Lorenzo escolhe Pirro como consultor de pista

Jorge Lorenzo anunciou que Michele Pirro, piloto de testes da Ducati, será o consultor para assuntos relativos à pilotagem, posição ocupada por Wilco Zeelenberg nos tempos de Yamaha

Lorenzo escolhe Pirro como consultor de pista
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Michele Pirro, Ducati Team
Michele Pirro, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Carregar reprodutor de áudio

Jorge Lorenzo tem um novo consultor de pista - pessoa responsável por dar orientações em relação à pilotagem a partir de observações feitas nos circuitos - para a estreia na Ducati. Michele Pirro, piloto de testes do time italiano, foi o escolhido pelo tricampeão da MotoGP.

Nos anos em que esteve com a Yamaha, Lorenzo teve Wilco Zeelenberg exercendo a função. Entretanto, Zeelenberg permaneceu na equipe japonesa e o espanhol foi obrigado a procurar outro nome para o cargo.

Inicialmente, a opção mais viável parecia ser Casey Stoner, também piloto de testes da Ducati, Max Biaggi também foi mencionado, devido à proximidade com Lorenzo. No fim, o novo contratado da equipe italiana resolveu optar por Pirro.

No novo cargo, o italiano estará presente em quase todas as provas, uma mudança de rotina em relação ao que acontecia antes. "Estou muito feliz com Michele, por isso escolhemos ele como o novo consultor", confirmou Lorenzo ao Motorsport.com.

Pirro, que fez a última temporada completa na MotoGP em 2012, também comentou o acerto com Lorenzo. "Temos objetivos em comum. A Ducati é como uma família para mim e se puder ajudar Jorge a vencer o campeonato, ficarei feliz", disse.

"É o meu quinto ano na Ducati e andei com todas as motos desde então. Jorge chegou no melhor momento possível, embora seja normal ele levar algum tempo para se adaptar à moto. Precisamos levar em consideração que ele, até então, só havia andado com a Yamaha na MotoGP. A Desmosedici demanda um estilo de pilotagem totalmente diferente.

"A GP17 não é completamente diferente, mas ele estava acostumado com outra moto. O importante para ele agora é ficar mais tempo possível na pista. De segunda para terça, ele foi um segundo mais veloz. Hoje, ele avançou novamente. A moto é a mesma, mas ele se adaptou melhor", completou.

compartilhar
comentários
Viñales bate Márquez em ultimo dia em Sepang; Rossi é 5º
Artigo anterior

Viñales bate Márquez em ultimo dia em Sepang; Rossi é 5º

Próximo artigo

Rossi elogia tempo de Viñales, mas avisa: "estou perto"

Rossi elogia tempo de Viñales, mas avisa: "estou perto"