Fórmula E Portland I

A montanha-russa de Collet da Indy NXT à titularidade da Fórmula E em Portland

"Me apoiem e apoiem o nosso time da melhor forma possível. É uma situação difícil para todos no Nissan, mas espero que possamos fazer o melhor", disse Caio

Caio Collet, Nissan Formula E Team

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

Neste fim de semana, o Brasil verá a estreia de mais um piloto do País na Fórmula E: piloto de testes e simulador da Nissan, Caio Collet substitui o britânico Oliver Rowland, que ficou doente, no evento da categoria elétrica em Portland, no noroeste dos Estados Unidos.

O editor recomenda:

O Motorsport.com soube que Rowland estava mal desde o último fim de semana e um médico foi acionado para checar as condições do piloto inglês, que vem sendo um destaque no campeonato de carros elétricos.

A Nissan, então, adiou o voo do competidor para a noite de quinta-feira, na esperança de que ele pudesse melhorar com o passar dos dias, mas não foi o suficiente -- uma pena para Oliver, que está só 36 pontos atrás do líder Nick Cassidy, neozelandês da Jaguar, a quatro corridas do fim da temporada.

"Sinto muito por Oliver, ele é um dos melhores pilotos que conheço e está lutando pelo campeonato, essa situação é realmente lamentável para ele", afirmou o piloto brasileiro ex-Fórmula 3 à reportagem do Motorsport.com.

Caio Collet, Nissan Formula E Team, Nissan e-4ORCE 04

Caio Collet, Equipe Nissan de Fórmula E, Nissan e-4ORCE 04

Foto de: Dom Romney / Motorsport Images

Caio já estava nos Estados Unidos, já que atualmente compete na Indy NXT (antiga Indy Lights, categoria imediatamente anterior à IndyCar), da qual é o terceiro colocado. Ele então foi 'colocado em espera' já na quarta-feira para que pudesse ser chamado à ação pela Nissan.

"Estou correndo na Indy NXT e eu deveria ter testado hoje e em vez de estar aqui. Na quarta-feira, recebi a ligação dizendo que tinha de estar aqui porque Oliver não estava se sentindo bem. Pensei comigo mesmo: 'Quais as chances [de correr], uma em 10...'. Mas eu tinha de estar aqui", seguiu Collet.

"Esta manhã recebemos a confirmação de que ele estava se sentindo muito mal e não viria", relatou o piloto do Brasil. Collet entra no evento sem nenhum trabalho de simulação no circuito e ainda não o experimentou, com Portland vindo mais tarde na temporada da Indy NXT. Mas ele quer pontos...

"Não voltei a Paris para fazer nenhuma simulação, mas a equipe está fazendo um trabalho incrível para me preparar da melhor forma possível e acho que me sinto pronto. É muito difícil esperar alguma coisa, mas estou apenas tentando fazer o meu melhor, para ver se consigo 'pegar' algumas coisas", afirmou.

"Acho que a corrida aqui será bastante caótica, como vimos em São Paulo ou Xangai, então é 'só' ficar longe dos problemas e conquistar alguns pontos, mas acho que será uma tarefa difícil", completou Collet.

A REAPROXIMAÇÃO de Senna e Prost e a TROCA McLaren-Williams: assessora de Ayrton, Betise conta TUDO!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Collet estreia na Fórmula E neste fim de semana em Portland, substituindo Rowland na Nissan
Próximo artigo F-E: Evans conquista pole; líder do campeonato, Cassidy, é apenas 11º

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil