F3: Hauger vence corrida 1 na Áustria após largar da 12ª posição; Fittipaldi é 4º após punições no grid

Pouco antes do início da segunda corrida, uma série de punições mudaram radicalmente o resultado final da corrida

F3: Hauger vence corrida 1 na Áustria após largar da 12ª posição; Fittipaldi é 4º após punições no grid

Neste sábado, a Fórmula 3 realizou a primeira das três corridas do fim de semana no Red Bull Ring. E em uma prova caótica, Dennis Hauger garantiu a vitória após sair da 12ª posição, por ser o mais rápido da classificação da sexta, garantindo uma dobradinha da Prema. Uma série de punições após o fim da corrida mudou radicalmente o resultado com Caio Collet caindo de sexto para 17º e Enzo Fittipaldi subindo de 11º para quarto.

Hauger, que lidera o campeonato, saiu de 12º, mas foi escalando o grid para ser o primeiro a ver a bandeira quadriculada, evitando uma colisão na pista a sua frente que envolveu quatro carros.

Leia também:

Seu companheiro de Prema, Olli Caldwell foi o segundo, enquanto o pole Logan Sargeant, da Charouz, foi o terceiro. 

Matteo Nannini, da HWA e Clément Novalak, da Trident, vinham brigando pela primeira posição, mas colidiram na volta 19, levando ao abandono, enquanto Sargeant conseguiu evitar o incidente para garantir o pódio.

Ido Cohen, da Carlin, ficou parado no grid antes da volta de apresentação e foi levado de volta ao pitlane pelos fiscais, seguindo com sua onda de azar após o carro parar na reta principal durante a classificação na sexta.

Nannini assumiu a liderança na curva um, com Caldwell subindo para terceiro antes de ser ultrapassado por Novalak. Martins, companheiro de Collet na MP Motorsport, caiu para quinto, enquanto Arthur Leclerc, da Prema, perdeu posições após uma largada ruim, com Vesti também sofrendo na saída.

Na segunda volta, a onda de azar de Cohen seguiu, com seu carro parando ao lado da pista, levando ao acionamento da bandeira amarela antes do safety car virtual. No fim da quarta volta, Nannini aumentava sua vantagem, enquanto Hauger já havia subido cinco posições, estando em sétimo.

Na quinta volta, a primeira com o acionamento do DRS, Sargeant reduziu a vantagem de Nannini, enquanto mais atrás David Schumacher, da Trident, e Calan Williams, da Jenzer, tiveram um contato, levando o primeiro para fora da pista e rendendo uma punição de cinco segundos.

Já Martins cometeu um erro na volta seis, indo parar na brita. Com isso, Hauger aproveitou para ganhar mais uma posição. Na frente, Sargeant recuperou a liderança na volta nove, retardando a freada para passar Nannini, antes da dupla trocar novamente de posições na volta seguinte, com Novalak ainda passando o americano, que caiu para terceiro.

Nannini, Novalak e Sargeant seguiram trocando posições, com os dois primeiros se revezando na liderança em diversas oportunidades, enquanto Sargeant recebia uma bandeira preta e branca por exceder os limites de pista.

Hauger subiu para terceiro na volta 18, à frente de Sargeant, antes de Caldwell também passar o americano, que caiu para quinto. Novalak reassumiu a liderança na 19ª volta, mas logo em seguida se envolveu em uma colisão com Nannini, levando ao abandono do francês, enquanto o italiano caiu na classificação.

Com isso, Dennis Hauger teve caminho livre para assumir a liderança, com Olli Caldwell em segundo e Logan Sargeant em terceiro. Victor Martins foi o quarto, com Jak Crawford em quinto e Caio Collet em sexto.

Horas após o final da corrida, e logo antes do início da segunda prova do dia, uma série de punições aplicadas ao longo do grid mudaram radicalmente a classificação final.

Enquanto a dobradinha da Prema foi mantida, Sargeant perdeu o pódio com uma punição de 10s por desrespeitar os limites de pista. Collet e Cordeel receberam a mesma sanção. Já Williams, Martins e Caldwell tomaram apenas 5s por isso e Nannini e Ugran receberam 30s.

Já Crawford e Smolyar tomaram 5s cada, o primeiro por sair da pista e obter vantagem indevida, enquanto o segundo por forçar Crawford fora da pista. Completando a série de punições, Iwasa foi desclassificado por desrespeitar bandeiras brancas e pretas.

Com isso, Jack Doohan foi alavancado para o terceiro lugar, enquanto Enzo Fittipaldi subiu impressionantes sete posições, indo de 11º para quarto, com Victor Martins em quinto, Jonny Edgar em sexto. David Schumacher terminou em 12º, garantindo a pole position da segunda corrida, enquanto Caio Collet caiu de sexto para 17º.

A largada da segunda corrida está marcada para 12h45, horário de Brasília, com transmissão pelo Bandsports.

F1 2021: REAÇÃO da Mercedes? Veja os destaques dos treinos para o GP da Áustria | SEXTA-LIVRE

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #116 - TELEMETRIA: Quais as esperanças de Hamilton na Áustria? Rico Penteado responde

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F3 - Collet se conforma com volta de pole excluída: “regras são regras”
Artigo anterior

F3 - Collet se conforma com volta de pole excluída: “regras são regras”

Próximo artigo

F3: Schumacher vence corrida 2 na Áustria; Fittipaldi é oitavo

F3: Schumacher vence corrida 2 na Áustria; Fittipaldi é oitavo
Carregar comentários