F1: Alonso admite que negociações com Alpine ainda não começaram

Espanhol revela que ainda não sentou com a Alpine para seguir na F1. Chefe da equipe diz que discussão começará após as férias da categoria

F1: Alonso admite que negociações com Alpine ainda não começaram
Carregar reprodutor de áudio

Bicampeão mundial, Fernando Alonso retornou à Fórmula 1 em 2021 após dois anos explorando outras corridas de seu interesse, como as 24 Horas de Le Mans, 500 Milhas de Indianápolis e Rally Dakar. Aos 40 anos, o espanhol é o mais velho do grid, mas está claro que ele gostaria de seguir na F1 após o final do ano, quando se encerra o seu contrato com a Alpine.

Com Esteban Ocon sob um longo contrato, o lugar de Alonso é o único disponível para a equipe francesa realizar mudanças no ano que vem, sendo que eles possuem como reserva o atual campeão da Fórmula 2, Oscar Piastri – também ligado a uma possível ida à Williams em 2023.

O editor recomenda:

Na manhã de sábado em Silverstone, Otmar Szafnauer, chefe da Alpine, declarou que eles ainda  não “conversaram em detalhes” sobre o futuro de Alonso, mas que isso será feito após a parada da F1, em Agosto.

Alonso confirmou que tem esse período em mente para as conversações e que ele está feliz por esperar até depois das férias de verão, particularmente, devido ao calendário apertado de corridas em julho.

“Nós não iniciamos as negociações. Meu objetivo, disse algumas vezes, é continuar. Mas meu foco, até as férias de verão, é me concentrar [nas corridas]”, declarou o espanhol. “Em julho teremos quatro corridas e eu preciso marcar pontos, pois tive um pouco de azar nas nove primeiras etapas”, completou.

Fernando Alonso, Alpine A522

Fernando Alonso, Alpine A522

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Alonso conquistou em Silverstone o seu melhor resultado na temporada, terminando em quinto, muito próximo de Sergio Perez, Lewis Hamilton e Charles Leclerc, que brigaram pelo segundo posto nas voltas finais.

Após a corrida, Szafnauer reiterou que “após o verão nós conversaremos e tomaremos uma decisão” sobre o próximo ano.

“Nos velhos tempos, a gente decidia em outubro. A silly season foi um pouco mais cedo. Não vamos [decidir] em dezembro, mas não muito longe. [Após as férias] é um bom momento”, declarou o dirigente.

Questionado se Alonso poderia estar de saída, Szafnauer respondeu: “Eu não pensei sobre isso, mas é uma boa questão. Ele é um piloto brilhante, classifica bem, corre bem. É disso que se trata e vamos pensar sobre isso”, finalizou.

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #185 - Ainda há quem resista ao halo após mais duas vidas salvas?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Projeções mostram que Ferrari será competitiva na Áustria
Artigo anterior

F1: Projeções mostram que Ferrari será competitiva na Áustria

Próximo artigo

F1: Russell alerta que configurações das barreiras de pneu precisam mudar

F1: Russell alerta que configurações das barreiras de pneu precisam mudar