Dovizioso: "ainda falta algo" para Ducati lutar por título

Para Andrea Dovizioso, moto italiana ainda não está pronta para brigar com rivais por vitórias em todas as provas

Dovizioso: "ainda falta algo" para Ducati lutar por título
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Second place Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing, Andrea Dovizioso, Ducati Team
Podium: second place Andrea Dovizioso, Ducati Team
Podium: race winner Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing, second place Andrea Dovizioso, Ducati Team, third place Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Carregar reprodutor de áudio

Andrea Dovizioso começou a temporada 2017 da MotoGP com o segundo lugar no GP do Catar - pelo terceiro ano seguido, o italiano chega na mesma posição em Losail - após uma batalha intensa com Maverick Viñales, vencedor da prova.

Entretanto, o italiano não acredita que a corrida de abertura do campeonato - disputada em um circuito tradicionalmente favorável à Desmosedici devido à longa reta dos boxes - deva ser considerada uma evidência de que a Ducati será forte neste ano.

Jorge Lorenzo, novo contratado da equipe, sofreu na estreia e terminou em 11º. Gigi Dall’Igna, diretor técnico, do time, admitiu no fim dos testes de pré-temporada que a Ducati ainda não está pronta para lutar pelo título.

Questionado sobre em que patamar a Ducati se encontra após a prova em Losail, Dovizioso admitiu que a equipe italiana ainda precisa fazer avanços para lutar com regularidade por vitórias junto à Yamaha e Honda.

“Creio que é muito difícil estabelecer uma meta após esta corrida, pois foi um final de semana estranho, com uma corrida estranha. O ritmo foi lento e as condições eram bastante ruins. A diferença entre os pilotos no fim foi pequena, não creio que isso corresponda à realidade", disse.

“Acredito que somos muito competitivos em algumas pistas como éramos no ano passado, mas ainda falta algo e não conseguimos resolver isso agora. Precisamos melhorar em alguns pontos para estarmos com eles em todas as corridas. Sei o quanto eles são fortes e eles são competitivos em todas as condições a cada corrida", afirmou.

Lorenzo participa de teste privado em Jerez

A Ducati utilizou um dos cinco dias de testes permitidos durante a temporada e realizou, na última quarta-feira, uma sessão privada para Lorenzo e Dovizioso no circuito de Jerez de la Frontera, na Espanha. Michelle Pirro, piloto de testes do time italiano, andou no dia anterior.

Lorenzo completou 82 voltas, incluindo uma ida à pista com a carenagem que busca compensar o banimento das asas, vista pela primeira vez nos testes em Losail. Dovizioso, por sua vez, completou 51 voltas.

A dupla focou especialmente no acerto para a corrida - Jerez é uma pista na qual a Ducati historicamente sofre, devido às condições de baixa aderência características do traçado espanhol. Nenhum deles sofreu quedas ou qualquer tipo de problema mecânico.

Reportagem adicional por Oriol Puigdemont

compartilhar
comentários
Pilotos da MotoGP pedem que pista do Catar seja recapeada
Artigo anterior

Pilotos da MotoGP pedem que pista do Catar seja recapeada

Próximo artigo

Lorenzo: "Viñales lembra a mim quando cheguei à MotoGP"

Lorenzo: "Viñales lembra a mim quando cheguei à MotoGP"