Herta não desiste de "sonho da F1" apesar da provável rejeição da superlicença

Bryan Herta diz que irão respeitar decisão da FIA seja qual for e que filho não precisa de simpatia caso não consiga chegar a Fórmula 1 nesta primeira tentativa

Colton Herta, Andretti Autosport w/ Curb-Agajanian Honda

Colton Herta não desistirá de seu sonho na Fórmula 1, mesmo que a FIA rejeite seu pedido de superlicença, diz o pai do piloto norte-americano, vencedor da IndyCar.

 

Colton e seu pai Bryan, que cuida dos interesses de seu filho e administra sua estratégia na IndyCar no pit stand da Andretti Autosport, estão aguardando uma decisão da FIA sobre um pedido de superlicença.

Herta Jr tem 32 dos 40 pontos exigidos no sistema da FIA, o que significa que ele não consegue obter a superlicença automaticamente. A FIA foi solicitada a verificar se há motivos para conceder a ele uma isenção especial.

Mas com fontes sugerindo ao Motorsport.com que a FIA rejeitará qualquer motivo de força maior a ser invocada, Herta agora parece improvável de ser capaz de mudar para AlphaTauri em 2023.

Falando ao Motorsport.com sobre a situação, Bryan Herta disse que ainda não havia confirmação, mas eles aceitariam qualquer que fosse a decisão final.

"Todo mundo parece saber antes de nós, parece!" ele disse. "Mas eu nem sei se vai ser 'oficial'. Eu sei que não ouvimos nada.

"É um pouco triste que acabou parecendo algo personalizado porque Colton definitivamente não queria ser um 'caso especial'. Acho que alguém poderia argumentar sobre o sucesso da Indy merecendo mais pontos, mas por outro lado, eu compreendo completamente o desejo da FIA de proteger o sistema de escada europeu.

"Eu acho que o que quer que eles digam, o que eles decidirem, é o que é. Não adianta discutir de uma forma ou de outra."

Colton Herta, Andretti Autosport w/ Curb-Agajanian Honda

Colton Herta, Andretti Autosport w/ Curb-Agajanian Honda

Photo by: Jake Galstad / Motorsport Images

Herta acredita que Colton não conseguir uma superlicença para 2023 não seria um golpe fatal para suas ambições de longo prazo na F1.

“Não acho que ele considere que seu sonho na F1 acabou, seja o que for que a FIA decida por enquanto”, acrescentou Herta Sr. “É uma oportunidade incrível à sua frente, pois ele está testando com a equipe McLaren F1, mas ele também reconhece que o que tem com a Andretti Autosport [na IndyCar] também é uma oportunidade incrível.

"É importante lembrar que ele vai ficar bem, não importa o que aconteça. Ele não vai procurar simpatia."

Herta não confirmou se outras rotas para pontos extras de superlicença, como a Toyota Racing Series na Nova Zelândia ou os treinos livres da F1, podem ser seguidas após o término da temporada da IndyCar no domingo em Laguna Seca, na Califórnia.

Quando pressionado sobre o potencial de Colton para fazer um TL1 com a McLaren no Circuito das Américas no próximo mês, Herta respondeu: "Essa é uma pergunta para Zak [Brown, CEO da McLaren]. Não foi algo que foi decidido de uma forma ou de outra, até onde eu sei.

"O que Colton tem é um contrato da IndyCar com a Andretti Autosport e ele tem um contrato de testes de Fórmula 1 com a McLaren. Eles são válidos até o final de 2023, desde que certas condições sejam atendidas."

Michael Andretti correu Colton Herta na Indy Lights (seis vitórias) e na IndyCar (sete vitórias). Quando perguntado pelo Motorsport.com se ele estava surpreso que Herta não conseguiu uma isenção de força maior para competir pela equipe AlphaTauri F1 em 2023, Andretti respondeu: "Meu único comentário sobre isso é que havia muitos obstáculos a serem superados para que isso acontecesse.

"A questão da superlicença foi apenas um desses obstáculos. Havia muitos, acredite em mim."

Sobre se ele acreditava que Herta era bom o suficiente para ter sucesso na F1, Andretti respondeu: "Ah, sim, não tenho dúvidas sobre isso".

PODCAST #194 - Qual será o futuro de Felipe Drugovich?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Hamilton brinca que vai "assistir Game of Thrones" para se entreter enquanto fica preso no trem de DRS
Próximo artigo Além do volante: as estratégias das equipes para ganhar corridas

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil