Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
61 dias
06 mai
Próximo evento em
103 dias
20 mai
Próximo evento em
117 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
131 dias
10 jun
Próximo evento em
138 dias
24 jun
Próximo evento em
152 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
159 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
173 dias
29 jul
Próximo evento em
187 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
215 dias
02 set
Próximo evento em
222 dias
09 set
Próximo evento em
229 dias
23 set
Próximo evento em
243 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
250 dias
07 out
Próximo evento em
257 dias
21 out
Próximo evento em
271 dias
28 out
Próximo evento em
278 dias
05 nov
Próximo evento em
286 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
299 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
314 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
323 dias

Chefe diz que Alonso e Vandoorne merecem muitos créditos por desempenho atual da McLaren

compartilhar
comentários
Chefe diz que Alonso e Vandoorne merecem muitos créditos por desempenho atual da McLaren
Por:

Pilotos merecem "muito crédito" por ajudar McLaren a desenvolver um carro de Fórmula 1 muito melhor este ano, diz novo chefe de equipe, Andreas Seidl

Embora Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne tenham sofrido com a falta de competitividade da McLaren nos últimos anos, Andreas Seidl, novo chefe da equipe, acredita que o trabalho que eles fizeram para conduzir a equipe ao caminho certo para o desenvolvimento foi extremamente importante.

Seidl disse que não esperava que a McLaren fizesse um progresso tão rápido, com a equipe de Woking sendo a “melhor do resto” do grid e se aproximando dos três melhores times.

Leia também:

"Acho que ninguém dentro do time esperava, depois de terminar a temporada 2018 como o nono carro mais rápido", disse Seidl, quando questionado pelo Motorsport.com se esperava este avanço.

"Isso simplesmente mostra que muitas das mudanças que foram desencadeadas no ano passado estão valendo a pena. A equipe fez um bom trabalho ao trazer o carro deste ano para a pista.”

"Eles conseguiram compreender muito depois do feedback dos pilotos do ano passado, e devemos dar muito crédito a Fernando e Stoffel, apontando quais eram as fraquezas e que direção que precisávamos para desenvolver o carro. Os dividendos estão vindo agora."

Apesar da vantagem de 20 pontos da McLaren sobre a Renault no campeonato de construtores, Seidl está ciente de que a situação pode mudar rapidamente, então seu time não pode relaxar.

"O alvo é para nós este ano é continuarmos com o desenvolvimento do carro", explicou. "É claro que agora queremos ter certeza de que manteremos essa [quarta] posição por um tempo, mas ainda temos visto que ela pode mudar rapidamente novamente. Ainda é uma batalha apertada.”

"As diferenças que temos hoje não são maiores do que uma corrida, por isso é importante não ficar muito animado com isso, manter a cabeça baixa e manter o foco nas fraquezas que ainda temos."

Mas, embora cauteloso sobre o restante da campanha, Seidl acredita que o ritmo da McLaren, pela primeira vez, é digno de sua forte posição no campeonato de construtores.

"Nas duas últimas provas também tivemos o quarto carro mais rápido, pelo que merecemos estar em quarto lugar no campeonato de construtores", afirmou.

"Mas até a corrida Paul Ricard, temos que ser honestos, não tínhamos o quarto carro mais rápido. Estava em algum lugar entre o quinto e sétimo carro mais rápido e no final estávamos em quarto porque tínhamos melhor confiabilidade, melhor pit stops, melhor estratégia ou melhor compreensão dos pneus."

 

Diretor de engenharia, Pat Fry deixa McLaren e pode ir para Williams

Artigo anterior

Diretor de engenharia, Pat Fry deixa McLaren e pode ir para Williams

Próximo artigo

Mercedes revela que "não teve radiadores grandes o suficiente" na Áustria

Mercedes revela que "não teve radiadores grandes o suficiente" na Áustria
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso , Stoffel Vandoorne
Equipes McLaren
Autor Jonathan Noble