Fórmula 1
25 set
Treino Livre 3 em
16 Horas
:
26 Minutos
:
14 Segundos
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
27 dias
04 dez
Próximo evento em
69 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
76 dias

Mercedes bota ordem na casa e Bottas lidera TL3 em Silverstone antes da classificação

compartilhar
comentários
Mercedes bota ordem na casa e Bottas lidera TL3 em Silverstone antes da classificação
Por:
, Repórter

Após uma performance mais tímida na sexta-feira, a Mercedes dominou o TL3 no início do sábado

Depois de uma sexta-feira atípica em Silverstone, com Racing Point e Red Bull liderando os treinos livres para o GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1, e a Mercedes em uma performance mais tímida, a categoria voltou à pista neste sábado para o terceiro treino livre, o último antes da classificação. E na ponta, ficou Valtteri Bottas.

Em ambos os treinos de ontem, os melhores tempos foram mais altos em comparação aos de 2019. Pela manhã, a ponta ficou com Max Verstappen, seguido de Lewis Hamilton e Lance Stroll. Enquanto isso, o canadense da Racing Point liderou o TL2 e foi o mais rápido do dia, seguido de Alex Albon e Valtteri Bottas.

Leia também:

Mas o acidente de Alex Albon no TL2, que levou a uma longa bandeira vermelha na sessão, interrompeu o momento dedicado às simulações de voltas rápidas dos pilotos, podendo ter afetado o resultado final do dia.

O principal destaque da sexta-feira em Silverstone foi a volta de Nico Hulkenberg ao grid. O alemão foi chamado de última hora para substituir Sergio Pérez no grid após o mexicano ser diagnosticado com Covid. O piloto da Racing Point está isolado e não apresentou sintomas até o momento.

E Hulkenberg não fez feio em sua volta, terminando em sétimo no TL2, a cerca de seis décimos do tempo de seu companheiro de equipe, na ponta. 

Na sessão deste sábado, de menor duração, com apenas 60 minutos, os carros não se demoraram para ir à pista, com Lando Norris e Romain Grosjean abrindo os trabalhos. Mas demorou até que uma volta rápida fosse completada, com a grande maioria fazendo apenas voltas de instalação e retornando à garagem. 

Sebastian Vettel foi o primeiro a quebrar a barreira após quase 10 minutos de sessão, marcando um tempo de 01min29s562. Vale lembrar que esse TL3 tinha uma importância ainda maior para o tetracampeão em comparação com o resto do grid. Devido a um problema no intercooler ele não participou do TL1 e seu programa no TL2 também foi muito afetado devido a uma troca não-programada nos pedais de freio.

Ainda no tema de trocas, outros dois carros receberam componentes novos ao longo do final de semana: Hamilton recebeu um novo MGU-K, sem punições, enquanto Kvyat trocou o câmbio, sendo punido em cinco posições no grid. Já na Renault, uma troca maior. Daniel Ricciardo recebeu um novo chassi para o sábado, mas também não foi punido.

Não demorou muito para que os poucos pilotos na pista começassem a fazer voltas na casa de 01min28s. Com 15 minutos de treino, Sainz liderava com 01min28s539, seguido de Vettel, com 01min28s879 e Raikkonen em terceiro, 01min29s161. Todos com pneus médios.

Já com o treino no cronômetro, a transmissão mostrava que os mecânicos da Red Bull ainda trabalhava ativamente no carro de Alex Albon, podendo ser ainda consequência da batida da sexta. Posteriormente, surgiu a informação de que a equipe havia detectado um problema elétrico na unidade de potência do tailandês.

As Mercedes e Charles Leclerc foram à pista com quase 20 minutos de treino com compostos macios e, desde o começo, Hamilton conversava com o engenheiro no rádio reclamando de vibrações nos pneus. E, mesmo com as reclamações, Lewis Hamilton assumiu a ponta já na primeira volta rápida e com o melhor tempo do final de semana, 01min26s825. Bottas ficou 0s311 atrás em segundo e Leclerc em terceiro, a 0s783.

Para comparação, o melhor tempo do TL3 de 2019 foi feito por Charles Leclerc, marcando 01min25s905.

"Novato" do final de semana, Nico Hulkenberg foi à pista pela primeira vez próximo da metade da sessão e, já na primeira volta rápida, se colocou no Top 10. Enquanto isso, Hamilton conseguiu melhorar seu tempo para 01min26s568 e o companheiro de Hulk e líder do TL2 foi direto para o sexto lugar em seu primeiro giro. O canadense e o alemão ficaram separados por pouco mais de dois décimos.

Na marca de 30 minutos, a classificação na frente havia mudado consideravelmente. Valtteri Bottas tomou a ponta de Hamilton com 01min26s526, seguido do hexacampeão, Verstappen, Stroll e Hulkenberg, sendo que os pilotos da Racing estavam divididos por apenas cinco centésimos.

Com 20 minutos para o fim, Lewis Hamilton já havia retomado a ponta do treino, com 01min26s332, abrindo quase dois décimos de vantagem para Bottas. Após estar quase um segundo distante, Verstappen encaixou uma boa volta e se aproximou da Mercedes, ficando a meio décimo do finlandês. Norris e Vettel completavam o Top 5 neste momento.

Após ser dúvida boa parte da sessão, Alex Albon foi à pista com pouco menos de 15 minutos para o fim do TL3, no mesmo momento que Valtteri Bottas pulou para a ponta, com um tempo de 01min25s873, superando em alguns milésimos o tempo do TL3 de 2019 e abrindo 0s459 de vantagem para Hamilton.

Nos minutos finais, Vettel foi ao rádio avisar a equipe que havia novamente algo solto na região dos pedais de freio e recolheu para a garagem, para que os mecânicos pudessem examinar o carro. Muito longe de ser um final de semana ideal para o tetracampeão e a Ferrari, apesar da boa performance de Charles Leclerc nos dois dias.

No final, o tempo de Bottas não foi mais contestado e o finlandês terminou a sessão na frente, com Hamilton logo atrás. Verstappen, Stroll, Sainz, Leclerc, Norris, Ricciardo, Hulkenberg e Gasly completaram o Top 10. Albon acabou em 12º e Vettel em 13º.

Cla Piloto Equipe Voltas Tempo Dif
1 Finland Valtteri Bottas Mercedes 19 1'25.873  
2 United Kingdom Lewis Hamilton Mercedes 22 1'26.011 0.138
3 Netherlands Max Verstappen Red Bull 15 1'26.173 0.300
4 Canada Lance Stroll Racing Point 14 1'26.576 0.703
5 Spain Carlos Sainz Jr. McLaren 22 1'26.664 0.791
6 Monaco Charles Leclerc Ferrari 19 1'26.771 0.898
7 United Kingdom Lando Norris McLaren 23 1'26.798 0.925
8 Australia Daniel Ricciardo Renault 15 1'26.841 0.968
9 Germany Nico Hulkenberg Racing Point 15 1'26.872 0.999
10 France Pierre Gasly AlphaTauri 20 1'27.046 1.173
11 Russian Federation Daniil Kvyat AlphaTauri 18 1'27.076 1.203
12 France Esteban Ocon Renault 16 1'27.158 1.285
13 Thailand Alex Albon Red Bull 10 1'27.178 1.305
14 Germany Sebastian Vettel Ferrari 21 1'27.251 1.378
15 France Romain Grosjean Haas 18 1'27.537 1.664
16 United Kingdom George Russell Williams 17 1'27.738 1.865
17 Italy Antonio Giovinazzi Alfa Romeo 16 1'27.825 1.952
18 Denmark Kevin Magnussen Haas 15 1'27.860 1.987
19 Finland Kimi Raikkonen Alfa Romeo 20 1'27.976 2.103
20 Canada Nicholas Latifi Williams 16 1'28.112 2.239

A Fórmula 1 volta à pista de Silverstone neste sábado para o treino classificatório, que define o grid de largada para o GP da Grã-Bretanha. O treino começa às 10h, e você acompanha toda a ação aqui no Motorsport.com através de nosso Tempo Real, além de uma cobertura completa do final de semana. E já deixe anotado aí: após o final da classificação, corre para o YouTube do Motorsport.com para acompanhar o Q4, que vai comentar tudo sobre o sábado da F1 e já projetar a corrida do domingo, com a participação de Caio Collet e Tiago Mendonça.

Racing Point e Red Bull lideram, Hulkenberg vive saga para voltar à F1 e Drugovich é pole na F2

PODCAST: Bastidores do futuro do GP do Brasil e os ambientes de F1 favoritos de Reginaldo Leme

 

Sem Pérez, F1 terá recorde de quase 51 anos quebrado em Silverstone

Artigo anterior

Sem Pérez, F1 terá recorde de quase 51 anos quebrado em Silverstone

Próximo artigo

Chefe da Racing Point esclarece questão de cláusula de saída de Pérez

Chefe da Racing Point esclarece questão de cláusula de saída de Pérez
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Guilherme Longo