Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
27 dias
06 mai
Próximo evento em
69 dias
20 mai
Próximo evento em
83 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
97 dias
10 jun
Próximo evento em
104 dias
24 jun
Próximo evento em
118 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
125 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
139 dias
29 jul
Próximo evento em
153 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
181 dias
02 set
Próximo evento em
188 dias
09 set
Próximo evento em
195 dias
23 set
Próximo evento em
209 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
216 dias
07 out
Próximo evento em
223 dias
21 out
Próximo evento em
237 dias
28 out
Próximo evento em
244 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
280 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
289 dias

F1 se defende após críticas de Ricciardo sobre replays do acidente de Grosjean no Bahrein

Segundo um porta-voz da categoria, as decisões sobre o caso foram tomadas com base em um protocolo existente sobre exibição de imagens de acidentes

compartilhar
comentários
F1 se defende após críticas de Ricciardo sobre replays do acidente de Grosjean no Bahrein

A Fórmula 1 veio a público se defender das críticas de Daniel Ricciardo sobre a opção por exibir replays incessantes do acidente de Romain Grosjean no GP do Bahrein. A categoria recebeu apoio inclusive do chefe da Haas, Gunther Steiner, que defendeu que era importante para o público em casa saber exatamente o que aconteceu.

Após a imagem inicial da explosão do carro de Grosjean durante a primeira volta, nada foi exibido pela transmissão até o momento em que o francês estava seguro no carro médico, sendo atendido por Ian Roberts.

Leia também:

Apesar de ter ficado claro que o piloto estava seguro, a transmissão ainda não exibiu nenhum replay até ter certeza de que nenhum fiscal havia se machucado no acidente.

Assim que essas informações foram confirmadas, o diretor responsável pela transmissão de TV preencheu a longa interrupção na corrida com replays e cobertura da reconstrução da barreira, com os pilotos acompanhando a imagem do pitlane em preparação para a relargada.

Após a corrida, Ricciardo detonou a cobertura feita pela F1, chamando de "repulsiva" e "desrespeitosa".

"Quero expressar minha repulsa e desapontamento com a F1", disse o francês. "O modo como o incidente de Grosjean foi transmitido repetitivamente, com replays a fim, foi completamente desrespeitoso, sem consideração nenhuma à sua família, ou as nossas famílias assistindo".

"Para mim, eles estão brincando com nossas emoções pelo bem do entretenimento. Eu achei isso nojento".

Um porta-voz da F1 destacou que os protocolos necessários foram seguidos, e que não houve nenhuma reprise até que ficasse claro que ninguém havia se machucado.

"Primeiro, a F1 não é apenas sobre entretenimento e temos protocolos e procedimentos em vigor antes de tomarmos qualquer decisão sobre exibição de replays. Após um acidente, todos os onboards, imagens aéreas e mais são cortados. São diretrizes comuns entre a direção de prova e o centro de transmissão".

"Nenhuma imagem é mostrada até que tenhamos a confirmação de que tudo está ok com o piloto. Nessa ocasião, mostramos primeiro Romain com a ambulância, sem o capacete e andando com o auxílio do médico".

"O controle sobre o que o espectador vê com o comentário é importante, com eles falando sobre a segurança de Romain, a importância do halo, as melhoras de segurança feitas pela FIA e as atualizações do centro médico".

"Há um diálogo constante entre F1, FIA, direção de prova e o julgamento com relação aos espectadores, familiares e os afetados".

Perguntado sobre as críticas de Ricciardo, Steiner disse que a cobertura televisiva era a melhor maneira de deixar claro que Grosjean estava salvo.

"É possível ter duas opiniões aqui. A minha é que, se tudo acabou bem, sem nenhum mal maior, por que não mostrar para que as pessoas entendam o que aconteceu?".

"Sim, foi ruim, mas todos estão ok. É um modo de se lidar com isso. Queremos que as pessoas saibam o mais rápido possível que Romain está ok, porque é difícil termos contato com a família, amigos, pessoas que nos conhecem e os próprios membros da equipe. Se enviarmos uma mensagem pela TV, é muito mais poderoso".

"Acho que mostrá-lo pulando do carro sim, parece um pouco dramático, mas tudo acabou bem. Desde que tudo termine bem, eu apoio. Certo, se algo ruim acontecer, não deve ser mostrado. Não sou um especialista em ética na televisão, mas na minha opinião, foi mostrado algo bom".

"Foi um acidente ruim em que tudo acabou ok. Não diria bem porque essas coisas não terminam bem. Então, ok".

Pietro Fittipaldi é confirmado pela Haas e vai correr no lugar de Grosjean no GP do Sakhir

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PODCAST: Domínio da Mercedes tira mérito de Hamilton em suas conquistas?

 

F1: Conheça os 'anjos da guarda' que 'salvaram' Grosjean de acidente no Bahrein

Artigo anterior

F1: Conheça os 'anjos da guarda' que 'salvaram' Grosjean de acidente no Bahrein

Próximo artigo

Análise técnica: o que as fotos mostram sobre o acidente de Grosjean no Bahrein

Análise técnica: o que as fotos mostram sobre o acidente de Grosjean no Bahrein
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pilotos Romain Grosjean
Equipes Haas F1 Team
Autor Adam Cooper