MotoGP
25 mar
Próximo evento em
17 dias
R
GP da Argentina
08 abr
Postponed
R
GP das Américas
15 abr
Postponed
R
GP da Espanha
29 abr
Próximo evento em
52 dias
R
GP da França
13 mai
Próximo evento em
66 dias
R
GP da Itália
27 mai
Próximo evento em
80 dias
R
GP da Catalunha
03 jun
Próximo evento em
87 dias
R
GP da Alemanha
17 jun
Próximo evento em
101 dias
R
GP da Holanda
24 jun
Próximo evento em
108 dias
R
GP da Finlândia
08 jul
Próximo evento em
122 dias
R
GP da Áustria
12 ago
Próximo evento em
157 dias
R
GP da Grã-Bretanha
26 ago
Próximo evento em
171 dias
R
GP de Aragón
09 set
Próximo evento em
185 dias
R
GP de San Marino
16 set
Próximo evento em
192 dias
R
GP do Japão
30 set
Próximo evento em
206 dias
R
GP da Tailândia
07 out
Próximo evento em
213 dias
R
GP da Austrália
21 out
Próximo evento em
227 dias
28 out
Próximo evento em
234 dias
R
GP de Valência
11 nov
Próximo evento em
248 dias

Petrucci revela crise de confiança no final de 2019

O piloto da Ducati na MotoGP, Danilo Petrucci, admitiu que sua queda de rendimento na segunda metade da temporada de 2019 se deu a uma crise de confiança. A origem estava em sua ambição em terminar o mundial de pilotos em segundo lugar.

compartilhar
comentários
Petrucci revela crise de confiança no final de 2019

Para Danilo Petrucci, 2019 indicava que seria um dos melhores anos da carreira do piloto. Conseguiu uma vaga na equipe principal da Ducati ao lado de Andrea Dovizioso, após quatro anos correndo nas equipes satélites da montadora e sua renovação de contrato veio ainda no início da temporada, após uma sequência de três pódios consecutivos, incluindo sua primeira vitória na MotoGP em Mugello.

Mas a segunda metade de 2019 do piloto foi muito diferente do início do ano. Após o terceiro lugar na Catalunha, em junho, Petrucci não voltou mais ao pódio, e depois das férias de verão da MotoGP, não conseguiu nem terminar entre os cinco primeiros nas dez corridas finais da temporada.

Leia também:

Com isso, Petrucci foi de lutar pelo segundo lugar no mundial de pilotos com seu companheiro de equipe Dovizioso, para terminar apenas em sexto lugar no final da temporada.

No lançamento da Ducati para a temporada de 2020 na última semana em Bologna, Petrucci admitiu que sua determinação em terminar em segundo, atrás do eventual campeão Marc Márquez foi um erro e que isso levou uma crise em sua confiança. O piloto também acha que “deu tudo de si” muito cedo na temporada. Com isso, acabou ficando “exausto cedo demais”. “Em agosto eu determinei para mim mesmo o segundo lugar no mundial de pilotos”, afirmou. “Isso foi um erro, porque durante as férias de verão eu ficava olhando a classificação”.

“Eu achei que não estava indo bem o suficiente, ao invés de analisar os erros. Eu me questionava sem pensar na pilotagem: eu só queria ser rápido e acabou”, comentou. “Eu carreguei isso comigo até o final do ano. É aqui que eu sei que preciso melhorar, que eu tenho forças para resolver os problemas, e não repetir o que eu fiz em 2019”.

“É sempre difícil de reagir quando você está com problemas. Enquanto as coisas estavam indo bem, eu estava em uma posição de bater de frente com Márquez, mas as coisas mudaram a partir de Sachsenring”, completou.

“Eu perdia a paciência com muita frequência. Um erro imperdoável, por exemplo, foi a classificação na Áustria, quando eu fui para a pista com a intenção de mostrar meu potencial para todos. Acabei caindo na brita na curva 3”.

“O mundo caiu para mim; eu causei a crise em mim mesmo. Eu era rápido e poderia estar na primeira fila, mas em Brno as coisas foram ruins e eu queria voltar ao pódio. Ninguém impôs nada para mim, foi tudo minha culpa”, completou.

Todos os contratos das equipes de fábrica da MotoGP se encerram no final desta temporada, incluindo o de Petrucci, o que pode levar a um mercado frenético já no início do ano.

Mas Petrucci disse que está “mais sereno” para lidar com sua situação em comparação a 2019, por ter passado os últimos dois anos lutando por seu lugar no grid. “Esse ponto de vista não é nada novo para mim; eu tenho lutado nos dois últimos anos pela minha renovação”, ele afirmou. Então eu tenho mais serenidade e confiança, já que eu também já sei como trabalhar em uma equipe de fábrica”.

“Estou pronto para começar de novo. Descansei muito e treinei com mais foco; tenho mais uma grande oportunidade. Não há uma temporada mais importante que a outra, mas com certeza eu vou continuar dando o meu melhor como sempre fiz.

GALERIA: Confira capacetes especiais dos pilotos da MotoGP em 2019

Capacete de Marc Márquez - GP dos EUA

Capacete de Marc Márquez - GP dos EUA
1/18

Foto de: Marc Márquez

Capacete de Marc Márquez - GP dos EUA

Capacete de Marc Márquez - GP dos EUA
2/18

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Capacete de Andrea Iannone - GP dos EUA

Capacete de Andrea Iannone - GP dos EUA
3/18

Foto de: Andrea Iannone

Capacete de Andrea Iannone - GP dos EUA

Capacete de Andrea Iannone - GP dos EUA
4/18

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Capacete de Franco Morbidelli - GP da Itália

Capacete de Franco Morbidelli - GP da Itália
5/18

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Capacete de Franco Morbidelli - GP da Itália

Capacete de Franco Morbidelli - GP da Itália
6/18

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Capacete de Valentino Rossi - GP da Itália

Capacete de Valentino Rossi - GP da Itália
7/18

Foto de: Dainese

Casque de Valentino Rossi - Grand Prix d'Italie

Casque de Valentino Rossi - Grand Prix d'Italie
8/18

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Capacete de Valentino Rossi - GP da Itália

Capacete de Francesco Bagnaia - GP da Itália

Capacete de Francesco Bagnaia - GP da Itália
9/18

Foto de: Francesco Bagnaia

Capacete de Francesco Bagnaia - GP da Itália

Capacete de Francesco Bagnaia - GP da Itália
10/18

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Capacete de Andrea Iannone - GP Itália

Capacete de Andrea Iannone - GP Itália
11/18

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Capacete de Marc Márquez - GP da Catalunha

Capacete de Marc Márquez - GP da Catalunha
12/18

Foto de: Marc Márquez

Capacete de Marc Márquez - GP da Catalunha

Capacete de Marc Márquez - GP da Catalunha
13/18

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Capacete de Cal Crutchlow - GP da Catalunha

Capacete de Cal Crutchlow - GP da Catalunha
14/18

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Capacete de Jorge Lorenzo - GP da Catalunha

Capacete de Jorge Lorenzo - GP da Catalunha
15/18

Foto de: Jorge Lorenzo

Capacete de Jorge Lorenzo - GP da Catalunha

Capacete de Jorge Lorenzo - GP da Catalunha
16/18

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Capacete de Álex Rins - GP da Holanda

Capacete de Álex Rins - GP da Holanda
17/18

Foto de: MotoGP

Capacete de Cal Crutchlow - GP da Alemanha

Capacete de Cal Crutchlow - GP da Alemanha
18/18

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Relembre 14 irmãos que estiveram juntos no Mundial de Motovelocidade

Artigo anterior

Relembre 14 irmãos que estiveram juntos no Mundial de Motovelocidade

Próximo artigo

Zarco: vitórias de Lorenzo na Ducati foram “muito positivas para mim”

Zarco: vitórias de Lorenzo na Ducati foram “muito positivas para mim”
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Danilo Petrucci
Equipes Ducati Team
Autor Lewis Duncan