MotoGP: Márquez faz teste na Espanha e pode disputar GP nos Estados Unidos neste fim de semana

Hexacampeão deve analisar junto com a Honda se retorna já nesta etapa ou se aguarda até o GP de Portugal no fim do mês

MotoGP: Márquez faz teste na Espanha e pode disputar GP nos Estados Unidos neste fim de semana
Carregar reprodutor de áudio

Marc Márquez voltou a guiar nesta terça-feira, a bordo de uma Honda CBR600RR pelo Circuito de Alcarràs, após recuperar a visão normal depois de um novo episódio de diplopia. Agora, o hexacampeão da MotoGP terá que decidir, junto de sua equipe médica, se viaja para os Estados Unidos, para participar (ou não) do GP das Américas deste fim de semana.

O espanhol não disputou o GP da Argentina do último domingo após mais um quadro de visão dupla, causado pelo forte acidente sofrido no aquecimento para a prova da Indonésia, no final de março.

Leia também:

Para comprovar que a recuperação da visão é estável, Márquez subiu nesta manhã em uma moto esportiva de rua da Honda no circuito de Alcarràs em Lleida, dando um bom número de voltas para certificar que está ok.

Se o resultado for o esperado, Marc pode viajar ainda nesta terça para os Estados Unidos, visando participar do GP das Américas em Austin, uma pista crucial para o espanhol, onde venceu sete vezes, sendo a última em 2021, mesmo ainda se recuperando da lesão no braço causada em 2020.

A Honda deve emitir um comunicado ainda hoje confirmando a decisão de Márquez. No domingo, ele publicou nas redes um vídeo treinando em um ginásio de Madrid, onde mora desde o começo do ano para ficar próximo da equipe médica responsável pela reabilitação do braço lesionado em 2020.

Para o espanhol, esse é o segundo caso de diplopia em menos de seis meses. Após bater a cabeça durante um treino de motocross no final de outubro, ficou três meses fora, perdendo as duas últimas corridas de 2021, em Portimão e Valência, além de comprometer a preparação para 2022.

 

Após o período fora, Márquez conseguiu participar da pré-temporada na Malásia e na Indonésia, disputando o GP do Catar, abertura do campeonato, terminando em quinto. 

Na segunda prova, em Mandalika, Márquez sofreu quatro quedas durante os treinos do fim de semana, incluindo a que levou ao novo quadro de diplopia. Após liderar os testes na Indonésia, a Honda atribuiu os problemas com a moto no GP à escolha do pneu pela Michelin, utilizando uma construção de 2018.

Os médicos da categoria e a equipe de Márquez, declararam que ele não estava apto a participar e, na viagem de volta à Europa, começou a sentir novamente a visão dupla. A boa notícia, segundo Sanchez Dalmau, oftalmologista do espanhol, é que o quadro desta vez era menos grave.

No momento, Márquez é o 15º no Mundial de Pilotos com 11 pontos, 34 a menos que o novo líder, Aleix Espargaró, mas relativamente próximo de outros favoritos, como Fabio Quartararo (35), Joan Mir (33) e Francesco Bagnaia, que tem apenas um ponto a mais que o espanhol após um início decepcionante de temporada.

Button critica extensão do novo contrato de Norris com a McLaren; entenda o 'caso'

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #170 – Leclerc x Verstappen tem potencial para ser novo Verstappen x Hamilton?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
GP das Américas de MotoGP: Horários e como assistir a etapa em Austin, nos EUA
Artigo anterior

GP das Américas de MotoGP: Horários e como assistir a etapa em Austin, nos EUA

Próximo artigo

MotoGP: Curado dos problemas de visão, Márquez volta ao grid no GP das Américas desta semana

MotoGP: Curado dos problemas de visão, Márquez volta ao grid no GP das Américas desta semana