Fórmula 1 GP de Miami

F1: Wolff revela que sem limite de gastos traria o dobro de atualizações para Mercedes em Ímola

Chefe da Mercedes se mantém a favor do controle orçamentário das equipes da F1, mas que time sofre "momento doloroso"

Mick Schumacher, Reserve Driver, Mercedes-AMG, with Jerome d'Ambrosio, Driver Development Director, Mercedes-AMG, Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes-AMG

Toto Wolff detalhou por que é um "processo doloroso" para a Mercedes voltar à frente sob as restrições do teto orçamentário da Fórmula 1.

Depois de perder suas metas de desempenho para o início da temporada e ficar ainda mais atrás da Red Bull, a Mercedes tomou a decisão drástica de mudar o layout de seu W14.

Leia também:

Um novo conceito de piso e sidepod, bem como um redesenho da suspensão, estão sendo preparados a tempo para o GP da Emilia Romagna em Ímola no final deste mês.

Sob o limite orçamentário restritivo da F1, estabelecido em um limite básico de US$ 135 milhões, excluindo subsídios para corridas adicionais, fins de semana de sprint, bem como ajustes de inflação, tais mudanças têm sido difíceis de se fazer.

O time de Brackley não pode mais lançar recursos infinitos em um projeto para virar a maré durante uma temporada decepcionante.

Esse processo exigente também vem com uma complexa análise e administração de custos que Wolff chamou de "processo doloroso".

"O limite de custo dá muitas restrições", disse ele. "No passado, nem sabíamos quanto custava uma suspensão dianteira e hoje precisamos pegar o preço de compra do alumínio e depois calcular quanto custa a usinagem dele, quanto você precisa amortizar do alumínio que você não precisa, precifique cada parafuso que entra na suspensão, o carbono que você comprou como matéria-prima, corte-o e coloque-o...

"Qual é o custo de energia da sala composta, a sobrecarga que entra nela e, no final, sai o produto.

“Isso é supercomplexo e foi tão longe que temos analistas de custos, engenheiros, que precisam decidir se comprar aquele quilo de alumínio vale o ganho de desempenho do outro lado.

"Esse processo é muito difícil e doloroso; as pessoas que deveriam ser apenas criativas e ter carta branca não podem ser porque alguém está dizendo a elas se é viável no limite de custo ou não.

"E é por isso que é tão importante que todos cumpram o limite de custo. Se você está ultrapassando, cada 10.000 importa."

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Wolff admitiu que a Mercedes gostaria de trazer um chassi totalmente novo e "dobrar a quantidade de atualizações" se fosse livre, embora ele continue sendo um grande defensor do limite de custo.

“Estamos mais presos do que antes porque, se estivéssemos completamente livres, traríamos um chassi diferente.

"Então, o que realmente temos que decidir com cuidado é o que queremos atualizar. Estamos trazendo uma nova suspensão dianteira para Ímola e a atualização aerodinâmica que vem com ela e assoalho.

"Mas se fôssemos livres, provavelmente traríamos o dobro de atualizações.

“Mais uma vez, acho que o limite de custo era necessário na F1. É importante tornar o esporte sustentável, mas precisamos nos adaptar."

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #228 - Reclamações de Verstappen em Baku mostram que bicampeão 'sentiu o golpe'?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Mekies pode chegar antes à AlphaTauri após acordo de contrapartida entre Ferrari e Red Bull; entenda
Próximo artigo Verstappen e Pérez alertam que ultrapassagens ficarão ainda mais difíceis na F1

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil