F1: Ricciardo viveu o "fim de semana dos sonhos" no GP do México

Australiano não ficou decepcionado por não conseguir se manter dentro do top 5, vendo como principal ponto positivo a briga com a Mercedes no final

Daniel Ricciardo, AlphaTauri AT04, Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Andy Hone / Motorsport Images

Daniel Ricciardo era só sorrisos (ainda mais!) após o GP do México de Fórmula 1, uma etapa que ele classificou como "o fim de semana dos sonhos" após conquistar seus primeiros pontos no retorno ao Mundial.

O australiano foi a estrela da classificação, garantindo a quarta posição no grid de largada da 19ª etapa da temporada 2023, ficando bem próximo das Ferraris e de Max Verstappen.

Leia também:

E mesmo sem conseguir terminar no top 5 devido ao impacto da bandeira vermelha, Ricciardo obteve o melhor resultado do ano para a AlphaTauri com a sétima posição, além dos primeiros pontos desde o seu retorno à categoria e a lesão sofrida na Holanda.

"Após a última etapa, esse foi o fim de semana dos sonhos", disse Ricciardo à Sky Sports, se referindo ao GP dos EUA, seu retorno à F1 após a fratura no punho em agosto. "Me sinto bem, melhor que bem. Aliviado também, porque duas largadas... você prende o fôlego já que é um caminho longo até a curva 1, e tudo pode acontecer".

Ricciardo estava confortável em quinto na primeira parte da prova, mas a bandeira vermelha causada pelo acidente de Kevin Magnussen deu aos pilotos ao seu redor a chance de ousar com os pneus médios, um composto que o australiano não tinha mais.

Com isso, ele não conseguiu resistir aos ataques de Lando Norris, terminando atrás de George Russell. Explicando sua corrida, Ricciardo disse que conseguir disputar contra uma Mercedes em seus méritos superam a decepção de não terminar no top 5.

Daniel Ricciardo, Scuderia AlphaTauri

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

Daniel Ricciardo, Scuderia AlphaTauri

"Honestamente, a bandeira vermelha nos complicou, mas não quero dizer isso de forma egoísta porque foi um grande acidente. Isso aproximou todos e permitiu que alguns usassem os pneus médios, o que eu não tinha".

"Mas ainda chegar em sétimo e com seis pontos, tenho que ficar muito feliz. Me aproximei muito de George no fim. Olhando para o geral, só de estar brigando com uma Mercedes me deixa mais feliz do que triste por perder a sexta posição".

O retorno de Ricciardo em Austin foi comprometido pelo fim de semana com sprint, dando a ele apenas um treino livre para se ajustar a um AT04 muito diferente do que ele havia guiado. Ele conseguiu trabalhar com a equipe para encontrar um ajuste mais confortável, terminando com seus primeiros pontos desde o GP de Abu Dhabi de 2022.

"Não fiquei surpreso por ter um bom final de semana porque eu estava pronto. A direção que seguimos com o ajuste, eu sabia que isso me permitiria ter mais confiança com o carro".

O resultado levantou a AlphaTauri no Mundial de Construtores, indo direto da décima para a oitava posição, empatada com a Alfa Romeo.

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #253 – Desclassificação de Hamilton nos EUA 'salva pele' de Pérez na Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Pérez "só pensava em vencer" em manobra na largada do GP do México
Próximo artigo F1: Rumor sobre possível aposentadoria de Alonso 'agita' domingo pós-GP do México; entenda

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil