F1 - Villeneuve: "O maior problema da Red Bull é que Pérez não está na luta"

Campeão de 1997 acredita que Pérez dará a volta por cima, mas defende que, enquanto isso não acontecer, Hamilton tem uma vantagem contra Verstappen: Bottas

F1 - Villeneuve: "O maior problema da Red Bull é que Pérez não está na luta"

O campeão de 1997 da Fórmula 1, Jacques Villeneuve, acredita que a ausência de Sergio Pérez da luta pelas primeiras posições nesse começo da temporada 2021 é "o maior problema" da Red Bull no momento, mas confia que o mexicano conseguirá dar a volta por cima.

No GP de Mônaco, Pérez mostrou mais uma vez que está se acostumando com o ritmo de corrida, se recuperando da nona posição no grid de largada para terminar em quarto, o que rendeu elogios de Helmut Marko.

Leia também:

Mas o grande problema de Pérez até aqui tem sido seu déficit nas classificações, algo que ficou evidente nas últimas etapas.

Na Catalunha, conseguiu se recuperar, mas não chegou a se aproximar dos ponteiros, o que comprometeu as chances de vitória de Max Verstappen, já que isso permitiu a Lewis Hamilton fazer a segunda parada.

Para Villeneuve, a demora na adaptação de Pérez com a classificação, tornando difíceis suas chances de se aproximar de Verstappen e das Mercedes vem afetando a Red Bull.

"Tem pessoas incríveis ali, eles ficarão bem", disse o canadense sobre a Red Bull em entrevista ao portal alemão Motorsport-Magazin.

"Mas agora, o maior problema é que Pérez não está na luta. Ele é rápido mas, de alguma maneira, as coisas não estão saindo certo. Ele mostrou isso em Ímola, quando se classificou na frente. Mas em outras a Mercedes tinha dois carros e pôde usar Bottas na estratégia. Quando você tem dois carros, é mais fácil de acertar".

Perguntado então se acredita que Bottas representa uma vantagem para Hamilton, Villeneuve concordou, mas espera que Pérez possa dar a volta por cima logo.

"No momento, sim. Mas Pérez está pelo menos no mesmo nível de Valtteri em termos de pilotagem. Em algum momento, dará a volta por cima".

"Se você olhar para Ímola, Valtteri não correu ali. Em Mônaco, Lewis não estava na prova. É uma temporada grande. Tudo deve mudar. Mas as equipes não têm muito tempo para reagir com mudanças técnicas porque é uma corrida atrás da outra. Isso complica tudo. Não devemos haver grandes melhoras".

"O que vemos agora é o que deveríamos ter: carros que são rápidos em algumas pistas e que não são em outras. Isso mistura tudo. Há algo de muito emocionante pela frente: duas provas no Red Bull Ring. Normalmente, não é uma pista ruim para a Red Bull".

Helio Castroneves: LENDA em INDIANÁPOLIS 'dá carona' em pista MÍTICA e ENSINA os seus SEGREDOS

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: O que a liderança inédita de Verstappen representa na F1?

 

compartilhar
comentários
F1: Bottas tem foto "negativa" na área de trabalho do computador como motivação

Artigo anterior

F1: Bottas tem foto "negativa" na área de trabalho do computador como motivação

Próximo artigo

F1: Aston Martin anuncia parceria com Racing Pride para promover inclusão LGBTQIA+ no esporte

F1: Aston Martin anuncia parceria com Racing Pride para promover inclusão LGBTQIA+ no esporte
Carregar comentários