Ideia de chamar Zarco para a LCR "surpreendeu" chefes da Honda

Equipe cogitou chamar Bradl, mas Honda disse que o piloto não estaria disponível e Zarco acabou sendo o escolhido pela a experiência na MotoGP

Ideia de chamar Zarco para a LCR "surpreendeu" chefes da Honda

O chefe da equipe LCR, Lucio Cecchinello, disse que a Honda ficou "surpresa" com sua ideia de convidar Johann Zarco, piloto da KTM, para substituir Takaaki Nakagami nas três últimas corridas da MotoGP em 2019.

Leia também:

O Motorsport.com revelou no início desta semana que Nakagami será submetido a uma cirurgia por conta de uma lesão no ombro após a corrida no Japão e que será substituído por Zarco nos GPs da Austrália, da Malásia e de Valência - notícias confirmadas oficialmente nesta quarta-feira.

Zarco saiu da KTM após a corrida em Misano no mês passado, já tendo pedido que seu contrato de dois anos fosse rescindido antecipadamente em meio a uma temporada difícil.

Cecchinello admite que o piloto de testes da HRC, Stefan Bradl – piloto de testes da Honda que substituiu Cal Crutchlow na equipe nas duas últimas etapas do ano passado - foi sua primeira escolha, mas a necessidade de desenvolvimento da moto de 2020 da Honda deixou Zarco como o única opção viável.

"É claro que Bradl foi nossa primeira opção", disse Cecchinello. “Quando discutimos com a Honda sobre a possibilidade de tê-lo como substituto, eles infelizmente nos disseram que Bradl tem uma agenda muito ocupada com o desenvolvimento da nova moto”.

"Não havia certeza de que ele estaria disponível para a corrida da Malásia, etapa muito importante para nosso patrocinador Idemitsu, e para outros parceiros. Finalmente entendemos que Bradl não era uma opção, então quem mais?

Johann Zarco
Johann Zarco
1/16

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Johann Zarco
Johann Zarco
2/16

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Johann Zarco
Johann Zarco
3/16

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Johann Zarco
Johann Zarco
4/16

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Johann Zarco
Johann Zarco
5/16

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Johann Zarco
Johann Zarco
6/16

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Johann Zarco
Johann Zarco
7/16

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Johann Zarco
Johann Zarco
8/16

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Johann Zarco
Johann Zarco
9/16

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Johann Zarco
Johann Zarco
10/16

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Johann Zarco
Johann Zarco
11/16

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Johann Zarco
Johann Zarco
12/16

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Johann Zarco
Johann Zarco
13/16

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Johann Zarco
Johann Zarco
14/16

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Johann Zarco
Johann Zarco
15/16

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Johann Zarco
Johann Zarco
16/16

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

“Como gerente, preciso de um piloto profissional capaz de subir na moto e fazer um trabalho bem feito sem correr muitos riscos, porque também seria perigoso colocar um jovem nessa moto”.

“Então, pensando em alguém com o perfil, tive a ideia de chamar Zarco. Antes de entrar em contato com ele, conversei com a Honda e eles ficaram um pouco surpresos, mas depois de algumas horas eles disseram: 'OK, vá em frente e pergunte a ele'”.

Acredita-se que a Honda tenha visto isso como uma oportunidade de avaliar Zarco como potencial substituto de Jorge Lorenzo na equipe de fábrica para o próximo ano. O futuro do tricampeão continua incerto, apesar de ter se comprometido a cumprir seu contrato após rumores de que retornaria para a Ducati com a Pramac.

Supõe-se também que Zarco esteja perto de assinar um acordo com a Yamaha para se juntar à equipe de testes da marca, embora não esteja claro em que ponto estariam as negociações.

Com os dois pilotos da LCR sem contrato para 2021, Cecchinello admite que a Zarco "pode ​​ser uma opção" para o futuro do time.

"Ele é um piloto definitivamente competitivo", acrescentou. "É bicampeão mundial na Moto2, mostrou-se competitivo na MotoGP, fazendo uma temporada muito boa em 2018, e foi estreante do ano [em 2017].

“Acredito que estejamos procurando pilotos porque o mercado estará aberto para 2021. Então, podemos dizer que ele pode ser uma opção para a nossa equipe, caso Cal decida se aposentar ou não renove o acordo com a equipe”.

MotoGP retorna ao Brasil em 2022

Conforme antecipado pelo Motorsport.com, a categoria rainha da motovelocidade mundial voltará ao Brasil na temporada 2022. A etapa brasileira ocorrerá no Rio de Janeiro, no circuito Rio Motorpark, ainda a ser construído na região de Deodoro.

Três locais já receberam provas da MotoGP no Brasil. De 1987 a 1989, Goiânia recebeu as principais motos e pilotos do mundo. Em 1992, foi a vez de Interlagos ser o palco. De 1995 a 2004, o extinto autódromo de Jacarepaguá, no Rio, fez parte do calendário.

Pela categoria principal, as 500cc, Valentino Rossi é o recordista de vitórias, com quatro triunfos. Mick Doohan tem dois êxitos e Makoto Tamada foi o último ganhador da etapa brasileira. Veja fotos da MotoGP no Brasil abaixo:

Rio de Janeiro: Valentino Rossi, Honda
Rio de Janeiro: Valentino Rossi, Honda
1/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Valentino Rossi, Carlos Checa e Max Biaggi
Valentino Rossi, Carlos Checa e Max Biaggi
2/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Valentino Rossi, Honda
Valentino Rossi, Honda
3/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Valentino Rossi, Honda
Valentino Rossi, Honda
4/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Valentino Rossi, Honda
Valentino Rossi, Honda
5/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Valentino Rossi, Honda
Valentino Rossi, Honda
6/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Valentino Rossi, Honda
Valentino Rossi, Honda
7/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Valentino Rossi, Repsol Honda Team
Valentino Rossi, Repsol Honda Team
8/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Makoto Tamada, Max Biaggi e Nicky Hayden,
Makoto Tamada, Max Biaggi e Nicky Hayden,
9/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Nicky Hayden, Repsol Honda Team
Nicky Hayden, Repsol Honda Team
10/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Nicky Hayden, Repsol Honda Team
Nicky Hayden, Repsol Honda Team
11/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Valentino Rossi cai
Valentino Rossi cai
12/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Vencedor de 2004: Makoto Tamada
Vencedor de 2004: Makoto Tamada
13/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Goiânia: Sito Pons, Campsa Honda
Goiânia: Sito Pons, Campsa Honda
14/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Sito Pons, Campsa Honda
Sito Pons, Campsa Honda
15/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Sito Pons, Campsa Honda
Sito Pons, Campsa Honda
16/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Randy Mamola, Cagiva
Randy Mamola, Cagiva
17/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Fiorenzo Fanali, Kel Carruthers, Giacomo Agostini, Eddie Lawson
Fiorenzo Fanali, Kel Carruthers, Giacomo Agostini, Eddie Lawson
18/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Eddie Lawson, Agostini Yamaha, Rob McElnea, Suzuki Pepsi Cola
Eddie Lawson, Agostini Yamaha, Rob McElnea, Suzuki Pepsi Cola
19/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Eddie Lawson, Agostini Yamaha
Eddie Lawson, Agostini Yamaha
20/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Eddie Lawson, Agostini Yamaha
Eddie Lawson, Agostini Yamaha
21/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

São Paulo (1992): Mick Doohan, Honda
São Paulo (1992): Mick Doohan, Honda
22/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Mick Doohan, Honda
Mick Doohan, Honda
23/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Mick Doohan, Honda
Mick Doohan, Honda
24/27

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Mick Doohan e Dr. Claudio Costa
Mick Doohan e Dr. Claudio Costa
25/27

Foto de: Clinica Mobile

Mick Doohan, Honda
Mick Doohan, Honda
26/27

Foto de: Clinica Mobile

Mick Doohan, Honda
Mick Doohan, Honda
27/27

Foto de: Clinica Mobile

compartilhar
comentários
MotoGP: Honda LCR confirma renovação e ausência de Nakagami em 2019

Artigo anterior

MotoGP: Honda LCR confirma renovação e ausência de Nakagami em 2019

Próximo artigo

Confira os horários da MotoGP no Japão

Confira os horários da MotoGP no Japão
Carregar comentários