Fórmula 1
R
GP de Eifel
09 out
Próximo evento em
18 dias
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
32 dias
04 dez
Próximo evento em
74 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
81 dias

Vandoorne: É difícil mostrar serviço com falhas da McLaren

compartilhar
comentários
Vandoorne: É difícil mostrar serviço com falhas da McLaren
Por:

Belga diz que precisa se conformar em tirar o máximo do carro e destaca feito trabalho pela equipe em Melbourne: “Terminar a corrida já é um feito”

Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32, leads Antonio Giovinazzi, Sauber C36
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17, leads Marcus Ericsson, Sauber C36, Antonio Giovinazzi, Sauber C36, Lance Stroll, Williams FW40, and Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32, at the start
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren

Em sua temporada de estreia na F1, Stoffel Vandoorne admitiu que é difícil mostrar do que ele é capaz enquanto o conjunto McLaren-Honda ainda não estiver competitivo.

O campeão da GP2 em 2015 faz seu primeiro campeonato completo na F1 ao lado de Fernando Alonso depois de ter estreado na categoria durante uma prova isolada de 2016, no Bahrein.

Vandoorne obteve o 18º lugar no grid depois de um problema com a pressão de combustível e terminou a corrida, no domingo, em 13º, o último entre os que terminaram.

Questionado sobre o quão difícil é mostrar suas habilidades no momento, o belga respondeu: “É difícil, com certeza, quando o conjunto não rende o que deveria. Precisamos de um empurrão da equipe para subirmos no grid, mas já estávamos cientes disso em Barcelona”, disse.

“Na minha situação, a única coisa que posso fazer é continuar trabalhando duro com a equipe, lutando por cada posição que eu puder. Preciso fazer o meu melhor com os engenheiros e extrair o máximo do que tenho. E acho que tirei mais ou menos o máximo do que eu tinha.”

O belga enfrentou a maior parte dos problemas pelos quais a McLaren passou na abertura da temporada, perdendo tempo nos boxes com um problema elétrico e tendo outras dificuldades. Contudo, ele ainda assim conseguiu terminar a corrida.

Vandoorne afirmou que a performance da equipe em Melbourne, que viu Alonso lutar por pontos até abandonar, foi uma surpresa depois de uma pré-temporada desastrosa.

“Foi uma corrida difícil, mas sabíamos disso antes de chegar até aqui. Terminamos a corrida com um carro, mesmo com os problemas que tivemos. Fernando também quase chegou ao fim, e depois de Barcelona não esperávamos por isso.”

“Não foi fácil para mim. Fiquei muito ocupado ao volante, mexendo em um monte de coisas para tentar trazer o carro para casa. Tive problemas eletrônicos e, em determinado momento, também fiquei sem o meu painel, então eu não sabia o que estava acontecendo. Tive que ir aos boxes e fazer um pitstop muito antes do que eu deveria para reiniciar o carro. Terminar a corrida já é um grande feito.”

Sauber rebate críticas “terríveis” feitas a Wehrlein

Artigo anterior

Sauber rebate críticas “terríveis” feitas a Wehrlein

Próximo artigo

Total de ultrapassagens da F1 diminui 86% em um ano

Total de ultrapassagens da F1 diminui 86% em um ano
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Localização Melbourne Grand Prix Circuit
Pilotos Stoffel Vandoorne
Equipes McLaren
Autor Scott Mitchell