F1: Wolff e Horner comentam sobre especulações de Russell e Verstappen na Mercedes em 2022

Zak Brown, CEO da McLaren, movimentou o paddock da F1 ao falar em entrevista que Russell e Verstappen seriam a dupla da Mercedes no próximo ano

F1: Wolff e Horner comentam sobre especulações de Russell e Verstappen na Mercedes em 2022

Apesar da temporada 2021 mal ter começado, a Fórmula 1 já olha com atenção para 2022, por conta do novo regulamento, que promete revolucionar a categoria. Mas esse não é o único motivo: pela primeira vez, a Mercedes terá suas duas vagas em jogo no final do ano e, muitos já fazem suas apostas, com o CEO da McLaren, Zak Brown, apostando que George Russell e Max Verstappen serão a dupla, levando a comentários de Toto Wolff e Christian Horner.

Brown movimentou o noticiário da F1 na semana passada após uma entrevista para o jornal britânico Daily Mail, onde cravou que Russell e Verstappen será a dupla da Mercedes para 2021, afirmando que faz sentido e que seria uma formação para durar pelo menos cinco anos.

Leia também:

A fala de Brown chamou a atenção por colocar Lewis Hamilton como fora da equipe, apesar de Wolff falar recentemente que o heptacampeão e Valtteri Bottas são as preferências para a negociação de 2022. No final de semana no Bahrein, Hamilton disse ainda que não vê 2021 como seu último ano na F1, apesar das especulações de que seu contrato de apenas um ano significa que ele irá se aposentar após esta temporada.

Enquanto Verstappen disse que prefere não focar nesses rumores de sua ida para a Mercedes, Russell disse que desde o GP de Sakhir, só recebe perguntas sobre uma contratação pela equipe alemã e como seria dividir a garagem com Hamilton ou Verstappen.

A 'dupla ideal' de Brown voltou a ser assunto no final de semana da F1 no Bahrein, com os chefes de equipe comentando sobre o caso. Quando questionados pelo Motorsport.com, Christian Horner, da Red Bull, Toto Wolff, da Mercedes e o próprio Zak Brown falaram sobre a possibilidade.

"Não sei!", disse Horner. "É apenas especulação. Talvez seja tão provável quanto eles [Mercedes] terem Daniel [Ricciardo] e Lando [Norris]! Ainda estamos na primeira corrida, e obviamente estamos cientes do que está no contrato de nossos pilotos. Mas ainda é cedo para espculações".

Já Wolff foi mais discreto em sua resposta, evitando entrar a fundo na discussão.

"Quero evitar falar da discussão que esses dois têm sobre quem pilotará pela Mercedes em 2022".

Brown defendeu sua escolha, afirmando que a Mercedes e Wolff são capazes de "atrair uma dupla incrível de pilotos".

"Eu não penso necessariamente nisso. É que alguém me perguntou o que eu achava que aconteceria com o mercado de pilotos neste ano. George fica sem contrato e obviamente tem um relacionamento com a Mercedes, fez um ótimo trabalho com eles aqui no Bahrein".

"Já Max, eu nunca vi seu contrato, mas entendo que há uma possibilidade dele correr em algum outro lugar, e a Mercedes e o Toto são capazes de atrair uma dupla incrível de pilotos. Então se esses dois estiverem por aí, dependendo do que Toto decidir com relação à sua dupla atual, é possível que isso aconteça".

"Eu estava apenas respondendo uma questão. Não era uma previsão. Apenas uma opinião".

Wolff voltou a afirmar que quer resolver a situação de sua dupla de 2022 mais cedo que neste ano, visando iniciar as negociações durante as férias de verão.

"Certamente não quero esperar até janeiro para confirmar os dois pilotos. A negociação de Valtteri foi regular, durante o verão, quando isso deve acontecer. E isso dá ao piloto paz para concentrar no trabalho".

"Para o próximo ano, há muitas variáveis no ar e sempre vamos buscar o que for melhor para a equipe a longo prazo, enquanto dando lealdade total a nossa dupla atual. Não estamos duvidando de Valtteri ou Lewis, mas obviamente teremos discussões, só que não em janeiro".

Perguntado sobre a declaração de Hamilton e seu desejo de seguir para além de 2021, Wolff disse esperar que o heptacampeão siga sendo piloto da Mercedes.

"Certamente espero que sim. Nossa jornada juntos foi muito bem-sucedida. Ele é um piloto da Mercedes, na verdade uma criança da Mercedes, desde seus anos de kart. Ele nunca correu uma prova da F1 sem uma unidade de potência da Mercedes, então é uma sequência lógica à história".

Hamilton VERSUS Verstappen, a POLÊMICA do Bahrein e + com FELIPE DRUGOVICH | RETA FINAL

Parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PODCAST: Temporada 2021 marca nova era na cobertura do esporte a motor na TV?

 

compartilhar
comentários
Marko critica direção de prova por inconsistência com Verstappen: "Hamilton saiu da pista diversas vezes"

Artigo anterior

Marko critica direção de prova por inconsistência com Verstappen: "Hamilton saiu da pista diversas vezes"

Próximo artigo

VÍDEO: Em quadro de humor, SporTV 'diminui' Nelson Piquet, chama Nelsinho de "ex-piloto" e ironiza F1 na Band

VÍDEO: Em quadro de humor, SporTV 'diminui' Nelson Piquet, chama Nelsinho de "ex-piloto" e ironiza F1 na Band
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Max Verstappen , George Russell
Equipes Red Bull Racing , Mercedes