IndyCar
R
Birmingham
09 abr
Próximo evento em
75 dias
R
Long Beach
16 abr
Próximo evento em
82 dias
R
St. Pete
23 abr
Próximo evento em
89 dias
R
Texas
30 abr
Próximo evento em
96 dias
R
GP de Indianápolis
14 mai
Próximo evento em
110 dias
28 mai
Próximo evento em
124 dias
R
Detroit
11 jun
Próximo evento em
138 dias
R
Road America
18 jun
Próximo evento em
145 dias
R
Mid-Ohio
02 jul
Próximo evento em
159 dias
R
Toronto
09 jul
Próximo evento em
166 dias
R
Nashville
06 ago
Próximo evento em
194 dias
R
GP de Indianápolis II
13 ago
Próximo evento em
201 dias
R
Gateway
20 ago
Próximo evento em
208 dias
R
Portland
10 set
Próximo evento em
229 dias
R
Laguna Seca
17 set
Próximo evento em
236 dias
R
Long Beach
24 set
Próximo evento em
243 dias

Penske é a Ferrari da Indy, diz Simon Pagenaud

compartilhar
comentários
Penske é a Ferrari da Indy, diz Simon Pagenaud
Por:
Co-autor: René Fagnan

Orgulhoso de fazer parte do time de Roger Penske, campeão da Indy diz que organização o lembra de equipe de fábrica

Simon Pagenaud, Team Penske Chevrolet
Simon Pagenaud, Team Penske Chevrolet
Simon Pagenaud, Team Penske Chevrolet
Simon Pagenaud, Team Penske Chevrolet
2016 Champion Simon Pagenaud, Team Penske Chevrolet celebrates with Roger Penske

Campeão da Indy em 2016, Simon Pagenaud diz que guiar para a equipe Penske o lembra de como ele sentiu quando corria para a equipe de fábrica da Peugeot nos protótipos.

O francês, que em 2011 terminou em segundo lugar em seu terceiro ano correndo com o Peugeot 908 em Le Mans, disse ao Motorsport.com: "A Penske é uma verdadeira equipe de fábrica, semelhante à Peugeot Sport quando eu fiz as 24 Horas de Le Mans. A Penske na IndyCar é um pouco como Ferrari em F1. A empresa tem 350 pessoas em seus programas de NASCAR e IndyCar.”

"A Penske tem 50 anos de história e um registro excepcional. Roger Penske ainda é um grande entusiasta. Ele sabe tudo em sua equipe. Ele demonstra sua liderança por estar presente na fábrica e em campo.”

Pagenaud, que conseguiu cinco vitórias e sete pole positions na Indy no ano passado, disse que a grande competição entre equipes e pilotos foi o que fez o título tão especial e explica por que não foi imediatamente vencedor quando se juntou à Penske em 2015.

"O nível de competição aumentou um pouco", observou ele. "Note que não há ninguém a dois segundos da pole position. Quando olhamos para os tempos do grid de 24 carros, todos estão no mesmo segundo. Uma luta muito dura.”

"Na Fórmula 1, há muitas vezes um intervalo de cinco segundos entre o primeiro e o último. Mesmo nas 24 Horas de Le Mans, não é tão apertado como na IndyCar. Eu acredito que o nível de competitividade das equipes na IndyCar e o nível dos pilotos progrediu consideravelmente.”

"Além do meu engenheiro (Ben Bretzman), eu não conhecia ninguém quando cheguei à Penske. Demorou um pouco para que as coisas acontecessem, e isso foi feito no inverno passado. Agora temos confiança em nossa metodologia de trabalho.”

"Nós nos entendemos sem falar. Estou dirigindo um bom carro e estou em uma ótima equipe. Estamos bem em todos os fins de semana."

Ganassi confirma Max Chilton para 2017

Artigo anterior

Ganassi confirma Max Chilton para 2017

Próximo artigo

Indy revela primeiros esboços de aerokit para 2018

Indy revela primeiros esboços de aerokit para 2018
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar
Pilotos Simon Pagenaud
Equipes Team Penske
Autor David Malsher