Fórmula 1 GP do Bahrein

F1: Stroll revela ter chorado de dor após colisão com Alonso no início do GP do Bahrein

Canadense ainda falou sobre previsão dos médicos que acreditavam que ele só retornaria às pistas na etapa da Austrália

Fernando Alonso, Aston Martin AMR23, Lance Stroll, Aston Martin AMR23, Lando Norris, McLaren MCL60, Esteban Ocon, Alpine A523, the remainder of the field at the start

Após a etapa de estreia da temporada 2023 da Fórmula 1, a Aston Martin saiu do Bahrein como a segunda equipe no campeonato de construtores depois de Fernando Alonso subir ao pódio no terceiro lugar e Lance Stroll cruzar a linha de chegada em sexto - porém, o GP desse domingo poderia facilmente ter sido muito pior para eles.

Leia também:

Na primeira volta da corrida, Stroll bateu na traseira do carro de Alonso. Questionado sobre a colisão após a prova, o canadense destacou a sorte que tiveram pelo fato do problema não ter sido pior.

"Eu estava por dentro, ao lado de Russell, tentando ficar na frente e freei tarde, só que Fernando cortou atrás de Hamilton e isso fez com que ele parasse no meio da curva 4 e nós colidimos. Foi um momento ruim, especialmente considerando que nosso carro estava fantástico, felizmente não piorou e conseguimos fazer uma boa corrida", disse o piloto da Aston à Sky Sports.

Stroll também revelou que o contato em si foi uma experiência muito dolorosa para ele devido ao punho recém-operado. 

"Meus punhos estavam pegando fogo depois disso, eu derramei algumas lágrimas. O importante é que consegui continuar e fizemos uma boa corrida."

Ainda sobre o acidente enquanto praticava ciclismo antes do início da pré-temporada, o canadense deu mais detalhes sobre a situação na qual ele se encontrava e qual a previsão dos médicos para o retorno dele às pistas visto o grau da lesão.

Estou feliz por terminar em sexto, considerando tudo o que aconteceu nas últimas duas semanas, não conseguia me mexer há 10 dias, não conseguia andar. Eu não conseguia mover as duas mãos. Era praticamente um vegetal. Não pensei que estaria aqui agora. Tive médicos dizendo que talvez só voltasse na Austrália."

Veja debate sobre o GP do Bahrein de F1:

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast: Ferrari renovada, Mercedes melhor e Red Bull bem? Que F1 teremos em 2023?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: De mal a pior? McLaren revela grau dos problemas com Norris e Piastri
Próximo artigo F1 - Pérez e Horner brincam com carro da Aston Martin: "Bom ver três de nós no pódio"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil