Indy: Palou segue com Ganassi em 2023, mas mantém teste com McLaren na Fórmula 1

Atividade privada acontece de quarta a sexta no circuito de Barcelona

Alex Palou, Chip Ganassi Racing Honda

Alex Palou anunciou nesta quarta-feira que ficará com sua atual equipe Chip Ganassi Racing na Indy para 2023, com Felix Rosenqvist permanecendo na Arrow McLaren SP.

Leia também:

Palou se viu no olho do furacão, em julho, quando foi anunciado que ele deixaria a Ganassi para ir à McLaren Racing após a temporada de 2022. Na época, a declaração chegou logo após a Ganassi assumir a opção de ter o campeão da Indy em 2021 por uma ano, desencadeando um cabo de guerra em esferas legas entre os dois lados.

Devido às consequências amargas, o futuro de Palou ficou no ar por dois meses, mas, em uma reviravolta impressionante, Palou anunciou que agora está ficando onde está, em vez de se juntar à Arrow McLaren SP.

 

"Estou animado em anunciar que Chip Ganassi Racing e eu chegamos a um acordo, e estarei de volta ao carro número 10 na próxima temporada. Ansioso por um GRANDE 2023!" Palou tweetou.

Entendeu-se que, além de querer garantir um contrato melhor como campeão da Indy, a mudança de Palou para a McLaren também envolvia a promessa de um envolvimento no programa da F1.

Enquanto a McLaren trabalhou para assinar com o protegido da Alpine, Oscar Piastri, para substituir Daniel Ricciardo e ser o companheiro de Lando Norris em 2023, o acordo de testes de Palou com a McLaren ainda continuará com a aprovação da Ganassi.

“Alex Palou permanecerá no carro número 10 com a Chip Ganassi Racing para a temporada 2023 da IndyCar”, dizia um comunicado da Ganassi.

“O acordo lhe dá a oportunidade de testar carros em séries de corrida separadas, desde que não entre em conflito direto com seus compromissos na IndyCar”.

Palou acrescentou que está "agradecido por a Chip Ganassi Racing me permitir realizar testes de F1 fora dos meus compromissos na IndyCar".

"Obrigado, Chip, Mike [Hull, diretor administrativo da Ganassi] e toda a equipe por sua disposição de trabalhar juntos e ajudar a apoiar a equipe e meus objetivos pessoais ao longo deste processo", disse ele.

Palou dominou o final da temporada da Indy no fim de semana passado em Laguna Seca e, após a corrida, foi visto compartilhando um abraço com o chefe da equipe Ganassi, sugerindo que seu relacionamento gelado sobre o futuro de Palou havia derretido.

Até o momento, não se sabe qual, e se algum, acordo Ganassi e McLaren Racing tiveram que chegar para resolver a situação.

Felix Rosenqvist, Arrow McLaren SP Chevrolet

Felix Rosenqvist, Arrow McLaren SP Chevrolet

Photo by: Jake Galstad / Motorsport Images

Como resultado de Palou ficar onde está, a Arrow McLaren SP revelou que Rosenqvist continuará com a equipe ao lado de Pato O'Ward e Alexander Rossi, que se junta à Andretti Autosport.

Rosenqvist tinha um contrato com o grupo McLaren Racing para 2023, mas, devido à chegada de Palou, foi sugerido que o sueco voltasse à Fórmula E para correr pela nova equipe da McLaren no campeonato elétrico.

"Não há melhor maneira de entrar no período de entressafra do que com esta notícia", disse Rosenqvist.

"Eu amo esse time e estou muito feliz por continuar trabalhando com todas as pessoas incríveis que conheci nas últimas duas temporadas.

“Com tudo o que a equipe tem em mente, o relacionamento contínuo com Pato e a adição de Alex Rossi, vamos trazer nosso melhor jogo para 2023”.

Podcast #195 - Fantasma de Abu Dhabi assombra Monza: o que mudar na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: McLaren fará teste com Palou, Herta e O'Ward em Barcelona
Próximo artigo Indy: Temporada 2022 foi a mais assistida em seis anos

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil