MotoGP
18 out
-
20 out
Evento encerrado
25 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
15 nov
-
17 nov
Evento encerrado

Médico diz que Lorenzo estará pronto para segundo teste

compartilhar
comentários
Médico diz que Lorenzo estará pronto para segundo teste
Por:
23 de jan de 2019 11:38

Piloto espanhol perderá primeira sessão de pré-temporada em 2019, mas fará treino no Catar e está confirmado na primeira etapa

Jorge Lorenzo, Repsol Honda Team
Jorge Lorenzo, Repsol Honda Team
Jorge Lorenzo, Repsol Honda Team
Jorge Lorenzo, Repsol Honda Team
Jorge Lorenzo, Repsol Honda
Jorge Lorenzo, Repsol Honda Team, Marc Marquez, Repsol Honda Team
Jorge Lorenzo, Repsol Honda Team

Jorge Lorenzo fraturou o escafoide treinando perto de Verona nos últimos dias e na última segunda foi operado pelo Dr. Xavier Mir em Barcelona.

O médico espanhol, famoso por ter trabalhado com quase todos os pilotos da MotoGP, explicou as razões pelas quais Lorenzo estará fora dos primeiros testes coletivos da temporada, que serão em Sepang de 6 a 8 de fevereiro, embora a intervenção tenha sido realizada com uma técnica que reduz muito tempo de recuperação.

"O osso escafóide é um osso que não cicatriza facilmente, e para isso, não só para os atletas profissionais, mas também para as pessoas normais, você tenta intervir cirurgicamente com uma técnica minimamente invasiva, que consiste no uso de um parafuso feito especificamente para o escafoide. Isso permite que você inicie a reabilitação após cerca de dez dias, enquanto no caso oposto pode levar meses para cicatrizar", explicou Mir ao MotoGP.com.

Embora a lesão esteja sempre no pulso esquerdo, o qual ele teve problemas várias vezes nos últimos meses na Ducati, o Dr. Mir explicou que não há correlação entre as lesões.

"Não, apenas curioso que seja o mesmo pulso que já foi ferido duas vezes, o rádio e o outro para o ligamento perto do escafóide. Neste caso, no entanto, é um escafóide fraturado, o que não está relacionado com acidentes anteriores."

Com relação ao tempo de recuperação, Mir disse que o retorno à moto deve ocorrer nos testes no Catar no final de fevereiro, mas não tem nenhuma dúvida sobre sua presença no grid na primeira corrida do ano em 10 de março, novamente em Losail.

"O plano é manter o pulso imobilizado durante quatro dias, então você pode começar uma ligeira reabilitação em sua casa em Lugano, vamos vê-lo novamente em dez dias e, em seguida a ideia é começar uma reabilitação cada vez mais intensa. Para o teste no Qatar e, sem dúvida, para a corrida no Catar ".

Próximo artigo
Repsol Honda revela pintura para 2019 em evento na Espanha

Artigo anterior

Repsol Honda revela pintura para 2019 em evento na Espanha

Próximo artigo

Lorenzo explica queda “estúpida” que lhe causou fratura

Lorenzo explica queda “estúpida” que lhe causou fratura
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Jorge Lorenzo Compre Agora
Equipes Repsol Honda Team
Autor Matteo Nugnes