F2: Correa mira retorno à categoria em 2021 após acidente com Hubert em Spa

O piloto ficou em coma por duas semanas após o acidente, além sofrer ferimentos graves no pulmão e em sua perna direita

F2: Correa mira retorno à categoria em 2021 após acidente com Hubert em Spa

Juan Manuel Correa tem esperança de retornar à Fórmula 2 em 2021, depois de fazer um bom progresso na recuperação de lesões sofridas em Spa no ano passado. Correa sofreu ferimentos graves nos pulmões e na perna direita no acidente com vários carros no início da corrida de F2 do ano passado, que tirou a vida de Anthoine Hubert.

Correa ficou por duas semanas em coma após o acidente enquanto se recuperava dos ferimentos respiratórios, mas conseguiu voltar para casa, nos Estados Unidos, onde desde então se concentrou na reabilitação da perna direita.

Leia também:

Em entrevista ao canal da F2 no Instagram, Correa disse que sua recuperação está indo "muito bem" e que agora ele tem esperança de voltar à categoria no próximo ano.

“Tenho me recuperado muito rápido, pressionando muito com essa mentalidade de piloto, sempre fazendo mais do que o necessário, mas tem funcionado bem”, disse Correa. Na verdade, estou olhando para um retorno no próximo ano, então mais cedo do que pensávamos inicialmente, mas está parecendo bom”.

“Ainda tenho algumas cirurgias pela frente, mas toda (a estrutura de) metal em torno da minha perna deve ter desaparecido até o final deste ano, o que significa que posso entrar em um carro, talvez já em dezembro”.

Correa retorna à Bélgica neste final de semana como convidado da F2, quando marca um ano desde o acidente, e espera que a visita proporcione algum fechamento. “Achei que havia uma maneira de encerrar o capítulo, mas, mais importante, de prestar minha homenagem a Anthoine”, disse Correa.

“Não tenho conseguido fazer isso direito de Miami. É apenas algo que eu tinha como pendente. Senti isso ao vir aqui neste final de semana, recebi o convite da F2 e aceitei em um piscar de olhos”.

“Estou feliz por estar aqui, estou feliz por ver todas as pessoas do paddock novamente. Mas também vai ser um final de semana muito emocionante para mim”.

Correa prestou homenagem a Hubert durante a entrevista, revelando que a família do francês esteve em contato com seus pais durante sua recuperação. “Eles estavam mandando mensagens de texto para meus pais poucos dias depois do acidente, perguntando como eu estava. Eles estavam muito preocupados comigo”, disse Correa.

“A namorada dele, Julie, veio me visitar no hospital em Londres enquanto eu estava em coma. Na verdade, tenho uma foto minha cheia de tubos e sensores em todos os lugares, e ela estão ao meu lado. Acho que isso realmente mostra a qualidade das pessoas que eles são, e por que Anthoine era um cara tão legal”.

“Ele era um cara genuinamente legal. Ele era um bom amigo, embora nas corridas não necessariamente façamos amizade com as pessoas contra quem competimos. Ele era um cara tranquilo. Ele era tão legal o tempo todo, muito positivo”.

“É difícil falar sobre ele. Já dirigindo aqui hoje, olhando para a pista, me dá calafrios, e tudo que eu faço só me lembra dele. Ainda é inacreditável o que aconteceu. Não parece real de certa forma”.

“Isso só me deixa triste, também por sua família. Eu também penso muito sobre eles. Estou aqui para fazer uma homenagem a ele, estou aqui principalmente por ele neste final de semana, para encerrar o capítulo e começar a olhar para frente".

TELEMETRIA: Ferrari descobre problema de Leclerc e Renault ‘tira o pé’ contra Racing Point

PODCAST Motorsport.com debate qual seria o calendário ideal da Fórmula 1; ouça

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Mundo da F1 presta homenagens a Hubert na chegada à Bélgica

Artigo anterior

Mundo da F1 presta homenagens a Hubert na chegada à Bélgica

Próximo artigo

F2: Tsunoda conquista pole em Spa; Drugovich larga em 5º

F2: Tsunoda conquista pole em Spa; Drugovich larga em 5º
Carregar comentários