Force India: evolução dos carros será "fenomenal" em 2017

Bob Fernley, vice diretor da Force India, espera ver alto índice de desenvolvimento dos carros em 2017 com as novas regras

Force India: evolução dos carros será "fenomenal" em 2017
(L to R): Robert Fernley, Sahara Force India F1 Team Deputy Team Principal with Niki Lauda, Mercedes Non-Executive Chairman
Robert Fernley, Sahara Force India F1 Team Deputy Team Principal
Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM09
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid, Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid
Kimi Raikkonen, Ferrari SF16-H, Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB12, Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid leads at the start of the race
Carregar reprodutor de áudio

A temporada 2017 da Fórmula 1 apresentará carros diferentes do ponto de vista aerodinâmico, além dos pneus mais largos. Por isso, a Force India acredita que a velocidade do desenvolvimento dos carros será frenética, pois os times tentarão extrair o máximo dentro das novas regras.

Para Bob Fernley, vice diretor do time indiano, a Force India terá um bom pacote no início da temporada. No entanto, o dirigente reconhece que não será fácil acompanhar o ritmo de desenvolvimento das equipes de ponta.

"Estou otimista para o próximo ano. Creio que nosso time técnico se mostrou bastante competente e não vejo razão para não acreditar que eles farão um bom trabalho para 2017", disse Fernley para o Motorsport.com.

"Até que saibamos o que os demais fizeram, não é possível julgar onde estaremos. Mas nosso time está otimista com o design produzido. Com o lançamento dos carros, teremos uma ideia melhor do que cada um fez", afirmou.

"A vantagem dos times grandes é a capacidade de apresentar atualizações rapidamente, enquanto nós não temos recursos para fazer isso na mesma velocidade. Espero, porém, que nossos passos sejam bons o suficiente para nos mantermos relativamente por perto."

"Não devemos subestimar a velocidade de desenvolvimento dos carros em 2017. Será fenomenal, especialmente nos primeiros três meses da temporada. Será uma batalha acirrada no ano que vem - Williams, McLaren, nós e provavelmente a Toro Rosso, todos brigando pelo quarto lugar entre os construtores", acrescentou.

"Dependendo de como as três grandes (Mercedes, Red Bull e Ferrari) andar - se vão cometer algum erro em algum lugar - podem acabar caindo nessa briga conosco. Estou empolgado, de certa forma, com 2017", completou.

compartilhar
comentários
Brawn: "Mercedes segue forte no próximo ano"
Artigo anterior

Brawn: "Mercedes segue forte no próximo ano"

Próximo artigo

Galeria futurista: os carros da McLaren e Toro Rosso

Galeria futurista: os carros da McLaren e Toro Rosso