Fórmula E
05 ago
Próximo evento em
01 Horas
:
03 Minutos
:
32 Segundos

F-E: Mahindra anuncia Lynn como substituto de Wehrlein para o restante da temporada 2019/20

compartilhar
comentários
F-E: Mahindra anuncia Lynn como substituto de Wehrlein para o restante da temporada 2019/20
Por:
24 de jun de 2020 11:06

Após a saída de Wehrlein, a Mahindra anunciou o ex-Virgin e Jaguar para a maratona de corridas em Berlim

No mês passado, o ex-F1 Pascal Wehrlein surpreendeu ao anunciar sua saída da equipe Mahindra na Fórmula E de modo imediato, deixando a equipe sem um piloto para a retomada da temporada. Mas a equipe acaba de anunciar o substituto do alemão: Alex Lynn.

O anúncio de Wehrlein foi feito em suas redes sociais apenas um dia depois da última etapa do Race at Home Challenge, torneio virtual organizado pela F-E durante a pandemia. A expectativa é que Wehrlein, que ocupa atualmente o 14º lugar na classificação da categoria após cinco etapas, deve assinar com a Porsche para a temporada 2021, substituindo Neel Jani.

Leia também:

E nesta quarta veio o anúncio da Mahindra de que sua vaga será ocupado por Lynn, que foi campeão da GP3 em 2014, para a maratona de seis corridas em nove dias no aeroporto Berlim Tempelhof no início de agosto, correndo ao lado de Jérôme D'Ambrosio.

Lynn disse: "Estou muito animado por poder representar a Mahindra em Berlim. Tenho grandes ambições que são iguais às que a Mahindra pretende atingir, então mal posso esperar para começar".

"Eu corri duas vezes em Berlim anteriormente e sempre senti que me encaixava ali, incluindo uma participação na superpole na temporada passada. O formato que será usado em Berlim é excitante e será desafiador ao mesmo tempo e mal posso esperar para acelerar lá".

O piloto britânico, de 26 anos, fez sua estreia na F-E com a DS Virgin na temporada 2016-17, na estreia do eP de Nova York, conquistando uma pole position já de cara, mas abandonou nas duas corridas por problemas com o carro.

Lynn continuou com a equipe na temporada seguinte e terminou em 16º na classificação, e foi para a Jaguar para 2018/19, terminando apenas em 18º na classificação. Ele foi substituído pelo piloto de GTE da Ferrari no Mundial de Endurance, James Calado, e ficou sem vaga na categoria até agora.

O chefe e CEO da Mahindra, Dilbagh Gill acrescentou: "Alex conquistou momentos fantásticos em sua carreira e estamos confiantes que juntos podemos conseguir resultados no restante da temporada".

"Não é fácil entrar no meio da temporada, especialmente com esse modo único que vamos correr em Berlim, mas Alex tem apetite, talento e experiência que certamente terá retorno rápido. Queremos agradecer a Pascal por sua contribuição e desejamos tudo de melhor em seu futuro".

O modelo atual da Mahindra, o M6Electro, foi marcado por problemas de confiabilidade, muito devido a uma mudança em seu fornecedor de embreagem. No momento, D'Ambrosio é apenas o 16º no mundial de pilotos e a Mahindra é a 10ª entre 12 equipes.

VÍDEO: Felipe Nasr abre o jogo sobre histórias de Piquet, BMW, GP2 e F1

PODCAST Motorsport.com discute notas polêmicas do game F1 2020; ouça o bate-papo

 

VÍDEO: Nasr abre o jogo sobre histórias de Piquet, BMW, GP2 e F1

Artigo anterior

VÍDEO: Nasr abre o jogo sobre histórias de Piquet, BMW, GP2 e F1

Próximo artigo

F-E: Nelsinho tem nome especulado para vaga na equipe NIO no lugar de Hua; Abt está na disputa

F-E: Nelsinho tem nome especulado para vaga na equipe NIO no lugar de Hua; Abt está na disputa
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Pilotos Alex Lynn
Equipes Mahindra Racing
Autor Matt Kew