seja lidando com companheiros de equipe, chefes de equipe ou lutando contra seus rivais.
Agora, em sua oitava temporada na categoria, essa abordagem o ajudou a chegar à F1 e a sobreviver nesse mundo de cão que come cão. Falando longamente na edição de abril da GP Racing, Ocon explicou como os sacrifícios de sua família para que ele chegasse à F1 formaram sua personalidade.
Leia também:
A família de Ocon vendeu a casa para financiar sua carreira no kart, vivendo na estrada enquanto viajam mais de 30.000 km por ano com o filho para eventos de kart em toda a Europa em um trailer.
"Trocamos duas caixas de câmbio durante esse tempo. Acho que trocamos três jogos de pneus no trailer- porque estávamos carregando todo o equipamento de kart conosco, o desgaste era muito grande", relembrou Ocon.
"Uma história engraçada: fomos parados pela polícia uma vez e eles pesaram o trailer e a van e disseram: 'Temos um problema aqui. Vocês têm duas toneladas e meia de peso a mais'. Eles queriam nos multar, então tentamos explicar que essa é a nossa vida, que é isso que estamos tentando fazer. E eles entenderam e nos deixaram ir.", contou Ocon.
"Isso foi, sim... um pouco extremo. Mas meu pai tinha tanta certeza de que eu tinha algo que não havia como passar despercebido."
Esteban Ocon (FRA) Prema Powerteam Dallara F312 Mercedes

Esteban Ocon durante sua campanha de conquista do título da F3 Europeia em 2014

Ocon acredita que essa experiência ainda constitui a espinha dorsal de sua tenacidade na F1, que foi exibida quando ele enfrentou Sergio Pérez na Racing Point Fernando Alonso na Alpine.
"Sim, acho que é uma avaliação justa. E é por isso que talvez nem todo mundo goste de mim, a princípio. Mas quando há algo que precisa ser dito, especialmente na Fórmula 1, precisa ser dito. Não temos tempo a perder aqui, por isso é importante ser direto.", declarou Ocon.
"Talvez eu seja muito direto às vezes, mas bem... Não vou deixar nada passar depois de ter trabalhado tanto para chegar onde estou. Não quero ser comido vivo por ninguém, seja um chefe de equipe, um diretor de equipe ou um campeão mundial."
"Eu tinha o peso da minha família sobre meus ombros desde muito jovem. E não estou dizendo isso para ter pena: valeu a pena tentar e conseguimos chegar onde queríamos - e agora está tudo bem. Mas é claro que tive que lidar com esse tipo de pressão, tive que ser duro quando era importante e tive que ser ouvido quando as pessoas não estavam necessariamente ouvindo ou não estavam convencidas.",  encerrou o piloto francês.

ALPINE PODE VENDER EQUIPE E COMPRADOR JÁ É COTADO

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast: Verstappen fora da Red Bull? Drugo tem chances em 2025?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Susie Wolff registra queixa criminal contra a FIA por caso envolvendo Toto
Próximo artigo Hamilton presta apoio a Susie Wolff em ação contra FIA e faz duras críticas ao atual momento da F1

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil