Fórmula 1
R
GP de Portugal
30 abr
Próximo evento em
17 dias
06 mai
Próximo evento em
23 dias
20 mai
Próximo evento em
37 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
51 dias
10 jun
Próximo evento em
58 dias
24 jun
Próximo evento em
72 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
79 dias
29 jul
Próximo evento em
107 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
135 dias
02 set
Próximo evento em
142 dias
09 set
Próximo evento em
149 dias
23 set
Próximo evento em
163 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
170 dias
07 out
Próximo evento em
177 dias
21 out
Próximo evento em
191 dias
28 out
Próximo evento em
198 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
243 dias

F1: FIA revela causa da bola de fogo em acidente de Grosjean

Sistema de combustível foi prejudicado com impacto de acidente e entidade promete começar uma série de pesquisas para que melhore a segurança dos pilotos

F1: FIA revela causa da bola de fogo em acidente de Grosjean

A FIA revelou o que causou a enorme bola de fogo do acidente de Romain Grosjean durante o GP do Bahrein e delineou recomendações para melhorar as medidas de segurança após a conclusão de investigação.

O piloto da Haas se envolveu em um grande acidente na primeira volta do GP em Sakhir no final de novembro, que viu o chassi de seu carro se partir em dois, deixando o monocoque principal preso dentro de uma barreira.

Leia também:

Um grande incêndio foi provocado durante o acidente, mas Grosjean conseguiu escapar sem ferimentos graves, sofrendo queimaduras nas mãos.

Nesta sexta-feira (05) a FIA publicou um relatório sobre o ocorrido.

“O carro sofreu muitos danos durante o impacto, incluindo a separação do conjunto do trem de força da célula de sobrevivência”, diz o relatório.

“A tampa do tanque de combustível do lado esquerdo do chassi foi desalojada e a conexão de fornecimento de combustível do motor foi arrancada da bolsa de segurança do tanque de combustível; ambos fornecendo caminhos a saída de combustível do tanque.”

“O equipamento de segurança do piloto, incluindo capacete, HANS e cinto de segurança, bem como a célula de sobrevivência, assento, apoio de cabeça e Halo trabalharam de acordo com suas especificações na proteção do espaço de sobrevivência do piloto e gerenciamento das forças aplicadas a ele durante o impacto.”

“A bateria do Sistema de Recuperação de Energia (ERS) de alta tensão foi significativamente danificada, com algumas partes do conjunto permanecendo com o trem de força e outras conectadas à célula de sobrevivência.”

“O fogo foi aceso durante os momentos finais do impacto da barreira, partindo da parte traseira da célula de sobrevivência e avançando em direção ao piloto conforme o fogo crescia.”

Entre os trabalhos que a FIA disse que concluiria após revisar o acidente, junto com outros 18 incidentes importantes em seus campeonatos de 2020, muitos deles centrados na especificação da bolsa de combustível de segurança após a bola de fogo.

Em relação ao carro, isso abrangia:

- Revisão do projeto de instalações da bolsa de combustível de segurança em todas as categorias de monopostos da FIA;

- Recomendações para as melhores práticas de instalação da bolsa de combustível de segurança;

- Atualização do padrão FIA para bolsas de combustível de segurança;

- Revisão dos regulamentos para o projeto de conexões de bexiga de combustível de segurança e escotilhas de inspeção;

- Homologação de combustível para incluir compatibilidade de material da bolsa e combustível específico.

 A FIA também disse que iria realizar "a regulação da geometria da frente da célula de sobrevivência, além de testes de cargas adicionais nessa área" e uma "revisão dos requisitos de montagem da coluna de direção" depois que o pé esquerdo de Grosjean ficou preso no cockpit devido aos danos.

O relatório também afirmou que haveria uma “revisão dos requisitos de regulamentação e homologação para a montagem do apoio de cabeça” e “análise dos modos de montagem e falha de montagem da unidade de potência”.

Grosjean foi capaz de permanecer no fogo por 27 segundos graças aos altos padrões dos trajes de corrida da FIA, que foram atualizados em 2020. O relatório disse que haveria uma “investigação sobre melhorias no Índice de Transferência de Calor (HTI) das luvas”, devido às queimaduras em suas mãos.

O relatório também disse que haverá um projeto de pesquisa relacionado a sistemas de extintores em monopostos, bem como garantir que os mecanismos de viseira dos capacetes permaneçam operando após serem expostos ao fogo.

O departamento de segurança da FIA disse que estava planejando outros projetos de pesquisa, incluindo:

- Investigação de opções para sistemas de alerta de proximidade e auxiliares de visibilidade eletrônicos;

- Pesquisa para melhorar o desempenho de impacto das barreiras de guard-rails existentes;

- Pesquisa em novos sistemas de barreira, eficazes em uma ampla gama de condições de impacto.

“Aprendizados importantes foram extraídos dessas investigações que conduzirão nossa missão contínua de melhorar a segurança na Fórmula 1 e no automobilismo global”, disse o presidente da FIA, Jean Todt.

“O compromisso duradouro da FIA, em particular do Departamento de Segurança, na redução dos riscos associados ao esporte a motor permitiu a Romain Grosjean manter a consciência e sobreviver a um acidente desta magnitude. A segurança é e continuará sendo a principal prioridade da FIA.”

Parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

F1 2020: HORROR NO BAHREIN! Entenda todos os detalhes do acidente de Grosjean com engenheiro da F1

PODCAST: Como seria a transmissão dos sonhos da F1 no Brasil?

 

compartilhar
comentários
Russell revela que “nenhuma promessa foi feita” por vaga na Mercedes em 2022

Artigo anterior

Russell revela que “nenhuma promessa foi feita” por vaga na Mercedes em 2022

Próximo artigo

Pirelli e F1 decidem acrescentar ano extra de contrato

Pirelli e F1 decidem acrescentar ano extra de contrato
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Romain Grosjean
Equipes Haas F1 Team
Autor Luke Smith