MotoGP - Morbidelli: "Voltei muito cedo, mas acredito que tenha feito o certo"

Atual vice-campeão da MotoGP sofreu bastante em Austin, pista que exige muito fisicamente dos pilotos

MotoGP - Morbidelli: "Voltei muito cedo, mas acredito que tenha feito o certo"

Após terminar o GP das Américas da MotoGP em último com a Yamaha, em um local muito duro do ponto de vista físico, Franco Morbidelli acredita que precisará de paciência para voltar à sua forma e que sua curva de rendimento está crescendo aos poucos. Para o piloto ítalo-brasileiro, apesar do retorno ter sido precipitado, ele tomou a decisão correta.

Morbidelli passou por uma grande provação em Austin, não apenas pelas características naturais da pista mas também pelas ondulações, alvo de críticas dos pilotos no fim de semana. E tudo piora se você acabou de fazer uma cirurgia no ligamento cruzado do joelho, pulando ainda metade do tempo esperado de recuperação para voltar à moto.

Leia também:

Segundo Franco, o resultado ruim é um pequeno preço a se pagar para quem está em uma moto diferente da que corria antes da lesão e com uma nova equipe, algo que não está à altura do atual vice-campeão.

"Infelizmente, conseguir apenas sete, oito voltas, e depois tive que reduzir muito o ritmo, caso contrário não terminaria. Não tenho força na perna, por isso não conseguia fazer as curvas à esquerda. Pilotei apenas com os braços, então tudo se complicava nas ondulações", disse.

"Foi uma das provas mais difíceis do ano para todos mas, para mim, talvez tenha sido a mais difícil da minha vida, por causa da minha condição física. Mas, no geral, foi um final de semana positivo, porque melhorei a velocidade e a sensação com a moto. Demos um passo a mais em comparação com Misano".

"Estou curioso para voltar a Misano e avaliar meu progresso, porque trabalhamos nisso em Austin e nos testes. Por isso, espero ver melhorias".

Na sequência, Morbidelli falou em detalhes sobre as condições de seu joelho, reiterando que seu foco está em voltar à normalidade apenas em 2022, mas que não disputará as corridas finais apenas para marcar presença.

"É uma operação que leva seis meses para recuperar, então estamos forçando a barra, porque se passaram apenas três. Tenho que ter cuidado, mas tudo está indo bem. Sinto dor, mas é possível administrar com os analgésicos".

"Em Misano, fiz uma corrida com bom ritmo considerando às limitações. Não corri bem aqui, porque a pista exige muito fisicamente. No entanto acho que o trabalho que estamos fazendo é importante para a equipe".

"Voltei muito cedo, mas acredito que tenha feito o certo. Era importante voltar o mais rápido possível. Não podia me dar ao luxo de ficar parado por seis meses. Não era o que eu queria. Obviamente os resultados não são bons, mas não presto atenção nisso. A curva de rendimento está subindo e isso me dá confiança".

Franco Morbidelli, Yamaha Factory Racing

Franco Morbidelli, Yamaha Factory Racing

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

EXCLUSIVO: JU CERASOLI revela detalhes em TRETAS de Hamilton e Verstappen que não são vistos na TV

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #135: Vitória 100 de Hamilton na F1 chega em momento mais pressionado na carreira?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
MotoGP: Márquez sobe duas posições com vitória e Quartararo abre vantagem na liderança; confira classificação
Artigo anterior

MotoGP: Márquez sobe duas posições com vitória e Quartararo abre vantagem na liderança; confira classificação

Próximo artigo

MotoGP: Confira calendário provisório de 2022, com 21 corridas

MotoGP: Confira calendário provisório de 2022, com 21 corridas
Carregar comentários