F1: Audiência sobre desclassificação de Vettel será realizada na próxima semana

Aston Martin diz ter novas evidências significativas de que carro do tetracampeão tinha o litro mínimo necessário após o fim do GP da Hungria

F1: Audiência sobre desclassificação de Vettel será realizada na próxima semana

O pedido da Aston Martin para que a FIA analise a desclassificação de Sebastian Vettel do GP da Hungria será ouvido pelos comissários na próxima segunda-feira. A Fórmula 1 anunciou que membros da equipe britânica devem comparecer a uma videoconferência às 10h, no horário de Brasília, na próxima segunda-feira (9) para discutir o caso.

A escuderia acredita que descobriu "novas evidências significativas" não disponíveis na época em que o tetracampeão foi excluído dos resultados da corrida em Budapeste. O piloto terminou em segundo, atrás de Esteban Ocon, da Alpine, mas uma inspeção em seu carro descobriu que ele não tinha o mínimo obrigatório de um litro de combustível após a corrida.

Leia também:

A equipe estava convencida de que seus cálculos a partir dos medidores de fluxo de combustível mostravam que havia bastante quantidade a bordo para passar nas verificações, e era apenas uma questão de extraí-lo. A FIA optou por apreender o carro de Vettel e transportá-lo para sua instalação técnica na França para que pudesse ser inspecionado novamente, se necessário.

Os dados da escuderia indicaram que, dada a diferença entre o que foi registrado e a quantia disponível na largada, deveria haver 1,74 litros restantes no tanque. No entanto, apenas 0,3 puderam ser bombeados após o GP, deixando 1,44 não contabilizados.

O chefe da Aston Martin, Otmar Szafnauer, disse ao Motorsport.com na noite de domingo que a equipe acredita que a bomba de elevação do carro falhou, o que comprometeu os esforços para tirar combustível.

Além de pressionar pelo direito de revisão com base nas novas evidências que foram descobertas, a equipe também entrou com um recurso separado sobre o assunto.

Acredita-se que o apelo poderia se concentrar em parte no fato de terem permissão para substituir o que pensa ser uma bomba quebrada por uma nova idêntica e assim ter outra tentativa de tirar o combustível do carro.

A audiência na segunda-feira vai primeiro estabelecer se as informações serão aceitas como base para analisar a penalidade mais uma vez. Se os comissários estiverem convencidos de que as evidências são significativas e relevantes, examinarão o caso específico.

VALENTINO ROSSI confirma APOSENTADORIA da MOTOGP ao final de 2021; relembre trajetória

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: A primeira metade do campeonato da F1 foi a mais incrível dos últimos anos?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Hamilton espera que Red Bull reflita sobre rivalidade: "Devemos espalhar positividade"

Artigo anterior

F1 - Hamilton espera que Red Bull reflita sobre rivalidade: "Devemos espalhar positividade"

Próximo artigo

F1 indica corrida sprint no Brasil e manutenção do formato para 2022

F1 indica corrida sprint no Brasil e manutenção do formato para 2022
Carregar comentários