F1: Vettel "não está interessado" no que os críticos dizem sobre sua performance

Agora na Aston Martin, o tetracampeão afirmou que não tem nada a provar aos seus críticos dos anos na Ferrari

F1: Vettel "não está interessado" no que os críticos dizem sobre sua performance

O tetracampeão da Fórmula 1 Sebastian Vettel teve um 2020 difícil em seu último ano com a Ferrari, o que levou a muitas críticas sobre sua performance e questionamentos sobre seus títulos com a Red Bull. Mas agora na Aston Martin, o alemão sente que não tem nada a provar para seus críticos, afirmando que "não está interessado no que os outros dizem".

Vettel foi informado do fim de seu contrato com a Ferrari antes mesmo do início da temporada 2021, abrindo caminho para sua ida à Aston Martin, em meio aos questionamentos dos fãs sobre suas habilidades em comparação ao resto do grid e até mesmo se ele ainda tinha capacidade de seguir competindo no Mundial.

Leia também:

Mas o tetracampeão, falando após o lançamento do AMR21, carro da Aston Martin para 2021, disse que não lhe interessa saber como ele é visto pelo público ou o estado de seu legado, optando por focar em sua própria performance com a nova equipe.

"Não me interessa o que as pessoas dizem. É mais sobre deixar meu ponto claro para a equipe, para mim mesmo, em vez dos demais. Nosso mundo muda rápido demais, e isso é bom, porque, se não você fica preso no passado e fica dizendo que Juan Manuel Fangio é o salvador entre todos os pilotos. Não tenho dúvidas, ele foi muito, muito especial. Mas se você pergunta a um fã de 15 anos quem foi Fangio, não sei se eles saberão".

"E isso é bom. O tempo passa. E especialmente hoje em dia, Fangio tem um legado maior do que qualquer um de nós jamais terá, independente de vitórias ou mais. E isso é bom".

"Seguir em frente é bom. Então tenho certeza de que quando eu disser adeus à Fórmula 1, serei esquecido rapidamente e tudo bem. Isso é saudável. Então é por isso que não ligo em provar algo para as pessoas e prefiro focar em mim mesmo, o que está na minha frente".

A Aston Martin expressou confiança em ajudar Vettel a redescobrir sua melhor forma, acreditando que o AMR21 se encaixa em seu estilo de pilotagem. A equipe já está impressionada com como ele está se acostumando ao novo ambiente.

Otmar Szafnauer, chefe da Aston Martin, colocou uma janela de três a cinco anos para que a equipe passe a ser candidata ao título. Perguntado se ele espera seguir sendo parte do projeto nesse período de tempo e se ele visa mais um título no futuro, Vettel acredita que sim.

"Não estou muito velho. Há pilotos mais velhos no grid. Não acho que seja uma questão de idade. Acredito que depende do carro que você tem e da equipe ao seu redor. Tudo depende de mim. Isso sempre esteve em mim".

"Em termos de idade, ainda tenho muito tempo pela frente, mas depende também das circunstâncias e como as coisas estarão no futuro".

F1TV Pro: saiba TUDO sobre o serviço de STREAMING que promete AGITAR a cobertura da F1 no Brasil

Parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PODCAST: Como seria a transmissão dos sonhos da F1 no Brasil?

 

compartilhar
comentários
F1: AlphaTauri rejeita atualizações "gratuitas" da Red Bull para 2021; entenda
Artigo anterior

F1: AlphaTauri rejeita atualizações "gratuitas" da Red Bull para 2021; entenda

Próximo artigo

F1: Leclerc se diz pronto para 2021 após período de preparação com a Ferrari

F1: Leclerc se diz pronto para 2021 após período de preparação com a Ferrari
Carregar comentários