Fórmula 1
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Perez lamenta quilometragem limitada da Racing Point até aqui

compartilhar
comentários
Perez lamenta quilometragem limitada da Racing Point até aqui
Por:
28 de fev de 2019 12:28

Piloto mexicano diz que esperava início difícil, mas acredita em potencial de melhora de sua equipe

Piloto da Racing Point, Sergio Perez lamentou a falta de quilometragem no carro de 2019 da equipe nos testes de pré-temporada em Barcelona.

Com dois dias para o fim dos testes, seu total de 185 voltas no RP19 o deixa apenas à frente dos pilotos da Williams e do piloto de desenvolvimento da Haas, Pietro Fittipaldi, no ranking de quilometragem.

"Foi um dia bom e sólido", disse Perez na quarta-feira. “Precisamos de mais disso no meu último dia [sexta-feira]”.

"Eu estive muito limitado com a quilometragem durante todo o teste de inverno, então eu realmente espero que meu último dia seja muito positivo e eu possa ter uma sensação boa. Todos os dias nós estamos certamente fazendo um bom progresso.”

"Estamos aprendendo todos os dias, não apenas quando eu estou dirigindo, mas também quando Lance está dirigindo, estamos entendendo o carro. Então, acho que estamos indo definitivamente na direção certa."

Perez deixou claro que sua equipe já esperava registrar menos voltas do que suas rivais.

“Sabíamos que, chegando aqui, esse seria o caso, esperamos um carro bem diferente em Melbourne. Quanto mais compreensão pudermos obter neste carro, melhor.”

"Eu realmente espero que meu último dia possa ser de muita compreensão, com diferentes cargas de combustível, compostos de pneus diferentes e assim por diante."

A Racing Point sempre deixou claro que andaria com um pacote básico de lançamento, ressaltando que tem uma grande quantidade de atualizações programadas para o GP da Austrália.

Perguntado se esperava que a equipe começasse a temporada com um carro competitivo, Perez disse: “acho que sim. Acho que estamos melhor do que no ano passado”.

“Eu não sei onde realmente estamos. Todo o grid está próximo, especialmente no meio do pelotão, então não sei onde estamos no meio do pelotão, mas não importa onde você esteja – não teremos muita diferença no meio do grid.”

"Então, espero que, por Melbourne, possamos ser fortes e começar a temporada em alta."

Próximo artigo
Ferrari se recupera e faz melhor volta dos testes da F1 com Leclerc

Artigo anterior

Ferrari se recupera e faz melhor volta dos testes da F1 com Leclerc

Próximo artigo

Para Bottas, Mercedes precisa de mais se quiser competir com a Ferrari

Para Bottas, Mercedes precisa de mais se quiser competir com a Ferrari
Carregar comentários