MotoGP: Quartararo dá 'ultimato' para Yamaha; confira

Francês não nega mudança de equipe caso seja necessário para voltar ao topo da categoria

Fabio Quartararo, Yamaha Factory Racing

Fabio Quartararo, Yamaha Factory Racing

Gold and Goose / Motorsport Images

O francês Fabio Quartararo admite que a Yamaha tem "um tempo muito curto" para convencê-lo a permanecer com a fabricante japonesa após a temporada 2024 da MotoGP.

Leia também:

Quartararo estreou com o time satélite, Petronas STR, em 2019 e conquistou o título com a equipe de fábrica dois anos depois - 2021 -, encerrando uma seca de sete anos para a marca. Ele assinou novamente com a Yamaha por mais duas temporadas no meio de 2022, mas enfrentou um 2023 difícil e terminou o campeonato em 10º lugar na classificação, com apenas três pódios. 

O mercado de pilotos deve se movimentar bastante para 2025, com a maioria dos contratos de fábrica abertos para renovação, então Quartararo diz que a Yamaha não tem muito tempo para convencê-lo de que tem um projeto vencedor.

"É claro que, como piloto, a Yamaha me deu a oportunidade de estar na MotoGP", disse ele em uma entrevista exclusiva ao Motorsport.com "Eu dei a eles um título. O relacionamento é bom. Como piloto, eu adoraria voltar com a Yamaha, para voltar às vitórias."

"Já estivemos no topo e nos pontos mais baixos. Eu gostaria de voltar ao topo. Mas o problema é que temos um tempo muito curto para fazer isso, especialmente para eu me convencer de que é um projeto vencedor."

"É claro que, se eu achar que não tenho um projeto vencedor e tiver que sair, terei que dar esse passo, mas vejo que a Yamaha está se esforçando muito e eu adoraria estar de volta ao topo da classificação com eles."

A Yamaha terá concessões à sua disposição na próxima temporada para ajudá-la a voltar à frente do grid, o que incluirá o desenvolvimento gratuito do motor e testes sem restrições. Mas, ao entrar nesta temporada, Quartararo admitiu desde o início que sabia que não seria um candidato ao título novamente, como foi nos três anos anteriores.

Fabio Quartararo, Yamaha Factory Racing

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Fabio Quartararo, Yamaha Factory Racing

"Para ser honesto, desde a primeira corrida [eu sabia]", acrescentou. "Mesmo no ano passado eu não esperava lutar, mas é claro que, como piloto, a expectativa é muito alta, de nunca desistir em todas as situações."

"A primeira parte até o meio da temporada foi difícil porque eu nunca esperei estar na situação em que eu estava, porque claramente terminando em P10, P17, até P7, eu estava sempre frustrado e nunca feliz com minhas posições."

"Às vezes, minha pilotagem era muito boa, mas claramente era o potencial que tínhamos. Portanto, isso era algo que tínhamos de aceitar. Mas a segunda metade da temporada foi muito melhor, apenas dando meu 100% e pronto."

Um dos principais enredos da MotoGP na próxima temporada será a mudança de Marc Márquez para a Ducati, que Quartararo diz que estará observando atentamente - assim como a mudança do ex-companheiro de equipe Franco Morbidelli para a Pramac - enquanto pensa em seu próprio futuro.

"Sim, quero dizer, é claro que é muito interessante para mim ver o que acontecerá no próximo ano com Marc", disse ele. "Mas especialmente com Franco [Morbidelli], que foi meu companheiro de equipe desde que comecei na MotoGP; tive meio ano com Maverick [Viñales], mas basicamente Franco foi meu companheiro de equipe por muito tempo."

"Portanto, estou interessado em ver o que ele fará com uma Ducati de fábrica e o quão rápido ele pode se adaptar, porque ele ficou os mesmos anos que eu em uma Yamaha. Vai ser uma primeira metade de 2024 importante para mim."

Motorsport Business #7 – SLAVIERO: TCR se tornou GRANDE SOLUÇÃO para FABRICANTES, EQUIPES e PILOTOS

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior MotoGP - Marc Márquez vai "aceitar críticas" se ida para Ducati der errado: "Poderei me aposentar em paz"
Próximo artigo MotoGP: As solicitações de Márquez à Ducati após os testes

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil